Google+ Badge

Friday, July 17, 2015

Para Amantes de Bons Restaurantes

 O John pensa que restaurante não é sobre a comida, mas a experiência, então ele viaja pelo mundo visitando os melhores restaurantes, que as vezes são os mais caros.

Aqui esta uma lista de alguns restaurantes que o John já frequentou e frequenta 

1. Sublimotion  $ 2.078 dólares  por pessoa

O restaurante foi inaugurado em 2014, e esta localizado em Ibiza na Espanha. O restaurante é dirigido pelo Chef  ( 2 estrelas Michelin)  Paco  que utiliza gastronomia molecular na culinária e centra-se na culinária gourmet. Em 2014, o restaurante ganhou o prêmio de Melhor Inovação de Alimentação e Bebidas. O menu é composto por 20 pratos, e o restaurante pode acomodar no máximo 12 clientes.
Paco Roncero (nascido em 1969) é um chef espanhol reconhecido como um dos mais prestigiados cozinheiro, na cozinha arte-espanhola. Ele ganhou o Prêmio Nacional de Gastronomia 2006, concedido pela Academia Real de Gastronomia. Atualmente, ele também é jurado no programa de televisão Master Chef transmitido pela RCN  (Colômbia).

2. Urasawa  $ 1.111 dólares por pessoa

Este santuário da culinária japonesa, com um Sushi bar e espaço suficiente  para apenas 10 comensais noturnos, está localizado em um shopping center em Beverly Hills, na cidade de Los Angeles, California.
                                         Chef Hiroyuki Urasawa
O restaurante tem um menu de quase 30 pratos, que muda diariamente.
Hiroyuki Urasawa é um ex aprendiz de  Masa Takayama.

3. Per Se $ 851 dólares por pessoa

Tipo de comida:  New American e Francesa. Avaliação 3 estrelas Michelin Guide.
Esta elegante sala de jantar com vista para o Central Parque, é uma experiência obrigatória em Nova York.

4. O French Laundry ( Calif.)  $ 800  dólares por pessoa

Restaurante francês localizado em Yountville, Califórnia, no Vale do Napa. O edifício do restaurante  de 1900, está no Registro Nacional de Lugares Históricos. The French Laundry é frequentemente homenageado pela inclusão na lista anual Restaurant Magazine dos melhores 50 restaurantes do mundo (tendo sido nomeado "Melhor restaurante do mundo" em 2003 e 2004). Desde 2006, ele foi premiado com três estrelas no Guia Michelin para São Francisco. Ele recebeu uma avaliação favorável no The New York Times  e foi chamado como "o melhor restaurante do mundo, período", por Anthony Bourdain. Desde 2007, o restaurante tem sido o destinatário do Grande Prêmio Wine Spectator
Thomas Keller (nascido em 14 de outubro de 1955) é um chef, dono de restaurante e escritor de livro de receitas, americano. Ele e seu marco Napa Valley restaurante, The French Laundry, em Yountville, Califórnia, ganharam diversos prêmios da Fundação James Beard, nomeadamente o Melhor Chef Califórnia em 1996, e Melhor Chef na América em 1997. O restaurante é um vencedor Perene na lista da revista Restaurant, anual dos 50 melhores restaurantes do mundo.

 Em 2005, ele foi premiado com a classificação de três estrelas no Guia Michelin inaugural para Nova York por seu restaurante Per Se, e em 2006, ele foi premiado com três estrelas no Guia Michelin inaugural  pelo The French Laundry. Ele é o único chef americano a ter recebido simultâneas três estrelas Michelin classificações para dois restaurantes diferentes. Atualmente, ele ocupa 7 estrelas Michelin no total:. 3 no Per Se, 3 no The French Laundry, e 1 no Bouchon.

