Wednesday, August 12, 2015

18 Atrizes Famosas Reveladas em Filmes Biográficos

Anna May Wong
Anna May Wong: In Her Own Worlds (Em Suas Próprias Palavras) 
Anna May Wong nasceu Wong Lui Tsong (03/01/1905 - 03/02/1961), foi a primeira atriz Americana-Asiática a ganhar reconhecimento internacional.
                                                               Anna sentada no colo de sua mãe em 1905
 Anna tornou-se apaixonada por cinema e numa idade jà adiantada, ela começou a atuar em filmes na era do  cinema mudo, atuando em alguns filmes.
Anna estava frustrada pelos papéis coadjuvantes e estereotipados em Hollywood, então ela partiu para a Europa em 1920, onde atuou em várias peças e filmes notáveis, entre eles Piccadilly. Anna tornou-se um ícone da moda e alcançou o estrelato internacional em 1924
 Ela passou a primeira metade da década de 1930, viajando entre os Estados Unidos e Europa para trabalhos em cinema e teatro. Ela foi destaque em filmes, como Filha do Dragão (1931) , Shanghai Express (1932) e Filha de Shanghai (1937)
Em 1935, Anna sofreu uma grande decepção, quando Metro-Goldwyn-Mayer recusou-se a considerá-la para o papel de liderança do caráter chinês O-Lan na versão cinematográfica de Pearl S. Buck The Good Earth, preferindo a atriz alemã Luise Rainer para desempenhar o papel principal. Anna passou o ano seguinte em turnê pela China, visitando a vila ancestral de sua família e estudando a cultura chinesa.
 Durante a Segunda Guerra Mundial, quando ela dedicou seu tempo e dinheiro para ajudar a causa chinesa contra o Japão. Ela voltou aos olhos do público na década de 1950 em várias aparições na televisão, bem como em sua própria série em 1951, a Galeria de Madame Liu-Tsong, o primeiro programa de televisão a cabo norte-americano estrelado por uma série Asiático-Americano.
A biografia, Shining Star: The Anna May Wong Story, foi publicado em 2009.

Annette Funicello
Um sonho é um desejo que seu coração faz: A Annette Funicello História - A Dream Is a Wish Your Heart Makes: The Annette Funicello Story

                                                      Annete Kelleman  
A Rainha do Mar - Million Dollar Mermaid (1952), é uma cinebiografia da campeã australiana de natação e estrela do vaudeville, atriz, escritora e empresária.  Annette Marie Sarah Kellerman (6 de julho 1886 - 6 Novembro de 1975)  retratada por Esther Williams. Depois de superar a poliomielite, Annette alcançou fama e criou um escândalo quando ela usa uma peça de maiô que é considerada indecente.
Ela foi uma das primeiras mulheres a usar um traje de banho de uma peça só, em vez de as pantalonas então aceitas, e inspirou outros a seguir seu exemplo. Os trajes de natação de Annette se tornaram tão populares, que ela começou a sua própria linha de moda de roupas de banho de uma peça.
 E como a estrela de A Filha dos Deuses, ela se tornou a primeira atriz estrela a aparecer nua em uma produção de Hollywood. Ela foi uma defensora da saúde, fitness e beleza natural ao longo de sua vida. Annette escreveu vários livros, incluindo como nadar (1918), Beleza física: "How to Keep It" (1919), um livro de histórias infantis intitulado: Os contos de fadas dos Mares do Sul (1926), e a autobiografia  Minha História. .
Em 1912,ela se casou com seu gerente americano James Sullivan.
Em 1908, depois de um estudo de 3000 mulheres, o Dr. Dudley A. Sargent, da Universidade de Harvard apelidou-lhe a "mulher perfeita" por causa da similaridade de seus atributos físicos para a Vênus de Milo. 
Ela não tinha filhos e morreu aos 89 anos. Grande coleção de figurinos e memórias teatrais dela foi legado à Sydney Opera House.  Hoje, muitos de seus trajes originais e objetos pessoais estão num museu na  Austrália

                                                     Corinne Griffith
O Delicado Estado do Papai (1963) é um filme de comédia, e uma adaptação do livro de memórias da atriz de cinema, produtora e autora Corinne Griffith Mae  (21 de novembro de 1894 - 13 julho de 1979)  com o mesmo nome, sobre seu pai e ela crescendo em Texas.
Apelidada de "A Dama Orquídea da Tela", ela foi uma das atrizes mais populares da década de 1920 e amplamente considerada a mais bela atriz do cinema mudo. Pouco depois do advento do filme sonoro, ela parou de atuar e tornou-se um autora bem sucedida.

