Google+ Badge

Monday, June 22, 2015

Como Ganhar Muito Dinheiro

A maneira como o nosso cérebro vê o dinheiro. Como lidamos com dinheiro todos os dias. 
O dinheiro na mente.
Diferentes áreas do nosso cérebro estão envolvidas em lidar com o Dinheiro.
Córtex pré-frontal ventromedial (MPFC) ajuda-nos a atribuir um valor às coisas.
O dinheiro é uma das mais poderosas influências sobre as nossas vidas no mundo moderno, mas a evolução não equipou os nossos cérebros para lidar com isso muito bem.
[embed]https://youtu.be/bxYCh_p2Mjs[/embed]
Neste vídeo você assiste  Derren Brow colocar um circulo amarelo em volta da carteira e ninguém pegou a carteira.
No Brain Game eles fizeram o mesmo experimento, porem colocaram um circulo vermelho em volta da carteira, demorou 15 minutos para uma pessoa finalmente pegar a carteira, eles colocaram a mesma carteira no mesmo lugar sem circulo, levou nove segundos para uma pessoa pegar a carteira, mas porque?
Quando alguém vê  autoritário circulo vermelho, o cérebro enviar um alarme de perigo para as pessoas. Independente da pessoa estar consciente estava disso ou não
Seu lobo temporal é associado com medo e desconfiança para aceitar uma sugestão como algo a ser evitado.
Mas como eu lido com o dinheiro?
Eu decidi que iria comprar um carpete vermelho e que essa compra iria simbolizar minha mudança em relação a como lido com o dinheiro.
A minha relação com o dinheiro começou quando eu comecei a trabalhar com 12 anos de idade.

Em um estudo publicado na revista IRL em 2013, os pesquisadores descobriram que, quanto maior o rendimento por hora de uma pessoa de trabalhar, mais importância ele ou ela coloca em cima do dinheiro.
Eu comecei a trabalhar, para os vizinhos da casa em frente, da nossa casa.
Eu trabalhei o mês inteiro, todos os dias, das seis horas da tarde as onze e trinta da noite.
No trabalho eu tinha a ocupação; de cuidar de duas meninas, depois de colocar-las para dormir eu podia assistir a televisão, naquele ano a novela das dez era a novela Saramandaia. Eu assistia a novela em pé grudada a porta com a cara das meninas da foto.

No dia de receber, o meu primeiro pagamento, era véspera dos dias das mães, e minha mãe se encontrava doente na cama, e eu queria meu pagamento, para dar um maravilhoso presente para minha mãe.
Eu fiquei esperando que meus patrões viessem me pagar. Mas eles iriam viajar para cidade de Três Lagoas, o meu pai havia pedido uma carona para eles . E quanto eles com as duas meninas e meu pai já estavam dentro do carro para partir, eu me dei conta de que eles iriam viajar sem pagarem o meu salario mensal.
Então eu corri até o carro, para ansiosamente pedir o pagamento.
O meu patrão tirou a nota de cinquenta do bolso e me deu.e pelo olhar que meu pai me deu e percebi que criei uma situação constrangedora para ele.
E  naquele instante ao pedir pelo dinheiro, eu me senti totalmente culpada.
Estudos têm demonstrado que apenas a idéia de que algo está mais caro aciona áreas do nosso cérebro associadas com recompensas, fazendo com que nos sentimos mas acolhedores e apreciemos o mais caro, e ao gastar mais nos sentimos  mais ricos.
Eu fui a um bazar e perguntei a balconista o que ela tinha, que eu poderia comprar com os meus 50 mil cruzeiros; descobri que praticamente nada.
Eu comprei o que ela me mostrou ser possível comprar com 50 mil cruzeiros, um vaso solitário de vidro e dois pequenos bibelôs para colocar em cima da geladeira.

