Google+ Badge

Wednesday, August 12, 2015

Almas Gêmeas Na Historia. (Primeira parte)

 A alma gêmea existe?

Depois de vários anos estudando este assunto. Eu cheguei a conclusão, de que almas gêmeas existem. Almas gêmeas são duas pessoas que o amor e a energia deles juntos, produz algo no mundo que não podemos deixar de ignorar, elas nos fascinam.         

As historias das almas gêmeas percorrem  séculos

                                         1- Salomão e a Rainha de Sabá
 Salomão e a Rainha de Sabá é um filme épico estadunidense de 1959, dirigido por King Vidor. O roteiro  dramatiza o conteúdo do décimo e nono capítulos do Livro dos Reis e II Crônicas da Bíblia. Em maio 2008, a Universidade de Hamburgo anunciou oficialmente que arqueólogos alemães, descobriram os restos do palácio da Rainha de Sabá, datados do século X a.C., em Axum (Aksum), uma cidade sagrada da Etiópia, sob um antigo palácio real.

                               2- Marian e Akbar

Jodhaa Akbar (2008) é um filme épico histórico indiano,  centrado no romance entre o imperador mogol, e a princesa que se torna sua esposa. O filme ganhou o Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
Abu'l-Fath Jalal ud-din Muhammad Akbar, conhecido como Akbar I, literalmente "o grande", (15 de outubro de 1542 - 27 de outubro de 1605), foi imperador mogol de 1556 até sua morte. Ele foi o terceiro e um dos maiores governantes da dinastia Mughal na Índia.
Mariam-uz-Zamani Begum, também conhecida como Harka Bai, (05 de outubro de 1542 - 19 Maio 1623), foi a primeira e principal esposa do imperador Akbar, e a mãe do próximo imperador e a avó do seguinte imperador.
O seu casamento com Akbar , o levou a uma mudança gradual em sua política religiosa e social. O casamento foi um evento muito importante na história Mughal. Ela é amplamente considerada na moderna historiografia indiana como exemplificando Akbar e tolerância das diferenças religiosas e suas políticas inclusivas dentro de um império multi-étnico e multi-denominacional expansão do Mughal.

                                         3- Sissi e Francisco
Sissi (1955) é um filme austríaco do gênero romance histórico-biográfico, o qual retrata os primeiros anos da imperatriz Isabel da Áustria. Sissi, uma das maiores histórias de amor do cinema, narra a vida da princesa Isabel da Bavaria. Conhecida como Sissi, ela sonha em encontrar um amor verdadeiro. Quando conhece um jovem e bonito oficial numa cidade de veraneio, ela pretende que ele será seu principal cantado, até o momento em que percebem ser ele o imperador Franz Joseph, da Áustria, nobre destinado a se casar com sua irmã Helena. Apesar de Helena ter sido escolhida pela dominadora mãe de Franz, Sophie, o jovem imperador reluta e escolhe Sissi como sua noiva. Uma jovem e alegre princesa que conquistara o amor do monarca e os corações de seus súditos.
Quando o filme Sissi se classificou como grande sucesso na venda de bilhetes de entrada nos cinemas, seguiram-se as suas continuações.
Sissi a Imperatriz (1956)
 Sissi e Seu Destino (1957) A trilogia Sissi com Romy Schneider e Karlheinz Böhm pertence às produções cinematográficas em língua alemã de maior sucesso e aos filmes de maior êxito nos cinemas alemães e austríacos. O número de espectadores que viram o filme oscila entre 20 e 25 milhões.
Isabel da Áustria (24 de dezembro de 1837 - 10 de setembro de 1898) era a esposa do imperador Francisco José I ( 18 de agosto de 1830 –  21 de novembro de 1916) foi o Imperador da Áustria e Rei da Hungria de 1848 até sua morte.Os dois se casaram 24 de abril de 1854,eles tiveram três filhas e um filho.