                                             Debra Winger
Procurando por Debra Winger - Searching for Debra Winger (2002) é um documentário americano concebido e dirigido por Rosanna Arquette. Ele apresenta uma série de entrevistas com as principais atrizes que discutem as várias pressões que enfrentam as mulheres que trabalham na indústria cinematográfica durante a tentativa de conciliar seus compromissos profissionais com as suas responsabilidades pessoais para suas famílias e elas mesmas. O primeiro filme que Rosanna já viu foi Os Sapatos Vermelhos, a história de uma mulher incapaz de escolher entre sua dedicação a sua arte e a perspectiva de amor ao longo da vida. A luta emocional do personagem deixou um impacto indelével em Roana. Ela também ficou consternada com a aposentadoria auto-imposta de Debra Winger da cena de Hollywood. Curiosa para saber como muitos outros artistas do sexo feminino nos sentimos pressionados a abandonar suas carreiras e por que razões elas optam por fazê-lo, Rosanna envolvida em uma discussão animada, com muitos de suas parceiras, Uma-a-uma ou em pequenos grupos, e seus comentários editados resultou neste filme.
Debra explica que a sua decisão de parar de atuar não era tanto uma questão de fugir de algo como abraçar uma vida pessoal, que ela sentia falta. Ela diz que está aberta à possibilidade de voltar para a tela para os papéis certos, e desde o lançamento do documentário trabalhou em alguns filmes, nomeadamente Rachel Getting Married que lhe rendeu elogios da crítica.
Debra Lynn Winger (nascida em 16 de maio de 1955) é uma atriz e produtora americana. Ela foi indicada três vezes ao Oscar de Melhor Atriz. Ela ganhou o premio da Sociedade Nacional de Criticos de Melhor Atriz por Laços de Ternura, e o Prêmio Festival Tokyo International Film de Melhor Atriz por uma mulher perigosa (1993). Seus outros papéis no cinema incluem  Cowboy Urbano(1980), Legal Eagles (1986), Viúva Negra (1987), Betrayed (1988), Esqueça Paris (1995) e O Casamento de Rachel (2008). Em 2012, ela fez sua estréia na Broadway como produtora.
Dolores Hart
Deus é o Maior Elvis (2011) é um filme  documentário sobre a atriz americana Dolores Hart, (nascida em 20 de outubro de 1938) , que abandonou sua carreira de sucesso com a idade de 24 para se tornar uma freira beneditina.
 Dolores co-estrelou com Elvis Presley no filme  Loving You (1957).
Foi neste filme que ela beijou Elvis. Este foi o primeiro beijo de Elvis na tela em um filme. Ambos Dolores e Elvis iria se reunir no ano seguinte em de King Creole. Ela fez dez filmes em cinco anos.  No início da década de 1960, ela "surpreendeu Hollywood" , ao anunciar que ela ia desistir de sua carreira para entrar para um mosteiro. Mais tarde ela foi eleita Abadessa do Mosteiro de Regina Laudis em Connecticut, uma posição na qual ela serviu sua comunidade monástica por muitos anos.

                                           Elizabeth Taylor
The Elizabeth Taylor Story
Elizabeth Rosemond Taylor (1932 —2011), foi atriz anglo-americana. Liz, como foi mais conhecida, foi considerada uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos; a marca registrada são os traços delicados de seu rosto e seus olhos de cor azul-violeta, uma cor rara, emoldurados por sobrancelhas desenhadas e espessas, de cor negra. Foi uma celebridade cercada por intenso glamour, carinho de fãs e muito luxo. Ela era uma grande apreciadora de jóias, adorava o brilho de brincos, colares, anéis e pulseiras, além de amar maquiagens, sapatos de grife, bolsas da moda e vestidos caros.
Filha dos americanos Francis Leen Taylor (1897–1968) e Sara Viola Rosemond Warmbrodt (1895–1994). Em 1939, a família mudou-se para os Estados Unidos .
Em 1949, ela começou a carreira cinematográfica, quando foi Contratada pela Universal Pictures, filmou There's One Born Every Minute, mas não teve o contrato renovado.
Em 1943 num pequeno papel da série Lassie, apaixonou-se pela profissão e permanecer nos estúdios.
Em 1950, casou com Conrad Nicholson Hilton. É mãe de Catherine Taylor.
De 1952 a 1957, ela ficou casada com Michael Wilding, eles tiveram dois filhos: Michael, nascido em 1953, nascido em 1955.
Em 1957, ela casou se com Michael Todd, tendo sido casada com ele por 1 ano, teve uma filha , chamada Eliza Frances Todd, mas conhecida como Liza. Elizabeth Taylor ficou viúva em 1958.

