Google+ Badge

Monday, June 22, 2015

Eu Não Quero os Ricos Dividindo a Riqueza

A partir da primeira linha, eu quero você em uma viagem comigo e que quando terminarmos nossa vida tenha sido mudada.
Como Jovens Bilionários e  Jovens Pobres Pensam
Ontem eu li um artigo num site de noticias brasileiro a respeito da lista de jovens bilionários americanos da revista Forbes. 
Em baixo do artigo, tinha o espaço para as pessoas que leram o artigo comentarem.
E os comentários foram feitos por pessoas brasileiras do sexo masculino.
Todos os comentários têm um pouquinho do que nós brasileiros, fomos educados e hipnotizados a acreditar por nossa tribo social: a família, a religião, a escola, e a mídia.
1- Familia
Os nossos primeiros valores são ensinados no seio familiar. Uma família pobre acredita e defende a ideia que se deve trabalhar duro pelo dinheiro, que não é muito importante. Enquanto a criança rica aprende a pagar o minimo para alguém fazer o trabalho duro para ela, e que dinheiro é muito importante.

Eu aprendi que eu não deveria sonhar grande, que eu deveria me contentar com o pouco e principalmente que  ser egoísta era errado. 
O primeiro comentário reflete esta educação;
- " Não precisava tanto só um pouquinho"
E quantos dizem e acreditam no pouquinho. E se colocam em fila para receber.

2- Religião é como um mapa composto de diferentes línguas, diferentes leis, cerimônias, criada por homens para a conformidade e uniformidade. Religião é uma tentativa de responder o que não sabemos.

Respostas são dogmas e leis que leva-nos a ter problemas. As minhas leis são melhores que as suas leis, e brigamos para provar isso.
A Espiritualidade é nossa responsabilidade. E Religião a gente pode culpar alguém.

O segundo comentário reflete o pensamento de boa parte da tribo dos jovens religiosos.
- " Não sou o homem mais rico do mundo. Mas sou filho dele. Disse Deus: " Meu é o ouro e a prata, tudo criado por mim. Que bom ser herdeiro de tudo isso...."
Quando crianças somos catequizados, que o correto é ser humilde e pobre, porque destes serão formado o reino do céu. Sera que ele esta esperando a morte chegar para  herdar a riqueza?

O jovem bilionário Bobby Murph, tem outra visão sobre religião, ele colocou este vídeo na pagina do youtube dele.


3- Educação
A educação do pobre e do rico são completamente diferente, a educação dos ricos  secreta, eu fiz uma lista de mais de 30 filmes e biografias sobre educação. E praticamente não achei nada que tratasse sobre a educação dos ricos.
 A educação reforça o que acreditamos, os pobres são ensinados a pensar como pobres. Em nossa cultura, nós aprendemos que o dinheiro não é importante, a escola reforça isso ao não ensinar nada a respeito, mas odiamos os que tem  dinheiro.
O terceiro comentário reflete a ideia da tribo dos vítimas revoltados. 

- " Quanta gente para ser sequestrada, bando de canalha, ladrões!"
Sera que se ele odiar bastante os ricos, os ricos se tornarão mais pobres? Bom eu não tenho vocação para bandida,mas acreditei na filosofia Robin Hood Marxista.


No começo Mark era ambicioso, filho de dentista, ele queria fazer parte do clube dos ricos na Harvard. Agora ele tem mais de 2 bilhões de pessoas usando o Facebook, mas ele pensa em como atingir 4 bilhões. Como Mark deixou claro, o problema é econômico, não técnico: -" Para a maioria das pessoas, os obstáculos para ter online é primeiramente econômico.

Aqui esta o mapa de como o obstaculo econômico se apresenta:

Para Mark resolver o problema "econômico" - e dando o livre acesso pobre à Web -  é, basicamente, fazer um gigantesco investimento fundo de capital semente de inicialização global. Ele está esperando que um desses bilhões, talvez milhões de pessoas irão usar o seu acesso para criar novos negócios, novos empregos e novos mercados comerciais, que obviamente gerara muito mais muito mais dinheiro.
O quarto comentário, reflete as eternas desculpas.
- " se eu fosse uns 40 anos mais novo...Nasci na época errada!
Se ele nasceu na época errada, o que ele ainda esta fazendo aqui nesta época?
Honre o milagre da vida. Idade? do ponto de vista da eternidade, cem anos não é nada.