                                       4- Vitoria e Albert
Jovem Rainha Vitoria é um filme de 2009 anglo-americano dirigido por Jean-Marc, com base no início da vida e reinado da rainha Victoria, e seu casamento com o príncipe Albert de Saxe-Coburgo-Gota. A história começa em 1837. Vitória, então com 17 anos, está no centro de uma luta pelo poder real. O seu tio, o Rei Guilherme IV, está para morrer e Vitória é a herdeira do trono.
Toda a gente quer ganhar os seus favores. No entanto, Vitória é posta à parte da corte pela possessiva mãe, a Duquesa de Kent e pelo seu ambicioso conselheiro, Conroy. Vitória odeia a ambos. Um dia, o elegante primo de Vitória, Alberto, é convidado para a visitá-la pela sua mãe. Francisco Alberto Augusto Carlos Emanuel (26 de agosto de 1819 – 14 de dezembro de 1861) foi o marido da rainha Vitória e príncipe consorte do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda de 1840 até sua morte.O

Características das Almas Gêmeas

 As Almas Gêmeas não se deixam limitar por convenções sociais. Elas estão a frente de seu tempo e época. 

                                    3- Pocahontas e John Rolfe
O Novo Mundo - The New Wold ( 2005)  foi realizado por Terrence Malick .

Pocahontas I
 Pocahontas (1595 – 21 de março de 1617)  encontrou-se com John Rolfe (1585- 1622), que caiu de amores por ela. John, cuja esposa e filha tinham falecido, tinha cultivado com sucesso uma nova espécie de tabaco em Virgínia e tinha gasto muito de seu tempo lá para a colheita. Em uma longa carta dirigida ao governador, pediu permissão para casar-se com ela, relatando seu amor por ela e sua crença de que ela poderia ter sua alma salva. Ele alegou que não estava somente movido "pelo desejo carnal, mas pelo bem desta plantação, pela honra de nosso país, pela Glória de Deus, pela minha própria salvação... ela se chama Pocahontas, a quem dirijo meus melhores pensamentos, e eu tenho estado por tanto tempo tão confuso, e encantado por esse intrincado labirinto...". Casaram-se em 5 de abril de 1614. 
Eles tiveram um filho, Thomas Rolfe, nascido em 30 de janeiro de 1615. A união do casal estabeleceu um clima de paz entre os colonos de Jamestown e a tribo de Powhatan por muitos anos; em 1615, James Habor escreveu que desde o casamento "nós tivemos um amigável comércio não só com os Powhatans como também com todas aqueles que estavam em nossa volta".

 Para as Almas Gêmeas, não existem barreiras de classe social e raça
  O meu bisavô era um ex senhor de escravo que casou com a minha bisavó no final do seculo 18.

4- Chica da Silva e João Fernandes

Chica da Silva ficou famosa por se tornar rica e poderosa.  Ela é popularmente conhecido como a escrava que se tornou uma rainha.
 João Fernandes de Oliveira (Mariana, 1720 — Lisboa, 1779) Governador do Arraial do Tijuco, uma das pessoas mais ricas do Brasil Colonial.Ele se apaixonou por:
 Chica da Silva (Francisca da Silva de Oliveira, c. 1732-1796), eles mudaram em 1753 para a casa que hoje tem o nome dela, e a libertou. O relacionamento do casal foi um escândalo na sociedade colonial. Ela se  tornou uma das mulheres mais poderosas da América colonial. Ao ser banida da igreja paroquial, que era reservada apenas para os caucasianos. O apaixonado João Fernandes àvido em satisfazer todos os desejos de Chica; construiu uma igreja de luxo apenas para ela. e manteve um sítio à sua disposição no bairro da Palha. Lá aconteceram grandes festas animadas por orquestras e passeios de barco pelo lago da propriedade. O casal viveu junto por vários anos e teve 13 filhos, todos reconhecidos pelo pai, num ato incomum para época: Francisca de Paula (1755); João Fernandes (1756); Rita (1757); Joaquim (1759); Antonio Caetano (1761); Ana (1762); Helena (1763); Luiza (1764); Antônia (1765); Maria (1766); Quitéria Rita (1767); Mariana (1769); José Agostinho Fernandes (1770).
Em 1770, João Fernandes teve de regressar a Portugal e levou junto com ele os 4 filhos que teve com Chica, que foram concedidos títulos de nobreza pelo Tribunal Português. As suas filhas permaneceram com Chica no Brasil e foram enviados ao Convento. Mesmo após a saída de João para Portugal, Chica manteve seu prestígio. Ela era um membro do São Francisco do Carmo (exclusivo para brancos), Mercês (exclusivo para mulatos) e de Rosário (exclusivo para os africanos). Ao morrer, ela foi enterrada na igreja de São Francisco de Assis, um privilégio somente para os brancos ricos.
5- Sally e Thomas
                            Sally Hemings Um Escândalo Americano
  Thomas Jefferson (1743 - 1826) um dos Fundadores do Estados Unidos, e o principal autor da Declaração da Independência (1776), e o terceiro presidente dos Estados Unidos (1801-1809). Ele era um porta-voz para a democracia.Em 1787, Sarah "Sally" Hemings (1773 -1835) com a idade de 14,  acompanhou a filha mais nova de Jefferson, Mary  para Londres e depois para Paris, onde o viúvo Jefferson, 44 anos na época, estava servindo como embaixador dos Estados Unidos na França. Sally passou dois anos lá. 
Jefferson in Paris (1995)
Na França Jefferson começou um "relacionamento sexual" com Sally, que  foi uma escrava doméstica na casa de Jefferson até a sua morte. Eles tiveram seis filhos, nascidos na escravidão,  dos quais quatro sobreviveram e todos ganharam liberdade. Eu tenho o livro das cartas escritas por ele, mas não tem nenhuma carta para Sally.  Quando Thomas Jefferson morreu, a filha dele queimou as infinitas cartas que ele escreveu para Sally. 
 Eles lutam por seu amor e por justiça no mundo juntos. Eles sonham em construir um mundo melhor juntos.