Em 1959 se casou com o melhor amigo de seu marido, Eddie Fisher, com quem viveu até 1964, mas se envolveu com Richard Burton e o casamento terminou.
De 1964 a 1974 ficou casada  com o ator britânico Richard Burton, notório pelo alcoolismo,
 O casal resolveu adotar uma menina alemã, a quem batizaram de Maria Taylor Jenkins. O casamento com Burton era muito conturbado, cheio de brigas e ciúmes, com indas e vindas, chegando a ficar separados por mais de seis meses. Nos anos 70, ainda casada, passou a trair o marido com o embaixador iraniano nos Estados Unidos, Ardeshir Zahedi, se encontrando com ele em quartos de luxo da cidade. Taylor, por odiar mentiras, resolveu assumir o romance com o iraniano e assim conseguiu divorciar-se de Burton, com quem já não era mais feliz, já que ele era agressivo, ciumento e bebia demais. Ela fez duplas com ele em vários filmes nos anos 60, como o antológico Cleópatra, o dramático Quem tem medo de Virgínia Woolf?, em que ela ganhou o segundo Óscar, Os Farsantes e A Megera Domada. Vencedora duas vezes do Óscar da Academia para Melhor Atriz, o primeiro em 1960 pelo papel da call-girl de Disque Butterfield 8. Nessa década, com o reconhecimento do prêmio máximo do cinema mundial, consagrou-se como a mais bem paga atriz do mundo.
 De 1975 a 1976. Vendo que o que viveu com Ardeshir Zahedi não passou de encontros sem importância para ele, que ele não queria ter nada sério, Taylor resolveu se separar dele. 
De 1976-1982 foi casada com  John Warner, um político. 
Os anos passaram e ela não quis mais se casar, apenas namorar alguns homens e viver pequenas aventuras, até que conheceu Larry Fortensky. Se apaixonou pelo caminhoneiro, e o casamento dos dois ocorreu em 1991 e foi realizado no Rancho Neverland, propriedade de seu amigo Michael Jackson. A separação ocorreu em 1996, por diferenças que ela classificava como irreconciliáveis. Ele foi seu último marido, e após o término, passou a namorar alguns homens, mas sem casar outra vez
Foi a melhor amiga do "Rei do Pop" Michael Jackson, que participou de perto e a ajudou em seus casamentos e sofrimentos. Jackson dedicou-lhe vários de seus trabalhos, inclusive a canção "Liberian Girl" e "Elizabeth, I Love You". Também era madrinha de seu primeiro filho, Prince Michael Jackson I, juntamente com o ator Macaulay Culkin.
Em 1997, a atriz passou por uma delicada cirurgia para remover um tumor do cérebro.
Foi pioneira no desenvolvimento de ações filantrópicas, levantando fundos para as campanhas contra a AIDS a partir dos anos 80, logo após a morte de Rock Hudson. Em 2001 recebeu do presidente Bill Clinton a segunda mais importante medalha de reconhecimento a um cidadão norte-americano: a Presidential Citizens Medal, oferecida pelos seus vários trabalhos filantrópicos. Nessa época se agravaram os problemas de saúde, ganhando peso e sendo levada a internações recorrentes em hospitais.

                                           Frances Farmer
Frances (1982) é um filme norte-americano, dirigido por Graeme Clifford e baseado na vida da atriz e apresentadora de televisão, Frances Elena Farmer (19 de setembro de 1913 - 1 de agosto de 1970)
Em 1931, enquanto participava do colegial, ela  ganhou US $ 100  um concurso de redação promovido pela Scholastic Magazine, com seu ensaio polêmico "Deus morre".  Foi uma tentativa precoce de conciliar seu desejo de, em suas palavras, um "superfather" Deus, com suas observações de um mundo caótico e sem Deus. Em sua autobiografia, ela escreveu que o ensaio foi influenciado por sua leitura de Friedrich Nietzsche: "Ele expressou as mesmas dúvidas, só que ele disse em alemão:" Gott ist tot. Deus está morto. Isso eu conseguia entender. Eu não estava assumindo que não havia nenhum Deus, mas eu poderia encontrar nenhuma evidência na minha vida que ele existia ou que ele já tinha mostrado qualquer interesse particular em mim. Eu não era uma ateia, mas eu certamente era uma agnóstica, e quando eu tinha dezesseis anos eu estava bem doutrinados para esta teoria. 
France Farmer: Esta é Sua Vida
Embora seu pai fosse um proeminente advogado, ela exibiu independência através de seu trabalho como um lanterninha em um cinema, uma garçonete, uma tutora, e uma operária de fábrica.  