Eu retornei a minha casa super feliz, me sentindo realizada por pode comprar um presente para minha mãe. Mas esse sentimento de realização só durou durante o percurso do bazar a minha casa.
Porque ao dar o presente para minha mãe. Ela me disse com a cara de quem não estava feliz;:
- " Onde já se viu, você gastar todo o seu dinheiro, comprando presente para mim."
O que esta experiência com o dinheiro me ensinou:
1- Tem que trabalhar com medo para ganha-lo.
2- Não devemos cobrar pelo nosso dinheiro.
3- O meu trabalho não é valioso.
4- No final o dinheiro só trás decepções.
5- Que não sou valorizada pelo que dou.
No programa "Brain Games money" do canal geográfico, eles fizeram um teste para saber se:
O preço afeta o sabor.
Eles colocaram dois bolos, exatamente iguais feito com os mesmo ingredientes, porem eles colocaram preços diferenciados: Um bolo custava 15 dólares outro bolo custava mais  55 dólares. E começaram a  dar exemplos gratuitos dos pedaços do bolo.
As pessoas diziam que não gostaram do bolo de 15 dólares, e que o bolo de 55 dólares era delicioso.
Quando a produção perguntava porque um  bolo era melhor que outro, eles achavam respostas logicas.
No final a produção dizia que os bolos eram iguais. E as pessoas não acreditavam que os bolos eram iguais.
O  Altos  preços fazem os nossos cérebros assumirem que um produto mais caro é melhor.
[embed]https://youtu.be/_7VEWTbe5lU[/embed]
Em todos os pagamentos durante minha adolescência e juventude. Eu não tinha a alegria e o prazer de gastar o meu dinheiro, mesmo com um simples sorvete, ou com o que eu mais gostava que era livros.

Quando eu comprava o que eu queria eu me sentia totalmente ansiosa e culpada. Porque a minha mãe  sempre dizia:
- " Como e que você  gasta seu dinheiro com livro?. Tendo a luz, a água , o aluguel para pagar e comida para comprar.

6- Nunca gaste, o seu dinheiro comprando o que você deseja. O dinheiro deve ser usado para pagar as contas.
Aos dezoito anos, eu comecei a trabalhar num supermercado. Nos fazíamos horas extra todos os dias, e passávamos noites trabalhando. Mas só podíamos bater o cartão do nosso horário normal. Todavia eu não fazia o que o supermercado falava que tínhamos que fazer. Eu batia o cartão sempre na hora que eu começava a trabalhar e na hora que terminava o meu expediente. Aos vinte anos de idade, eu  fui demitida. eu procurei um advogado e expliquei a situação. Ele requisitou os meus cartões de pontos para a empresa. Ele ficou felicíssimo, quando recebeu os meus cartões de ponto.
Ele disse que eu iria receber muito dinheiro. E que casos trabalhistas demoram.
Como eu era menor de menor, na primeira reunião, a minha mãe teve que me acompanhar.
Mas o meu já foi resolvido na primeira reunião os advogados da rede de supermercado ofereceram dois milhões de cruzeiros ( isso era praticamente dois anos de salario do meu  trabalho), mesmo meu advogado dizendo não minha mãe aceitou imediatamente. O que deixou o advogado furioso, dizendo que nos poderíamos duas vezes mais do que recebi , isso e seis milhos de cruzeiros. mas uma vez minha mãe necessitava do dinheiro para resolver os problemas da família. E ela me pagaria, ou devolveria o dinheiro quando a situação melhora-se. O que nunca aconteceu..
7- Eu não posso tomar decisão em relação ao dinheiro que recebo.
A minha " Independência Financeira" ocorreu em 1991. Quando eu estava morando com o Ronaldo, minha mãe veio reclamando da situação familiar. Ela precisava de dinheiro agora por causa dos netos.
O Ronaldo me disse:
- " Se você não deixar os problemas de sua família, você nunca ira progredir." Resolvi deixar os problemas da família.
8- Finalmente posso deixar de investir meu dinheiro nos problemas da família.
Eu e ele dividíamos todas nossas despesas da casa, ele anotava tudo num caderninho que ele matinha.  Todavia quando eu comecei a fazer mais dinheiro que ele, acabaram as anotações no caderninho.
O Ronaldo administrava o dinheiro e isso me fazia sentir segura e confortável.
9- É  muito bom não administrar o meu dinheiro!
Ai veio meu relacionamento com o João. Que tinha uma variante dos anos 60, completamente velha, caindo aos pedaços, ele tinha um sonho mas não tinha o dinheiro para realiza-lo. Eu acreditei nele e nos sonhos dele:
Em 1996 comprei um carro zero quilometro, mesmo sem saber dirigir, para que ele pudesse fazer o que tinha que fazer.
Eu usei meu cheque especial para comprar materiais para reformar e construir o projeto equilíbrio. Eu coloquei minhas três linhas telefônicas a disposição do projeto equilíbrio.
E comecei a pagar o aluguel da casa que morávamos. Porque ele não tinha.
Mas o que realmente investi foi meu tempo...