6- Belle e John Davinier 
Belle é a história de uma mulher vencedora. Ela não ficou esperando pelo príncipe, e nem quis agradar as pessoas. Mas teve a ousadia de construir  o destino que ela desejou para a vida dela.
     O filme é inspirado na pintura de 1779 da Dido Elizabeth Belle ao lado de sua prima Elizabeth.
 Belle, nasceu nas Índias Ocidentais. Ela é encontrada na pobreza por seu pai e entregue aos cuidados de seus tios. O filme  centra na relação de Belle  com um aspirante a advogado, John Davinier, em um momento de relevância jurídica. Um processo judicial é ouvido sobre o que ficou conhecido como o massacre Zong, quando os passageiros escravos de um navio negreiro foram atirados ao mar e o proprietário entra com um processo com a companhia de seguros para compensar as perdas. O seu tio William pronuncia sobre este caso na Corte do rei da Inglaterra em 1786, em uma decisão que contribuiu para a abolição da escravatura na Grã-Bretanha. Em uma época que a mulher era apenas um objeto, e os casamentos arranjados. A Belle casou com o homem que era queria. Um advogado branco.
Dido Belle Elizabeth (1761-1804) nasceu na escravidão como a filha natural de Maria Belle, uma mulher Africana escravizada nas Índias Ocidentais, 
e  John Lindsay(1737 – 1788), um oficial de carreira da naval britânico que estava estacionado lá. Ele participou dos "sete anos de guerra" Mais tarde ele foi nomeado cavaleiro e promovido a almirante. 
William Murray, primeiro conde de Mansfield, (2 de março de 1705 - 20 de março de 1793) foi um advogado britânico, político e juiz conhecido por sua reforma da lei Inglês.
Os tios de Belle a educou como uma dama livre em sua Kenwood House por 30 anos, juntamente com a sua prima, Elizabeth, cuja mãe havia morrido.
kenwood House
 Em seu testamento de 1793, Lord William a fez uma herdeira. Após a morte de seu tio-avô, Belle se casou com John Davinier, um francês que trabalhava como administrador de um cavalheiro, em 05 de dezembro. Eles tiveram três filhos. Ela morreu em 1804.
 As almas gêmeas desafiam seus pais, para poderem compartilhar o seu amor. Apos o casamento, Elizabeth foi deserdada pelo pai e rejeitada por seus irmãos. Assim começou um dos mais famosos casamentos literários da história.

7- Elizabeth e Robert

  1. A Família Barret  (1934) é um filme americano que descreve o romance da vida real entre os poetas Elizabeth e Robert. O filme foi indicado para o Oscar de Melhor Filme e Norma Shearer foi nomeada para o Oscar de Melhor Atriz.