Em 1935 Paramount ofereceu-lhe um contrato de sete anos. Em seu aniversário de 22 anos ela se mudou para Hollywood. Ela casou com ator Leif Erickson nascido William Anderson Wycliffe (27 de outubro, 1911 - 29 de janeiro de 1986) foi um ator de palco, cinema e televisão americano.
 quatro livros,  
Uma autobiografia somente publicada depois de sua morte.
e canções

Culture club -The medal Song
etc..........
 e artigos de revistas numerosos. 
 Ela se sentia sufocada pela tendência da Paramount para lançà-la em filmes que dependiam de sua aparência mais do que o seu talento. Seu estilo franco fazia parecer pouco cooperante e desdenhoso. Numa época em que os estúdios ditava todas as facetas da vida de uma estrela, ela se rebelou contra o controle do estúdio e resistiu a  sua vida privada. 
France teve um caso com Odets, mas ele era casado com a atriz Luise Rainer. ela se sentiu traída quando ele terminou o relacionamento; e quando o Grupo escolheu outra atriz  cuja família financiou a peça para seu lugar-ela passou a acreditar que o grupo tinha usado seu poder de atração de forma egoísta para promover o sucesso da peça. Ela voltou para Hollywood.
Em 1939, seus hábitos de trabalho temperamentais e agravamento  do alcoolismo começaram a danificar sua reputação. Enquanto isso, seu casamento com Erickson havia se desintegrado e terminado em divórcio em 1942. .....Alfred Lobley (1951 - 1958) (divorciou)

Grace Kelly 

Grace de Mônaco (2014) é um filme de drama biográfico franco-americano dirigido por Olivier Dahan.  Nicole Kidman no papel titular como Grace Patricia Kelly.
O filme está focado na crise do casamento e da identidade, da ex-estrela de Hollywood Grace Kelly durante uma disputa entre de Mônaco Príncipe Rainier III e da França Charles de Gaulle em 1962, bem como seu considerando um retorno a Hollywood para filmar Marnie de Alfred Hitchcock.


Grace nasceu em 12 de novembro de 1929 
 Em 1950, com a idade de 20, ela embarca em uma carreira de atriz, aparecendo em  mais de 40 episódios de produções teatrais.
 Em outubro de 1953, ela ganhou o estrelato em sua atuação no filme Mogambo. Ele lhe valeu um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar em 1954. Ela teve papéis principais em cinco filmes, incluindo Amar é Sofrer , para que seu desempenho lhe rendeu um Oscar de Melhor Atriz. 
Outros filmes incluem Matar ou Morrer (1952),  Disque M para Matar (1954),  Janela Indiscreta (1954)  e Ladrão de Casaca (1955) e Alta Sociedade (1956) .
Ela se aposentou de atuar com a idade de 26 anos ao se casar com Rainier III e começou seus deveres como princesa de Mônaco. Eles tiveram três filhos: Caroline, Albert e Stéphanie. 
Em 14 de setembro de 1982, ela morreu um dia depois de sofrer um acidente vascular cerebral enquanto estava dirigindo.
Acidente Vascular Cerebral  é uma consequência da falta de habilidade da pessoa para lidar com o seu fluxo pela vida, principalmente diante das situações de poder. Quando ela tem de coordenar o desenvolvimento dos fatos existenciais e depara com sérios obstáculos, não consegue administrar com maestria a desenvoltura de suas ações.
Os obstáculos na verdade são decorrentes da limitação da própria pessoa, que impõe a si mesma uma responsabilidade excessiva, desrespeitando sua natureza interna.

Joan e Christina Crawford 

Mamãe Querida
Neste filme a estrela solitária Joan Crawford (Faye Dunaway) adota dois órfãos, e a sua família não convencional parece feliz. Mas depois das tentativas de Joan em criar um romântico relacionamento azedam e ela é demitida de seu contrato com a MGM Studios, seu comportamento insensível e abusivo em relação a sua filha Christina (Diana Scarwid) torna-se ainda mais pronunciado. Christina sai de casa e representa o seu primeiro papel como atriz, apenas para descobrir a presença de sua mãe ainda ofuscando-a.


