Google+ Badge

Monday, June 22, 2015

Amor Proibido

No dia 31 de dezembro de 2002. Renata foi com sua amiga Marli ver o "futuro" com uma mulher que incorporava o espirito de uma cigana:
A cigana disse a Renata que ela iria conhecer o homem da vida dela ate abril do ano que se iniciava.
A Marli então insistiu que Renata fizesse uma lista da alma gêmea. A Renata não acreditava em Deus, Orixás e muito menos em alma gêmea. Porem como Marli era a sua melhor amiga. E ela fazia de tudo para agradar a amiga.
Ela decidiu copiar a lista de alma gêmea.
Um homem que me ame espiritualmente, fisicamente e mentalmente.
Um homem lindo fisicamente e internamente...
Renata se divertiu com a lista absurda da alma gêmea.
Como a sua amiga Marli tao inteligente, poderia acreditar nessas bobagens de alguém incorporar o espirito de uma cigana, e  pior ainda , acreditar em alma gêmea.
No final de 2003 Renata viajou para o Fórum Social Mundial. A Renata não acreditava em Deus e muito menos em paraíso. Mas ela acreditava que outro mundo era possível, mas para isso se precisava lutar .
O Fórum era na cidade de Porto Alegre e tinha mais de 100 mil participantes do mundo inteiro. Renata havia participado de todos fóruns anteriores. E este ano Renata iria ficar hospedada na casa da Tia Laura, uma líder da Pastoral- Afro.
A Renata estava  andando no meio da multidão, quando um homem perguntou se ele poderia tirar uma foto dela. Ela disse que sim.
A Renata o convidou para ir ate o espaço dela no fórum e ele aceitou. Ela ficou sabendo que o nome dele era Javier. O Javier era  um frei argentino, da La Rioja uma das províncias mais pobres da Argentina, marcada por uma igreja de mártires. Javier estava participando do fórum social pela primeira.
A partir daquele momento o grande fórum social acabou para o Frei Javier. Ele ficou  o tempo todo ao lado da encantadora Renata que ele acabara de conhecer. A noite Renata o convidou para o jantar na casa da Tia Laura, que alem da Renata tinha mais 15 pessoas de diferentes regiões do Brasil hospedados.

No Jantar todos queriam saber o que Javier fazia. Ele ficou vermelho quando, Renata falou que ele era frei.
O frei Javier  já estava apaixonado pela Renata deste do primeiro segundo que ele a viu. E ele acreditava que todos podiam ver o sentimento dele. Ao terminar o jantar eles se despediram de todos, eles iriam retornar para o centro de Porto alegre, pois iria acontecer o show do cantor Paulinho da viola.
Eles se dirigiram para o ponto de ônibus conversando, coisa que eles passaram o dia todo fazendo. Na verdade Renata falava , e o Frei ouvia curioso , como ela sabia de tudo que ela falava?. Antes dele se tornar frei, ele havia se tornado engenheiro. Mas ele nunca nem havia ouvido falar das coisas que Renata estava falando.

Mas ali no ponto de ônibus. Os dois ficaram em silencio. A atracão do dia inteiro não podia mais ser silenciada com conversas.
E o que era inevitável aconteceu o primeiro beijo. Assim do nada, carregado de curiosidade e paixão. O frei esqueceu que eles estavam num lugar publico, quase de frente da casa que ficou vermelho, apenas por Renata revelar que ele era Frei. Nada mais importava  pra ele. Somente aquele beijo arrebentador. Quando o beijo terminou ele estava sem voz. Se sentindo no paraíso.
-" oh meus Deus!" Foi a exclamação de Javier lembrando finalmente de Deus. Mas nem Deus nem a multidão conseguiu fazer que os dois parassem de se beijar no ônibus.
Eles decidiram não ir mais para o show. Foram para a beira do rio no centro de Porto Alegre, já lotada  de jovens idealistas.
E ali no parque na beira do rio eles passaram a noite desfrutando o prazer de fazer um pecado rasgado embaixo da linha do Equador. Tinha vários policiais caminhando embaixo das arvores. Mas eles não estavam se importando com os prazeres dos jovens idealistas. Eles estavam com inveja, e com o desejo secreto de estar no lugar daqueles jovens.
Eles continuaram um casal inseparável ate o final do fórum mundial. Com Javier se dividindo entre o prazer pecador e Deus!
Renata insistiu para o Frei ir com ela para Belo Horizonte. Ele disse que iria pensar. Mas na rodoviária Deus venceu e Javier pegou o ônibus para cidade de Curitiba, onde ele iria visitar uns amigos, que fazia um trabalho social com crianças.
Renata retornou para Belo Horizonte feliz pela "aventura pecadora com um frei argentino!"
Mas a vida prega peça de vez enquanto. E Renata foi pega na peça do amor.
Em Belo Horizonte conversando com a amiga Marli, era se lembrou da lista da alma gêmea, e da previsão da cigana.

Ela confessou a Marli que ela teve um sentimento que ela nunca havia sentindo por ninguém. Que o sentimento pela frei foi a emoção mais forte que ela havia sentindo na vida dela.
Mas ela nunca mais se encontrou com o frei e  também  nunca mais ela teve noticias..
Passados três anos Renata estava ao telefone conversando com a amiga:
-" Marli eu sei , que você esta certa, eu tenho que voltar a ser a Renata que eu era. Mas eu não consigo me interessar por mais ninguém, confesso que tento, mas ninguém mais me atraiu. Sabe o que eu faço agora, somente ouvir a musica (não chore por mim Argentina..) E ao ouvi esse refrão Marli,  eu já começo a chorar. E você sabe o que mais. Ele deve fazer parte desses hipócritas moralistas católicos que comem criancinhas. Esta bom estou exagerando. Mas aposto que cada evento que ele vai, ele escolhe alguma garota para "tirar foto" como ...Nisso a campainha  toca. Renata se despede de Marli ao telefone e vai atender a campainha.

Quando ela abre a porta. Javier esta  em pessoa na porta. Renata sente que perdeu o chão. Ela deseja falar mas não tem voz.
Javier deseja falar como ele rezou, rezou e rezou pedindo a Deus para esquece-la. Mas que quando mais ele rezava, mas o amor aumentava. Tinha tantas coisas para serem tidas. Mas ali na porta. Ele entendeu que a melhor oração muitas vezes e o silencio.
E sem uma só palavra, Javier pousou seus lábios famintos nos lábios de Renata, que também aprendeu que muitas vezes se render e melhor que lutar.
E aquele beijo marcou o inicio de uma vida de opostos apaixonados.
Hoje Javier e Renata vivem Na Argentina divisa com o Chile. E cada vez que vejo uma foto dessa família.
Porque agora eles tem filhos. Eu volto a acreditar que  o amor é maior que qualquer diferença. Que Deus é amor.
E que construir um mundo melhor é possível!