  A Família Barret (1957) estrelou Jennifer Jones e Bill Travers.
Elizabeth Barrett Browning ( 6 de março, 1806 - 29 junho de 1861) foi uma das mais proeminente poeta inglesa da era vitoriana. Sua poesia era extensamente popular na Inglaterra e nos Estados Unidos durante sua vida. 
Robert  Browning (07 de maio de 1812 - 12 de dezembro de 1889) foi um poeta e dramaturgo Inglês cujo domínio do monólogo dramático, fez dele um dos principais  poetas Vitorianos.
O namoro e casamento entre os dois foram realizados em segredo, por medo da desaprovação do pai dela. 
8- Annie e Francis

Annie Oakley (1935)  é um filme biográfico americano dirigido por George Steven
Annie Oakley nasceu Phoebe Anny Mosey (13/08/1860 - 03/11/1926), era uma americana que aos 15 anos de idade,  ganhou uma competição de tiro contra o viajante irlandês-americano atirador em shows de variedades do oeste selvagem;

O casal se juntou ao show de Buffalo Bill. Ela se tornou uma estrela de renome internacional, atuando diante de realezas e chefes de Estado. Como Annie tornou-se a grande atração, ele se tornou seu empresário e escreveu artigos e comunicados de imprensa. Ela disse que a parte financeira sempre esteve nas mãos de seu marido.
Depois que se aposentaram, o casal teve  residências em sete diferentes lugares. Annie morreu no dia 03 de novembro. Ele parou de comer após sua morte, o que causou a sua própria morte por inanição dezoito dias depois, em 21 de novembro de 1926.

Eles Contam a Historia da humanidade juntos

9- Louise e John
Reds é um filme de 1981 drama épico americano co-escrito, produzido e dirigido por Warren Beatty.
 O filme centra-se na vida e carreira do John Silas "Jack" Reed (October 22, 1887 – October 17, 1920) , o jornalista e escritor que narrou a Revolução Russa em seu livro Dez dias que abalaram o mundo e sua esposa.

 Louise Bryant (December 5, 1885 – January 6, 1936) uma feminista jornalista, eles se casaram em 1916 .


Eles dançam a mesma dança




10- Irene e Vernon


A História de Vernon e Irene Castle The Story of Vernon and Irene Castle (1939) é uma comédia musical biográfica americana, lançado em 1939 e dirigido por H. C. Oleiro. As estrelas de cinema Fred Astaire, Ginger Rogers. O filme é baseado no livro; Meu marido e minhas memórias de Vernon Castelo, por Irene Castelo.
 William "Vernon" Blyth (02 de maio de 1887 - 15 de fevereiro de 1918) e Irene Castle nascida Irene Foote (17 de abril de 1893 - 25 de janeiro de 1969), eram uma equipe de marido e mulher de dançarinos de salão e professores de dança que apareceu na Broadway e no cinema mudo no início do início do século 20. Eles são creditados com a reavivar a popularidade da dança moderna.



Parece que eles amam em formas inumeráveis, inúmeras vezes ... Na vida após vida, na era após era, para sempre.


11- Cathy e Pierre
Renoir (2012) é um filme de drama francês com base nos últimos anos de Renoir, durante a Primeira Guerra Mundial. O filme foi dirigido por Gilles  Bourdos.
O filme conta a história romântica de Catherine, que foi a última modelo do pintor Pierre-Auguste Renoir e a primeira atriz nos filmes do filho dele, e seu futuro marido, o diretor de cinema Jean Renoir. Ela era o elo entre e dois famosos artistas aclamados, um pai o outro filho. Enquanto o pai está no final de sua brilhante carreira, o filho ainda está à procura de si mesmo, a sua futura grande carreira como um dos diretores de cinema mais célebres não tinha ainda começado.
Catherine Hessling (nascida Andrée Madeleine Heuschling, 22 de junho de 1900 - 28 de Setembro 1979) Ela é creditada frequentemente de incentiva-lo para uma carreira no cinema.. Ela Apareceu em 15 filmes, na maior parte em silêncio, antes de se aposentar da profissão e se retirar da vida pública em meados de 1930.
Jean Renoir (francês:15 de setembro de 1894 a 12 de Fevereiro 1979) era um diretor de cinema, roteirista, ator, produtor e autor. Como um diretor de cinema e ator, ele fez mais de quarenta filmes da era do cinema mudo até o fim da década de 1960. Seu filme Ilusão Grand (1937) e A Regra do Jogo (1939) são frequentemente citados pelos críticos como entre os maiores filmes já feitos.
Pierre-Auguste Renoir,  conhecido como Auguste Renoir ( 25 de fevereiro de 1841 a 3 de dezembro 1919) era um artista francês, um pintor líder no desenvolvimento do estilo impressionista. Como uma celebração da beleza, sensualidade feminina 
O amor é o sentimento mais puro da alma Gêmea.  
12- Gable e Lombard
 Gable e Lombard 
O par se conheceu em uma festa de Hollywood, onde o homem de liderança robusta Clark Gable (1 de fevereiro de 1901 – 16 Novembro de 1960) evita o desgaste da noite e Carole Lombard nascida Jane Alice Peters (6 de outubro 1908 – 16 janeiro 1942) chega em uma ambulância que destrói seu carro. Eles discutem. Ele ameaça espancá-la. Ela lhe dá um soco na mandíbula. Os dois não gostam uns aos outros, mas como o destino conspira para reuni-los de novo e de novo, eles começam a admirar um ao outro e se apaixonam.
  1. O Executivo  Louis B. Mayer temia que qualquer publicidade sobre o caso de Clark, colocaria em risco a sua carreira, e uma vez que ele é o mais valioso ator do estúdio, Mayer torna-se protetor de sua estrela. A sua esposa, finalmente, concedeu-lhe o divórcio, e os dois casaram. Os felizes para sempre final é frustrado quando ela é morta em um acidente de avião, durante a Segunda Guerra Mundial.