Elas deram uma entrevista em 1956.
Joan Crawford nascida Lucille Fay LeSueur  (23 de marco de 1904 , era uma atriz de cinema e televisão americana que começou como dançarina.
Christina Crawford (nascida em 11 de junho de 1939) é uma escritora americana e atriz, mais conhecida como o autora do livro Mamãezinha Querida, um relato autobiográfico de um alegado abuso de criança por sua mãe adotiva, famosa atriz de Hollywood Joan Crawford. Ela também é conhecida por papéis pequenos em vários projetos de televisão e cinema.

Lucy Ball

Lucy & Desi: Antes do Riso 1991 ‧ Lucy e Desi  são retratados, a partir desde o primeiro encontro em 1940 até "I Love Lucy" em 1951.
Lucille Désirée Ball (6 de agosto de 1911 - 26 de abril de 1989) foi uma atriz e comediante norte-americana. Ela é considerada "A Rainha da Comédia" e a "Primeira Dama da Televisão Norte-Americana", figura fundamental no desenvolvimento da mídia, Lucy teve uma das mais longas carreiras em Hollywood.
A carreira de Lucy no centro das atenções começou em 1929, quando ela fez trabalhos como modelo. Pouco tempo depois, Lucy começou sua carreira de atriz atuando na Broadway. Ela realizou muitos papéis pequeno no cinema na década de 1930 e 1940. No meio de seu trabalho, ela conheceu Desi. 
Os dois casaram em 30 de novembro de 1940
Lucy (2003)
 Em 1951, Lucy e Dezi criaram a série de televisão I Love Lucy, um show que viria a ser um dos programas mais amados na história da televisão.
 A série foi ao ar de 15 de outubro de 1951 a 1 de abril de 1960 na CBS. Foram produzidos um total de 194 episódios, incluindo um especial de Natal "perdido". Apesar de ter originalmente acabado em 1957, o programa continuou no ar por mais três temporadas no formato de especiais de uma hora, exibidos de 1957 a 1960.
I Love Lucy foi o programa mais assistido da televisão americana em quatro de suas seis temporadas, sendo o primeiro a liderar a audiência quando de seu fim , apesar de nunca ter tido um final formal. O programa recebeu 22 indicações aos prêmios Emmy, tendo vencido cinco vezes. Em 2002 foi eleito o segundo melhor programa de todos os tempos da televisão norte-americana pela revista TV Guide, perdendo apenas para Seinfeld. Em 2007 o programa foi eleito como a melhor reprise pelo jornal The Washington Post. No mesmo ano apareceu numa lista sem classificação da revista Time dos 100 melhores programas de televisão da história.
Lucy deu à luz sua primeira filha, Lucie Désirée Arnaz.  Um ano e meio depois, ela deu à luz seu segundo filho, Desidério Alberto Arnaz IV, conhecido como Desi Arnaz, Jr.
No Brasil, a série foi apresentada pela Rede Tupi entre 1958 e 1979. O enorme sucesso de I Love Lucy na TV Tupi de São Paulo logo inspirou na emissora o surgimento de uma versão nacional. Em 17 de Julho de 1951, em quase quarenta anos de idade,.
O casal fundou a Desilu produções; que produziu  seus próprios programas e forneceu instalações para outros produtores. Desilu produziu The Andy Griffith Show,The Lucy Show,
Missão Impossível, e
 Jornada nas Estrelas. Quando a Lucy vendeu sua parte da Desilu para o que se tornou a Paramount Television, Desi formou a sua própria companhia de produção das cinzas da sua quota de Desilu, e com os recém-formados Desi Arnaz Productions, ele fez as sogras (pelo Desilu) . Esta comédia durou duas temporadas, de 1967 a 1968.
Em 4 de maio de 1960, apenas dois meses depois de filmar o episódio (o último episódio de The Lucy-Desi Comedy), o casal se divorciou.
 Até sua morte, em 1986, no entanto, Arnaz e Lucy permaneceram amigos e muitas vezes falaram com muito carinho um do outro. Há um museu do casal, em Jamestown, Nova Iorque, e um Desi Arnaz Bandshell no Memorial Park Lucille Ball em Celeron, Nova Iorque.
Em 1961 ela casou com Gary Morton  (19 de dezembro 1924 - 30 março de 1999) de herança judaica. Ele era um comediante stand-up. Anteriormente efe foi casado com Susan Morro (1953-1957).
 Ele assinou um acordo pré-nupcial para abafar os rumores de que ele era caça dotes. Gary era 13 anos mais jovem do que Lucy. Gary tornou-se intimamente envolvido na gestão da carreira de sua mulher, a partir do momento do seu casamento, em 1961, até  o fim de sua carreira.