Mas em apenas dois anos o carro não tinha mais valor nenhum, estava destruído, e cheio de multas.
Os cheques voltarão e ele nunca pagou. Eu perdi meu credito no banco.

O sonho dele se realizou,  ele começou a fazer mais de cem mil reais por mês.Teve uma conta telefônica que veio a conta de mil reais. Ele nunca pagou as contas, comprou nova linha telefônica. E o meu nome ficou "sujo". Mas ele dizia as pessoas que eu nunca o havia ajudado.
Agora eu estava repetindo as minhas lições  aprendida a respeito do dinheiro.
Eu fali e o meu amigo Ronaldo que havia financiado meu aluguel, foi a pessoa que pagou o preço, fiquei sem ter onde morar.
10- Eu aprendi a fazer com os outros o mesmo que as pessoas faziam comigo. Eu aprendi que se eu deixasse as pessoas me tratarem de forma errada em relação ao dinheiro, eu faria o mesmo com as pessoas que confiavam em mim.
O carpete vermelho seria para colocar na escada de minha loja, para quando o cliente abrir a porta da loja, ele possa ter uma visão mais sofisticada da loja.
Então ontem eu e meu parceiro medimos o tamanho da escada, e fomos para a loja. Enquanto ele estava dirigindo ele me falou:
- " Estou cansado do seu mal gosto, você não entende de nada." Eu me senti totalmente ofendida,
- " Bom posso começar a te ofender também. Mas seu problema é econômico. Você pensa que devo economizar na vez de comprar o carpete. você esta dizendo isso, não porque tenho mal gosto, mas porque você não deseja que gasto o meu dinheiro comprando este carpete."

- " É verdade. Você não precisa comprar este carpete agora, você pode compra-lo na próxima semana." 
- "Mas eu quero comprar o carpete agora." Respondi  com o tom de voz exasperado.
- " Eu não tenho dinheiro para pagar a água, e você querendo gastar dinheiro com carpete. Você tem que pagar o aluguel da loja." Eu comecei a me sentir uma adolescente de volta em casa.
Deste que eu comecei a fazer mais dinheiro na loja. Ele não consegue mais fazer dinheiro para pagar as contas. Eu paguei a luz; a internet. E nessa semana alguém bateu na porta da casa. Quando abri a porta , era um funcionário da companhia da água que me entregou um cartão vermelho com o aviso, de que a aguá estava sendo cortada, por falta de pagamento. Nós Ficamos com a água cortada por três dias. E água simboliza emoção.
Aconteceu a mesma coisa com o João quando eu retornei ao Brasil, para visitar o meu filho. A água ficou cortada mais de 15 dias. Eu me recusei a pagar a conta.
Eu sei que tudo que acontece do lado de fora, antes ocorre dentro. E que não adianta mudar de pais de parceiros, a gente continua repetindo a mesma histórias.
Então agora irei resolver meu problema com dinheiro a partir da raiz, mudando tudo que acredito e sinto em relação ao dinheiro, para isso tenho que mudar os meus pensamento, mudando o meus pensamentos eu mudo as minhas crenças mudando as minhas crenças eu mudo meus sentimentos, mudando os meus sentimentos eu mudo a minha realidade.
O escritor Trent Hamn  da US news.com finanças; recomenda que a gente use um lembrete visual de nossas metas financeiras. "Certifique-se de ver o lembrete no início do dia, antes de você começar a tomar decisões." diz Trent
Manterei-me focada em meus objetivos.
1- Para ganhar o meu dinheiro eu trabalharei somente com o que eu amo fazer, e com o que me da prazer.
2- Eu recebo facilmente muito dinheiro que é meu por direito.
3- O meu trabalho é valioso. Eu recebo muito dinheiro por qualquer coisa que eu faça.
4- No final o dinheiro só trás alegrias.
5- Eu sou valorizada por tudo que eu ofereço e dou.
6- Eu gasto o meu dinheiro com o que eu desejo e como eu quero.
7- Eu sou a unica responsável pelo meu dinheiro, eu tomo todas as decisões em relação ao meu dinheiro.
8- Eu invisto o meu dinheiro em soluções, eu invisto meu dinheiro para fazer dinheiro prazerosamente.
9-  É muito bom e prazeroso administrar e cuidar do meu dinheiro.
10- Eu torno as pessoas que confiam em mim ricas.
O Intelecto pode explicar e o Instinto pode encontrar. Por que explicar se você não pode achar.
Agora eu uso o meu intelecto, e o meu Instinto para tero dinheiro.