  2. Quantas almas gêmeas, uma pessoa tem? Ou sera que não era alma gêmea? 

  3. 13- Fanny Brice, Julius e William 


Garota Engraçada - Funny Girl
Fanny Brice nome artístico de Fania Borach  (29/10/1891 - 29/05/ 1951) e
 Julius Wilford "NickyArnstein(Junho de  1879 – 2 de outubro de 1965)
Senhora Engraçada - Funny Lady 
Fanny e William "Billy" Rose (06 de setembro de 1899 - 10 de fevereiro de 1966) 

  1.  Eles Ganham o Premio Nobel juntos e abrem o caminho para futura gerações de almas gêmeas.


    14- Marie e Pierrie
    15- 
    Irene Joliot Curie e Friedrich Joliot


Madame Curie
A estudante polonesa Marie Curie  (07 de novembro de 1867 - 4 de julho de 1934)se destaca na Universidade de Sorbone  em Paris, o que leva seu tutor, o Prof. Perot, a indicá-la para trabalhar com o famoso pesquisador Pierre Curie (15 de maio de 1859 - 19 de abril 1906)
Pierre não quer que nada atrapalhe suas pesquisas e a princípio não gosta de ter uma mulher em seu laboratório, mas com o tempo reconhece a capacidade e a dedicação de Marie ao trabalho, se apaixona e o casal acaba por se casar. Marie começara a investigar as propriedades radioativas presentes no minério de uranita, mais precisamente nas rochas de pechblenda, e suas medições a levam a deduzir que somente os elementos conhecidos não poderiam gerar o nível de radiação obtido. Assim, ela e Pierre, começam o extenuante trabalho de tentar isolar o novo elemento, que Marie denomina de Radio, usando o método da cristalização.
O primeiro casal a ter ganho um prêmio Nobel foi Marie Curie e seu marido Pierre Curie no ano de 1903. Curiosamente, os Curie eram uma família Prêmio Nobel de muito sucesso. 
                                         Irene Curie e marido
A filha do Curies Irene Joliot Curie também ganhou um prêmio Nobel de Química, juntamente com seu marido Friedrich Joliot, em 1935, pela descoberta de novos isótopos radioativos preparadas artificialmente.
   Eles amam e lutam pelas ideologias e causas que acreditam juntos.

17- Olga e Luis

Olga é a crônica convincente  da judia alemã
Olga Benario Prestes (1908-1942) Luís Carlos Prestes (03/011898 - 07/03/1990).


18 - Anna e Rei Mongkut
O Rei e Eu
  O filme conta a história verídica de Anna Harriette Leonowens nascida Anna Harriet Emma Edwards ( 5 de novembro 1831 – 19 de janeiro de 1915) que viaja ao Sião (atual Tailândia) contratada como preceptora e professora dos filhos do rei Mongkut (18 de outubro de 1804 – 1 de outubro 1868). Apesar de no princípio haver um certo choque de culturas e hábitos, eles acabam por se aceitarem na sua diversidade. Com muito humor, coreografias e músicas lindas e contagiantes, se tornou um clássico no mundo todo.