Maria Montez


A jornalista e atriz dominicana Celinés Toribio estrela como Montez no filme de 2015 Maria Montez: The Movie, do qual também foi produtora executiva.


Em 06 de junho de 1912 nasceu María África Gracia Vidal em Barahona, República Dominicana.  Ela foi uma dos dez filhos de Isidoro García, um espanhol, e Teresa Vidal, dominicana.

Em 1929, se casou aos 17 anos com  William G. McFeeters, um banqueiro rico que serviu no Exército Britânico.

Maria Montez foi localizada por um caçador de talentos enquanto visitava Nova York. 

Em 1940, fez Boss of Bullion City, um faroeste de Johnny Mack Brownl. The Invisible Woman (1940). A Universal Pictures assinou com ela um contrato de longo prazo a partir de $150 por semana. 

Ela teve pequenos papéis decorativos em dois filmes com a equipe de comédia de Richard Arlen e Andy Devine, Lucky Devils, Raiders of the Desert, Moonlight in Hawaii e Bombay Clipper. 

Maria Montez também era uma entusiasta da autopromoção. 

Em  1941That Night in Rio..Maria Montez  recebeu muita publicidade. O contrato de Montez com a Universal foi renovado.  South of Tahiti, co-estrelado por Brian Donlevy. 

Em 1942The Mystery of Marie Roget e Arabian Nights. Ela estava ganhando $250 por semana. 

Em 14 de julho de 1943, se casou com  o ator francês Jean-Pierre Aumont.  "Dizer que entre nós foi amor à primeira vista seria um eufemismo". na casa de Maria em Beverly Hills, Califórnia,

 "Era uma casa estranha. Você não atendia ao telefone nem lia a correspondência; as portas estavam sempre abertas. Os diamantes eram deixados como cinzeiros. A vida dos santos estava entre duas edições de revistas de cinema. Um astrólogo, um especialista em cultura física, um padre, um cozinheiro chinês e dois massagistas húngaros faziam parte da mobília. " Jean 

Jean teve que partir alguns dias após o casamento  para servir nas Forças Francesas Livres que estavam lutando contra a Alemanha nazista no Teatro Europeu da Segunda Guerra Mundial. Maria Montez foi premiada com duas medalhas do governo dominicano por seus esforços na promoção de relações amistosas entre os Estados Unidos e sua terra natal. Maria Montez queria retratar Cleópatra,  mas, em vez disso, a Universal a reuniu com Hall e Sabu em White Savage. 




Em 1944,  os filmes  Cobra Woman, Ali Babá e Os Quarenta Ladrões e Gypsy Wildcat.

Maria foi nomeada Embaixadora da Boa Vontade dos países da América Latina nos Estados Unidos na chamada Política da Boa Vizinhança.

Em 1945, os filmes Sudão, Follow the Boys. Maria Montez disse que o segredo de seu sucesso era que ela era "sexy, mas doce ... Sou muito fácil de conviver. Sou muito legal. Mudei muito no último ano. Já cresci demais. publicidade. Eu costumava dizer e fazer o

Maria Montez foi suspensa por recusar o papel no filme Frontier Gal; seu papel foi assumido por Yvonne De Carlo, que se tornou um tipo de estrela semelhante como  Maria Montez e começou a suplantar a posição desta última no estúdio. 

Em 14 de fevereiro de 1946, o casal teve uma filha, Maria Christina (também conhecida como Tina Aumont). Ela filmou Tangier.

Em 1947, Maria filmou ``Pirates of Monterey ``com Rod Cameron.

Em 1948, Siren of Atlantis, por uma taxa de 100.000. Ela foi emprestada por Douglas Fairbanks Jr. para aparecer no espadachim em tom sépia The Exile, dirigido por Max Ophüls, produzido por Fairbanks, mas lançado pela Universal.  A Universal recusou-se a aceitar sua opção no contrato de Montez, e ela se tornou autônoma. Maria Montez processou a Universal em US $250.000 pela questão do faturamento; o assunto foi resolvido fora do tribunal. A Universal relatou que Maria Montez ganhou $78.375 naquele ano. Siren of Atlantis acabou exigindo refilmagens e não foi totalmente lançado até 1949. Não teve sucesso nas bilheterias nos Estados Unidos (embora tenha se apresentado respeitosamente na França e em outras partes da Europa). Montez posteriormente processou com sucesso o produtor por $38.000 em fundos contratuais não pagos.