Você sabe quando você esta-se traindo, quando você pensa sem entusiasmo, ou usa desculpas: dizendo que vai tentar ou eu não estou pronta.
O que lhe da entusiasmo?
Tudo que começamos, nós começamos com medo. Respire profundamente e se pergunte; Como eu aprendi a ter medo. Supere o medo, porque medo é morte.
Nós estamos no controle de nossa vida.
Se reinvente e esteja pronta para flexibilidade. Esteja pronta para participar das mudanças.
O sucesso não é uma linha reta.

O quinto Comentário foi uma congratulação:
- " Elogio a Bill Gates por investir na pobreza, dando remédios."

Hoje acredito que é melhor ter o conhecimento que leva a riqueza, do que a sabedoria que cultua a pobreza.
Elogio aos ricos que doam? Quantas vezes eu recebi o cobertor e o pão por ser pobre. E isso não resolveu minha pobreza.
Eu não quero os ricos dividindo a riqueza. Eu quero ver os ricos ensinando como realizar a riqueza.
Nos lugares pobres Bill Gates doa remédios, porem os seminários dele são dados em universidades como Harvard, Stanford etc..
Koch Brothers Exposto

O Dinheiro é valorização e segurança. A gente precisa se sentir seguro e valorizado para te-lo, mas ao mesmo tempo os bilionários precisam de pessoas inseguras e sem auto-valor, para terem o dinheiro desta pessoa.
Mas temos que aprendermos a nos sentir seguros e abundantes não importa a situacao.
E você qual é o seu comentário?
Eu escrevi este texto e fui dormir. E sonhei que eu era bilionária.
Que sensação gostosa. Quando acordei estava em total êxtase e entendendo que a riqueza já esta dentro da gente.
Quando levantei rezei para me perdoar por todas as minhas ideias equivocadas a respeito dos ricos e da riqueza.
A partir de agora meu objetivo é amar profundamente os ricos.
A mandala precisa de todas as partes para ser perfeita.

Agora deixo meu espirito que ama a riqueza e o belo, totalmente livre para se expressar e ter o que ele ama!
Existem varias teorias: econômicas, filosóficas politicas e sociais, produzidas por doutores, que podem explicar o porque da diferença entre os  ricos e a pobres. E fascinada como sou por história, e as pessoas que fizeram a diferença no mundo. Eu quis entender melhor o porque do rico ficar mais rico, e o pobre mais pobre.
Esta é minha teoria:
No final do seculo XIX os Estados Unidos tinha três homens que controlavam grande parte da fortuna americana.
Andrew Carnegie, J. P. Morgan e em 1916 John Rockefeller se tornou a primeira pessoa a se tornar bilionário.
Enquanto esses homens ficavam mais ricos, a população americana ficava mais pobre, finalmente culminando com a crise de 1930
Nesta virada deste século a história se repete! A quantidade de dinheiro no mundo é a mesma. Mas os bilionários, aumentam a fortuna diariamente.
Em termos mundias 85 pessoas tem a mesma quantidade de dinheiro de 2.200 bilhões de pessoas.
Na década de 1930 cresceu a poliomelite nos Estados Unidos (medo de andar) e eles escolheram um presidente que também teve a doença para ajuda-los a saírem da crise.

E agora escolhemos um descendente de africano, para também nos ajudarmos a saír da crise.

A vida é movimento o tempo todo, diariamente temos bebês nascendo, árvores crescendo.

Todos os dias, temos um novo dia.
Mas ha pessoas que não fluem com as mudanças, insistem em viver no passado, acreditando em ideologias ultrapassadas, que não serve mais.
A prosperidade sempre vai para  quem vê o novo primeiro.
No final do século passado, o carro, a eletricidade,o metal etc e tal.
Agora estamos passando por uma outra grande transformação principalmente pela novas invenções.
Mas algumas pessoas levam anos e décadas para assimilar o novo, e quando mais difícil  é para pessoa aceitar o novo, mas difícil, para a pessoa prosperar.
As pessoas querem seguir e fazer a mudança, junto  com o grupo social que vivem. E isso pode levar décadas.

A crença torna-se a cola que une a pessoa à tribo de pobres.
Você começa a ir junto com as coisas. Você acredita nas metas. Você acredita que está indo para realizar algo.
Eles não renunciam esse compromisso facilmente. As pessoas não gostam de simplesmente se levantar e dizer "Eu desisto", portanto, não querendo ser um desistente torna-se mais um elemento que os mantém na tribo do pobres.
A nossa lealdade a nossa tribo social e familiar é mais forte que o amor.
Mas para mudarmos de time e tribo:
É necessário  abandonar velhas maneiras de ver a vida, as velhas crenças de como as coisas devem ser.
É  necessário começar a pensar de maneira diferente. Senão você terá que seguir a massa.
Eu  tenho um longo caminho a percorrer, mas  eu não quero mais seguir a massa.