Eles amam e vivem grandes aventuras juntos



19- Karen e Denys

 Entre dois Amores Out of Africa O filme é vagamente baseado no livro autobiografico " Den Afrikanske Far" da dinamarquesa Karen  publicado em 1937 .
Baroness Karen von Blixen-Finecke (17 abril 1885 – 7 setembro 1962)  Denys George Finch Hatton (24 April 1887 – 14 maio 1931) 
20- Kuki e Paolo

A Africa dos Meus Sonhos  é um filme baseado na autobiografia da ambientalista Kuki Gallman (nascida em 01 de junho de 1943)  e Paolo Gallmann (m.? -1980).

21- Clara e Robert

Sonata de Amor - Song of Love (1947)
O romance ficcional no século 19, de músicos Clara e Robert. Clara dá a sua carreira próspera como pianista de concerto para dedicar-se ao seu marido  compositor Robert. Incapaz de lidar com a decepção e fracasso, Robert morre em um asilo, deixando a pobre Clara para lidar com sete filhos e dívidas crescentes.
Clara Schumann, nascida Clara Josephine Wieck ( 13 de setembro de 1819 - 20 de maio de 1896) foi uma pianista e compositora romântica alemã. 
Desde muito jovem, aprendeu a técnica do piano com seu pai. A mãe, era uma excelente musicista e dava concertos. Quando Clara tinha 4 anos, os pais se divorciaram, e o pai ganhou a custódia da menina. Aos 5, Clara começou a ter lições de piano mediante a disciplina rígida do pai. A partir dos 13 anos desenvolveu uma brilhante carreira pianística, apresentando-se em vários palcos pela Europa.
Destacou-se não só por isso, mas também pela performance de compositores românticos da época, como Chopin e Carl Maria Von Weber. Na adolescência iniciou um romance com Robert que na época era aluno de seu pai. Ao tomar conhecimento da ligação de Robert e Clara, seu pai ficou furioso, pois Robert tinha problemas com a bebida, o fumo e crises depressivas. Preocupado com o futuro da filha, proibiu a relação. A conseqüência foi uma longa batalha judicial, em que, após um ano de litígio, Robert conseguiu a permissão para desposar Clara, após ela completar 21 anos.
Robert Alexander Schumann (8 de junho de 1810 —  29 de julho de 1856) foi um compositor alemão. O quinto e último filho de um livreiro e romancista. Robert começou a compor antes da idade de sete anos, mas sua infância foi gasto no cultivo da literatura tanto quanto a música.
Em 1830, ele passou a dedicar-se exclusivamente à música.
Depois do casamento, Clara e Robert começaram uma longa colaboração, ele compondo e ela interpretando e divulgando suas composições. 
  1. A gente pronuncia o nome deles sempre juntos. Eu cresci com duas pessoas que se amavam , os meus avós.  As pessoas sempre chamava a minha avó  de D. Rola do seu Zé Pedro, ou o meu avô do seu Zé Pedro da dona Rola. A gente sempre associa um ao outro como 
  2. 22- Maria Bonita e Lampião.


  3. O Cangaceiro é um filme brasileiro de 1953 escrito e dirigido por Lima Barreto, com diálogos criados por Rachel de Queiroz.
    O Cangaceiro ganhou o prêmio de melhor filme de aventura e de melhor trilha sonora no Festival Internacional de Cannes. A música Mulher Rendeira é interpretada pela também atriz Vanja Orico acompanhada pelo coro dos Demônios da Garoa. O sucesso em Cannes levou o filme para mais de 80 países e ele foi vendido para a Columbia Pictures. Só na França, ficou cinco anos em cartaz.
Lampião o Rei do Cangaço (1964)

  1. "Capitão" Virgulino Ferreira da  Silva, mais conhecido como Lampião ( nascido em 7 de junho, 1897 ou 4 de junho de 1898 ou 12 de fevereiro de 1900)
    Ele  foi o mais famoso líder dos bandidos do Cangaço. As façanhas de Lampião transformou-o em um "herói". 
  2. Maria Bonita era o apelido de Maria Gomes de Oliveira (8 de março de 1911— 28 de julho de 1938)o Lampião e a primeira mulher a participar de um grupo de cangaceiros.
  3. Lampião fez a musica mulher Rendeira para a sua alma gêmea Maria Bonita
  4. Eles estavam apaixonados e comprometidos especialmente até o fim. Eles estavam determinados a não serem capturados vivos e não serem separados. 