5. Meadowood  US $ 750 dólares por pessoa

O Restaurante é um Guia Michelin restaurante de 3 estrelas na Califórnia, EUA especializado em culinária local sustentável. O restaurante aplica uma "abordagem ligeiramente mais moderna" com o uso de agentes gelificantes, emulsionantes, e estabilizadores.
Christopher Kostow (nascido em 1976) cresceu em Illinois, e formou-se em filosofia pela Hamilton College, em Nova York. Ele se mudou para a França para mergulhar na culinária francesa através de estágios. Depois que ele se mudou para área da Baía de São Francisco, ele trabalhou sob Daniel Patterson em Elizabeth Daniel e Daniel Humm no Campton Place Restaurant antes de aceitar seu primeiro cargo executivo no Chez TJ em Mountain View. Ele esta no  restaurante  Meadowood desde 2008.

6. Alinea  $ 693 dólares por pessoa 

O restaurante tornou-se um dos dois únicos restaurantes em Chicago para receber a mais alta classificação de três estrelas do Guia Michelin  e posteriormente foi avaliada pelo crítico de restaurantes Sam Sifton no New York Times.  O restaurante foi inaugurado em  2005 e  é um dos restaurantes mais condecorados do mundo. Ele atualmente ocupa a mais alta classificação de três estrelas do Guia Michelin. Ele recebeu o AAA Five Diamond Award, o mais alto nível de reconhecimento por parte da AAA, em anos consecutivos, de 2007 a 2014. Ele também classificada como a No. 9 nos 50 Melhores Restaurantes. 
Grant Achatz (nascido em 25 de abril de 1974) é um chef e dono de restaurante americano, muitas vezes identificado como um dos líderes na gastronomia molecular ou cozinha progressiva.

7. Joël Robuchon  $ 640 dólares por pessoa

 O restaurante de gourmet francês, localizado em Las Vegas, Nevada, foi classificado com 3 estrelas pelo Guia Michelin, 5-estrelas por Forbes Travel Guide,  e foi classificado pela Wine Spectator e Travel and Leisure ser entre os melhores restaurantes do mundo. Ele foi classificado como um dos Top 5 melhores restaurantes nos Estados Unidos pela revista Gourmet.
Joël Robuchon (nascido em 07 de abril de 1945) é um chef e dono de resturante francês. Ele foi intitulado "Chef do Século" pelo guia Gault Millau em 1989  e também premiado como o Meilleur Ouvrier de France (Melhor Artesão da França) em cozinha em 1976. Ele publicou vários livros de receitas em francês, dois dos quais foram traduzida em Inglês, tem presidido a comissão para a atual edição do Larousse Gastronomique, e já participou de shows de televisão culinárias na França.  Ele opera uma dúzia de restaurantes em Bangkok, Bordeaux, Hong Kong, Las Vegas, Londres, Macau, Mônaco, Paris, Cingapura, Taipei e Tóquio, com um total de 25 Guia Michelin stars entre eles . A maior quantidade recebida por um chef no mundo.

8. Kitcho  US $ 600 dólares por pessoa

Kitcho (Kanji: 吉兆 Hiragana: き っ ち ょ う lit. "bom presságio") é uma rede de  restaurantes  kaiseki*, dos mais famosos no Japão. O restaurante foi fundado em 1930 por Teiichi Yuki em Osaka, e hoje alem de Osaka, tem restaurantes em Kyoto, Kobe, Fukuoka e Tóquio. Muitos políticos, empresários e artistas são clientes freqüentes.  A cerimônia do chá japonesa é um dos seus principais serviços.
*Kaiseki (懐石?) era, originalmente, uma refeição simples servida aos monges zen-budistas com chá, que mais tarde veio a se desenvolver na cerimônia do chá, recebendo, também, o nome de cha-kaiseki (茶懐石?). Mais atualmente, o prato se transformou em um sofisticando banquete consistindo de vários pratos servidos em diversas porções servidos em restaurantes, sendo chamado de kaiseki.