Maria e Jean formaram sua própria produtora, Christina Productions. Eles se mudaram para uma casa em Suresnes, Île-de-France, no subúrbio oeste de Paris, sob a Quarta República Francesa. 

Em 1949, fizeram Wicked City para a Christina Productions, François Villiers (1920 - 2009) e Jean contribuindo para o roteiro. Foi uma das primeiras co-produções EUA-França após a Segunda Guerra Mundial. 

Jean começou a escrever peças e Maria  apareceu na produção de uma mulher, L'lle Heureuse ("A Ilha Feliz"); as críticas foram ruins, no entanto. Maria estrelou  Retrato de um Assassino. Jean anunciou que eles iriam se divorciar, mas eles permaneceram juntos até a morte de  Maria Montez. 

Em 1950, Maria Montez apareceu em um espadachim italiano, The Thief of Venice. 

Em 1951, novamente na Itália, ela estava em Amor e Sangue, seguido por outro co-estrelado por seu marido, A Vingança dos Piratas.

Em 7 de setembro, Maria Montez,  39 anos, morreu em Suresnes, França,  após aparentemente sofrer um ataque cardíaco e se afogar enquanto tomava um banho quente. 

Ela deixou a maior parte de sua propriedade de $200.000 (mais de $2 milhões em 2021 dólares) para o marido e sua filha de cinco anos. 

Maria Montez também escreveu três livros, dois dos quais foram publicados, além de escrever uma série de poemas.

Pouco depois de sua morte uma rua da cidade de Barahona, local de nascimento de Montez, foi batizada em sua homenagem.  

Em 1963, o cineasta underground americano Jack Smith escreveu um manifesto estético intitulado "The Perfect Filmic Appositeness of Maria Montez", e fez elaboradas homenagens aos seus próprios filmes, incluindo seu notório Flaming Creatures. 

Em 1974, Maria Montez é um personagem-chave no romance "Myron" de Gore Vidal.

O pintor dominicano Angel Haché incluiu em sua coleção Tribute to Film, uma trilogia de Maria Montez e outro pintor dominicano,

Em 1983 Adolfo Piantini, que dedicou a ela uma exposição que incluiu 26 pinturas feitas em diferentes técnicas.

Em 1996, a cidade de Barahona inaugurou o Aeroporto Internacional María Montez em sua homenagem. 

Em 1998, o programa de TV Mysteries and Scandals fez um episódio sobre Maria Montez.

Em 2012, uma estação da Linha 2 do Metrô de Santo Domingo foi batizada em sua homenagem.

Os autores Terenci Moix e Antonio Perez Arnay escreveram um livro intitulado Maria Montez, A Rainha do Technicolor, que contava sua vida e fazia resenhas de seus filmes.


Em 2011, a Atriz Dalia Davi, criou a peça A Rainha do Technicolor Maria Montez. Dalia escreveu, dirigiu e estrelou a peça.



Marilyn Monroe

Minha Semana com Marilyn Monroe é um filme  britânico 2011 dirigido por Simon Curtis e escrito por Adrian Hodges.  Com base em dois livros de Colin Clark, que retrata a produção do filme de 1957.
                                                       Marilyn Monroe interpretada por Michelle William
 O Príncipe Encantado, estrelado por Marilyn Monroe (Williams) e Laurence Olivier (Branagh). 

O Príncipe, a Artista e Eu (Colin Clark Diàrios)
O filme centra-se na semana em que Marilyn passou algum tempo sendo escoltada ao redor de Londres por Clark, depois que seu marido, Arthur Miller, tinha retornado aos Estados Unidos.            
Marilyn Monroe: A História não Contada - Marilyn Monroe: The Untold Story (1980) 
O filme começa com uma jovem Marilyn,  órfã na Califórnia, ela se casa, começa a ser modelo, divorcia, assina um contrato com a Fox, e muda seu nome. O filme mostra sua ascensão ao estrelato, seu pico de carreira, e seus trágicos anos finais. 
Marilyn Monroe: Escândalo e Legacy - Marilyn Monroe: Scandal and Legacy
Marilyn  Monroe nasceu Norma Jeane Mortenson ( 01/06/1926 - 05/08/1966)foi uma atriz e modelo norte-americana. Famosa por interpretar personagens conhecidos como "loira burra", ela se tornou um dos sex symbols mais populares da década de 1950, época emblemática em relação às atitudes envolvendo sexualidade. Apesar de sua carreira ter durado apenas uma década, seus filmes arrecadaram mais de 200 milhões de dólares até sua morte inesperada em 1962. Desde então, ela continua sendo considerada um grande ícone da cultura popular.