  1. 23- Bonnie e Clyde 
Bonnie e Clyde  (1967)é um filme norte-americano, produzido e realizado por Warren Beatty e dirigido por Arthur Penn. É considerado um dos mais importantes filmes da época, responsável pela mudança na linguagem cinematográfica de Hollywood na década seguinte.

24- Wallis e Edward 
Wallis e Edward  (2005) é um filme britânico e dramatiza os acontecimentos da crise abdicação de Edward VIII. .
Edward VIII (Edward Albert Christian George Andrew Patrick David; 23 de junho de 1894 - Maio 28, 1972) eram o rei do Reino Unido e das autoridades do Império Britânico, e o imperador da Índia, a partir de 20 de janeiro de 1936 até sua abdicação em 11 de dezembro do mesmo ano.
Edward era o filho mais velho do rei George V e da Rainha Mary. Quando jovem, ele serviu no exército britânico durante a Primeira Guerra Mundial e realizou várias excursões no exterior em nome de seu pai.
Edward tornou-se rei na morte de seu pai no início de 1936. Ele mostrou impaciência com o protocolo da corte, e causou preocupação entre os políticos por sua aparente indiferença para convenções constitucionais estabelecidos. Ele causou uma crise constitucional ao propor a união com Wallis Simpson, uma americana que se tinha divorciado seu primeiro marido e estava se divorciando de seu segundo. Os primeiros-ministros do Reino Unido e das autoridades se opuseram ao casamento, argumentando que as pessoas nunca aceitariam uma mulher divorciada com dois ex-maridos vivos como a rainha
. Além disso, tal casamento teria entrado em conflito com o estado de Edward como a cabeça titular da Igreja da Inglaterra, que no momento se opuseram ao novo casamento de pessoas divorciadas se os seus ex-cônjuges ainda estavam vivos. Edward sabia que o governo britânico, liderado pelo primeiro-ministro, renunciaria se a união foi adiante, o que poderia ter forçado uma eleição geral e arruinaria seu status como um monarca neutro na politica constitucional. Entao ele abdicou. Ele foi sucedido por seu irmão mais novo Albert
Após sua abdicação, ele se tornou Duque de Windsor. Casou-se com Wallis na França em 3 de Junho de 1937. Mais tarde naquele ano, o casal visitou a Alemanha.
Durante a Segunda Guerra Mundial, ele estava no primeiro estacionado com a missão militar britânica para a França, mas, depois de acusações privadas de simpatias nazistas, ele foi nomeado governador das Bahamas. Depois da guerra, ele passou o resto de sua vida na aposentadoria na França.
Wallis, Duquesa de Windsor anteriormente Wallis Simpson e Wallis Spencer, nascida Bessie Wallis Warfield (19 de junho de 1896  - 24 de abril de 1986) era um socialite americana.
O pai de Wallis morreu pouco depois de seu nascimento, e ela e sua mãe viúva foram parcialmente apoiadas por seus parentes mais ricos. Seu primeiro casamento, com US oficial naval Win Spencer, foi pontuada por períodos de separação e, eventualmente, terminou em divórcio.
Em 1934, durante seu segundo casamento, com Ernest Simpson, ela começou um caso com o rei da Inglaterra, depois que ela se casou pela terceira vez. ela foi formalmente conhecida como a duquesa de Windsor, denominada como "Sua Graça", um estilo normalmente reservados apenas para duques e duquesas não reais.
  1.                                          Ernest com sua amante e futura esposa
    Antes, durante e após a Segunda Guerra Mundial, o duque e a duquesa de Windsor eram suspeitos por muitos no governo e na sociedade de serrem simpatizantes do nazismo.
    Nos anos 1950 e 1960, ela e o duque viveram entre a Europa e os Estados Unidos, vivendo uma vida de lazer como celebridades da sociedade.
  2. Após a morte do duque em 1972, a duquesa viveu em reclusão, e raramente era vista em público. A sua vida privada tem sido uma fonte de muita especulação, e ela continua a ser uma figura controversa na história britânica.