9. Masa  $ 450 - $ 2.550 dólares por pessoa

Masa (雅?) É um restaurante japonês e sushi localizado no quarto andar do Warner Center Time em Manhattan, Nova York. O restaurante foi inaugurado pelo chef Masa Takayama em 2004,  

O menu é Omakase (é uma frase japonesa que significa "Eu vou deixar isso para você").
  Masa é um dos únicos dois restaurantes de sushi na América do Norte a ter um sushi bar de madeira hinoki. As reservas para os 26 lugares disponíveis são feitas com três semanas de antecedência. O Chef Masa prepara o próprio menu, incluindo muitas vezes ingredientes sazonais. Ele usa muitos ingredientes exóticos, como trufas e Kobe beef. A maioria dos peixes veem voando do Japão. O Chef Masa pode ser visto trabalhando atrás do bar e, às vezes, servindo a comida também. Embora não haja um menu para solicitar a comida, o Chef Masa  mantem um registro do que ele tem servido para seus clientes e quais eram as suas reações.
Ao lado do restaurante, esta o Bar Masa, uma experiência gastronômica mais acessível oferecendo um menu à la carte. Em 2009, um segundo Bar Masa abriu em Las Vegas.


Masa acumulou a mais alta classificação do Guia Michelin com o guia 2009 e foi o primeiro restaurante japonês nos EUA a realizar o feito.  Ele recebeu três das quatro estrelas pelo The New York Times. Ele também recebeu cinco das cinco estrelas da Forbes Travel Guide (anteriormente conhecido como o Guia do Mobil). Ele foi nomeado como um dos Top 50 Nova York pela Travel + Leisure.  A revista Forbes classificou Masa como o mais caro restaurante nos EUA, de 2005 a 2009 , bem como o Sushi mais caro do mundo em 2007 e 2009.

Masa Takayama nasceu e foi criado no Japão. Após o colegial, ele trabalhou no famoso Ginza Sushiko em Tóquio. Em 1980, ele se mudou para Los Angeles, onde ele acabaria por abrir seu próprio Ginza Sushiko. Depois de quase 20 anos, e depois de ter estabelecido Ginza Sushiko como um dos mais caros restaurantes em Los Angeles, com a refeição tendo um preço médio de US $ 105 por pessoa, ele vendeu seu restaurante para seu sous-chef e se mudou para Nova York para abrir o restaurante Masa e mais tarde o Bar Masa em Nova York e Las Vegas. 

10. Plaza Athénée  $ 475 - $ 575 dólares por pessoa

A comida é  ousada: o Chef Ducasse e o chef executivo Romain Meder basearam o menu em torno da trilogia: peixe, verduras e cereais. A idéia é focar numa alimentação mais saudável com produtos que foram capturados ou cultivados de forma sustentável e em grande parte orgânicos. 
Há elementos até mesmo da culinária japonesa envolvidos, embora a cozinha ainda é fundamentalmente francesa. O serviço ainda é relativamente formal, a lista de vinhos é cheia de raridades e clássicos.  Ducasse criou, sem dúvida, algo refrescante e emocionante, concentrando-se na natureza e simplicidade.

11. D.O.M   $ 50 - $ 500 dólares por pessoa

D.O.M. é um restaurante de cozinha brasileira em São Paulo gerido pelo chef brasileiro Milad Alex Atala (3/06/1968) que foi considerado o sexto melhor chef do mundo. Conhecido pelo uso de ingredientes brasileiros nativos,  DOM foi considerado o melhor restaurante na América do Sul desde 2006 pela revista Restaurant, e desde 2006 incluídos na lista de 50 Melhores Restaurantes do Mundo S. Pellegrino.  Em maio de 2012 o restaurante alcançou o 4º lugar na lista de prestígio. Em 2014 Alex e D.O.M. ganhou o prêmio Chefs Choice.
Ales pesquisa os ingredientes utilizados no seu restaurante e supervisiona a produção em várias partes do Brasil. Alguns destes ingredientes são: suco de tucupi, pirarucu e piraíba peixes, o jambu erva, e a tapioca de farinha de mandioca.

12. Mani  $ 25 - $100 dólares por pessoa

A cozinheira chef Helena Rizzo dona do restaurante Maní foi nomeada a Melhor Chefe Mulher de Veuve Clicquot Mundial em 2014. o Restaurante Nani foi adicionada a lista dos 50 Melhores restaurantes do mundo no ano de 2013. Este ano o restaurante foi considerado o quarto melhor restaurante na América Latina.



Jeca Pagodinho - Caviar