Love, Marilyn Uma caixa com escritos de Marilyn Monroe foi achada na casa de sua professora de atuação. Com base nos papéis, poemas, cartas e trechos de biografias, entrevistas com biógrafos e imagens de arquivo, a diretora Liz Garbus construiu o documentário.
Os pensamentos de Marilyn são interpretados por atrizes como Viola Davis, Evan Rachel Wood e Lindsay Lohan. As anotações revelam uma mulher com objetivos muito claros de se tornar uma estrela, perseverante e estudiosa, que criou seu próprio personagem e ficou prisioneira dele. O filme também confirma a solidão e a insegurança, mas tenta desconstruir a imagem de diva à procura do amor que nunca teve.

Natalie Wood


O Mistério de Natalie Wood
Usa histórias de familiares, amigos e conhecidos para contar a história de
Natalie Wood nasceu Natalie  Zacharenko (20/07/1938 - 29/11/1981) e como ela começou a jovem, atuando no centro das atenções, fazendo a transição de uma atriz de infância para uma atriz séria, que namora os principais nomes de Hollywood.
O casamento e sua vida com seu marido, Robert John Wagner, Jr. (nascido em 10 de fevereiro de 1930), e seu maior medo que acabou sendo a causa de sua morte.

Pearl White


Os Perigos de Paulina The Perils of Pauline (1947) estrelando Betty Hutton, foi uma biografia ficcional da atriz americana Pearl White ( 4 de março de 1889 — 4 de agosto de 1938), que alcançou fama na era do filme mudo, mais especificamente pela personagem principal em The Perils of Pauline, um dos primeiros seriados estadunidenses.
Em 1907, aos 18 anos, ela seguiu com a Trousedale Stock Company, atuando em shows para ajudar, financeiramente, sua família. Naquele ano, ela casou com o ator Victor Sutherland, mas posteriormente houve a separação e o divórcio.
Através dos anos, Pearl foi aumentando o abuso de bebida alcoólica, possivelmente devido às dores crônicas causadas pelos acidentes de filmagem. Foi hospitalizada em 1933, o que a levou ao vício de drogas usadas para acalmar o sofrimento. Nos últimos anos, sob efeito de degeneração alcoólica, morreu de cirrose aos 49 anos. Pearl White tem sua importância na história do cinema por ter participado da evolução dos papéis femininos. Todos os seus filmes foram feitos na East Coast Studios, e acredita-se que ela jamais visitou Hollywood, onde foi honrada com uma estrela na Calçada da Fama.

Tippi Hedren

A Garota
Tippi Hedren nasceu Nathalie Kay Hedren (19/01/1930 ), descendente de escandinavos, Tippi  deve sua carreira cinematográfica ao diretor Alfred Hitchcock, que descobriu a loira modelo num comercial de televisão e que então a contratou para o elenco de The Birds, em 1963, e pelo qual ela recebeu o Globo de Ouro. Dirigida por Hitchcock, também atuou em "Marnie", em 1964.  Em 1967 atuou no filme de Charles Chaplin  "A Countess from Hong Kong". A partir de 1981 começou a envolver-se ativamente em diversas causas humanitárias, entre elas os direitos dos animais. É também coordenadora voluntária do programa "Food for the Hungry". Tem viajado pelo mundo para fundar programas de ajuda aos atingidos por terremotos, furacões, fome e guerra e recebeu inúmeros prêmios, inclusive o "Humanitarian Award". É praticante da fé Bahà'i.
É mãe da atriz Melanie Griffith.
Dublês

Desafio em Dobro - Double Dare (2004) é um documentário sobre mulheres Dublês, especificamente Jeannie Epper e Zoë Bell, dirigido por Amanda Micheli. O documentário acompanha Jeannie e Zoe ao longo de vários anos, Jeannie começando em 1997 e Zoë no filme; Xena: Princesa guerreira de 2001  a 2003.



No comments:

Post a Comment