25- Carolina de Sayn-Wittgenstein e Franz Liszt

  1. Sonho de Amor - Song Without End (1960)
    A história ficcional do compositor húngaro Franz Liszt (22 October 1811- 31 July 1886)
  2.  e a princesa Carolina de Sayn-Wittgenstein (8 de fevereiro de 1818 - Roma, 9 de março de 1887)
  3. O Grão-duque de Weimar tinha oferecido a Franz um cargo de prestígio, e a princesa juntou-se a ele em fevereiro de 1848, vivendo juntos durante muitos anos. Carolina era, então, independente do seu marido desde há algum tempo.
  4. A Igreja Católica Romana eventualmente quis que a princesa se casasse com Franz e regularizasse a sua situação, mas por ela estar ainda casada e o marido estar ainda vivo, a princesa teve que convencer as autoridades católicas de que seu casamento tinha sido inválido. Depois de um intrincado processo, foi temporariamente bem sucedida, em setembro de 1860).
    Estava previsto que o casal iria se casar em Roma, em 22 de outubro de 1861, 50.º aniversário de Franz. Ao chegar em Roma em 21 de outubro de 1861, Franz descobriu que a princesa, no entanto, era incapaz de se casar com ele, pois parece que tanto o marido dela como o Czar da Rússia conseguiram revogar a permissão para o matrimônio no Vaticano.
    O governo russo também apreendeu várias das suas propriedades (que tinham milhares de servos), o que fez com que o seu casamento eventual com Franz, fosse inviável. Além disso, o escândalo teria prejudicado seriamente a sua filha, claramente a razão principal pela qual o príncipe pôs fim ao casamento agendado.Depois que ele ter recebido ordens menores na Igreja Católica e se tornar abade. O relacionamento deles tornou-se platônico

    Eles faleceram com oito meses de diferença, o que fez deles um par lendário.
26- Maria e Capitão von Trapp 
A Noviça Rebelde - The Sound of Music  é um filme norte-americano de drama musical dirigido e produzido por Robert Wise. Baseado no livro de memórias: The Story of the Trapp Family Singers, escrito por Maria von Trapp. 
  1. Protagonizado por Julie Andrews e Christopher Plummer — que interpretam respectivamente Maria e Capitão von Trapp —, o filme narra as aventuras de uma jovem mulher austríaca que estuda para se tornar uma freira em Salzburgo no ano de 1938 e acaba sendo enviada para a casa de campo de um oficial da marinha viúvo e aposentado, para ser a governanta de seus sete filhos. Depois de trazer música e amor para as vidas das crianças através da bondade e paciência, ela se casa com o Capitão e, juntamente com as crianças, descobre uma maneira de sobreviver à perda sua terra natal através da coragem e da fé.
                                           Von Trapp é o nome da família de cantores austríacos
    Maria e o Comandante Naval Georg von Trapp casaram-se em 1927, depois dela ser convidada pelo capitão para deixar o convento onde estudava teologia e era uma noviça, para ser sua governanta. Georg tinha sete filhos, do casamento ao qual havia ficado viúvo. Em 1935, Georg perde sua fortuna com a falência do banco austríaco onde estava depositada e a família, para sobreviver, começa a cantar profissionalmente.
    Após se apresentarem num festival de música, o sucesso fez com que começassem a cantar em turnês pelo país. Em seguida à anexação da Áustria pela Alemanha nazista em 1938, o anti-nazista George fugiu com a família pelos Alpes para a Itália e de lá para os Estados Unidos, enquanto a mansão onde moravam em Salzburgo se tornava o quartel-general da SS de Heinrich Himmler.
    Chamando a si mesmos de Cantores da Família Trapp, agora com dez crianças em vez de sete, três deles filhos de Maria e Georg, os von Trapp passaram a guerra se apresentando em concertos nos Estados Unidos e depois pelo mundo.
    Após a guerra, fundaram a Trapp Family Austrian Relief, Inc., uma entidade criada para enviar toneladas de roupas e comida ao povo austríaco afundado na pobreza e na fome do pós-guerra.
    Georg von Trapp morreu de câncer em 1947 e alguns anos depois a família se separou e Maria e dois de seus filhos foram ser missionários no Pacífico Sul. Ela voltou aos Estados Unidos depois de algum tempo e morreu em 1987 em Vermont, onde haviam se instalado desde a fuga da Europa, aos 82 anos.
  2. Almas Gêmeas Na Modernidade (segunda parte)