Tuesday, August 11, 2015

Lista de Artistas da Música em Filmes Biográficos e Documentarios - Parte 1 ( A - F )



Despertar Eletrônico
O cineasta Andrew Johner oferece uma visão sobre o funcionamento interno do cérebro e sua conexão metafísica com as batidas repetitivas que as pessoas sentem na pista de dança.


1- Abdullah Ibrahim, 2- Hugh Masekela,  3- Miriam Makeba e 4- Vusi Mahlasela 

Amandla! Uma Revolução em Quatro Parte Harmônicaproduzido por Sherry Simpson Dean, Desiree Markgraaff e Lee Hirsch, é um documentário comovente que utiliza entrevistas exclusivas e raras, nunca antes vistas  para documentar o papel vital que a música tocada na luta de quase meio século contra o apartheid na África do Sul. Este documentário inspirador, que levou nove anos para fazer, é um testemunho do poder da música e da sua capacidade para alimentar a luta pela liberdade.
Amandla é uma palavra Zulu e Xhosa que significa "poder". A palavra foi um grito de guerra popular nos dias de resistência contra o apartheid, usado pelo Congresso Nacional Africano e seus aliados. O líder de um grupo gritava "Amandla!" e a multidão respondia com "Awethu" ou "Ngawethu!"  (para nós), completando a versão sul-Africano do grito de guerra Poder Para o Povo!  A palavra ainda está associada a lutas contra a opressão.
Entre os sul-africanos que participam estão:

A Brother With Perfect Timing é um documentário de 1987, dirigido por Chris Austin, sobre o músico Abdullah Ibrahim e sua luta contra o apartheid na África do Sul

1- Abdullah Ibrahim (nascido Adolph Johannes Brand em 9 de outubro de 1934 e anteriormente conhecido como Dollar Brand) é um pianista e compositor sul-africano. Ele é conhecido especialmente por "Mannenberg", uma peça de jazz que se tornou um notável hino anti-apartheid. 
Durante a era do apartheid na década de 1960, Ibrahim mudou-se para a cidade de Nova York e, além de um breve retorno à África do Sul na década de 1970, permaneceu no exílio até o início dos anos 1990. Ao longo das décadas, ele percorreu o mundo extensivamente.  Com sua esposa, a cantora de jazz Sathima Bea Benjamin, ele é o pai do rapper underground nova-iorquino Jean Grae, bem como de um filho, Tsakwe.
2- Hugh Masekela (nascido Hugh Ramapolo Masekela (4 de abril de 1939 - 23 de janeiro de 2018) [ foi um trompetista, flugelhornist, cornetista, cantor e compositor sul-africano que foi descrito como "o pai do jazz sul-africano". Masekela era conhecido por suas composições de jazz e por escrever canções conhecidas contra o apartheid, como "Soweto Blues" e "Bring Him Back Home". Ele também teve um hit pop número um nos Estados Unidos em 1968 com sua versão de "Grazing in the Grass".
A História de Miriam Makeba, e cruzada contra o apartheid, com um olhar sobre sua vida, carreira e ativismo através das lentes de imagens de arquivo. Um documentario de 2012, Finlândia. Diretor: Mika Kaurismäki
3- Miriam Makeba (nasceu Zenzile Miriam Makeba em 4 de março de 1932 - 9 de novembro de 2008), apelidada de Mama África, foi uma cantora, atriz, compositora,  embaixadora da boa vontade das Nações Unidas e ativista dos direitos civis sul-africana. 
Miriam Makeba foi forçada a encontrar emprego quando criança após a morte do pai. Ela teve um primeiro casamento breve e abusivo aos 17 anos, deu à luz seu único filho em 1950 e sobreviveu ao câncer de mama. Ela começou a cantar com os Cuban Brothers, os Manhattan Brothers e um grupo só de mulheres, os Skylarks. Em 1959, Miriam Makeba teve um breve papel no filme anti-apartheid Come Back, Africa, que trouxe sua atenção internacional e a levou a se apresentar internacionalmente. Ela se mudou para a cidade de Nova York, onde se tornou imediatamente popular, e gravou seu primeiro álbum solo em 1960. Sua tentativa de retornar à África do Sul naquele ano para o funeral de sua mãe foi impedida pelo governo do país.
A carreira de Makeba floresceu nos Estados Unidos, e ela lançou vários álbuns e músicas, sendo o seu mais popular "Pata Pata" (1967). Junto com Harry Belafonte, ela recebeu um prêmio Grammy por seu álbum de 1965, An Evening with Belafonte / Makeba. Ela testemunhou contra o governo sul-africano nas Nações Unidas e envolveu-se no movimento pelos direitos civis. Ela se casou com Stokely Carmichael, um líder do Partido dos Panteras Negras, em 1968. Como resultado, ela perdeu o apoio entre os americanos brancos. 
O governo dos Estados Unidos cancelou seu visto enquanto ela estava viajando para o exterior, levando ela e Carmichael a se mudarem para a Guiné. Ela continuou a se apresentar, principalmente em países africanos, incluindo em várias celebrações da independência. Ela começou a escrever e executar música mais explicitamente crítica do apartheid; a canção "Soweto Blues" de 1977, escrita por seu ex-marido Hugh Masekela, era sobre o levante de Soweto. Depois que o apartheid foi desmantelado em 1990, Makeba voltou para a África do Sul. Ela continuou gravando e atuando, incluindo um álbum de 1991 com Nina Simone e Dizzy Gillespie, e apareceu no filme Sarafina !. Ela foi nomeada embaixadora da boa vontade da ONU em 1999 e fez campanha por causas humanitárias. Ela morreu de ataque cardíaco durante um show de 2008 na Itália.
4-  Vusi Mahlasela - (nasceu Vusi Sidney Mahlasela Ka Zwane  em 1965 em Pretória, África do Sul) é um cantor e compositor soto sul-africano.
A sua música é geralmente descrita como "folk africana" e é frequentemente apelidado de "The Voice" da África do Sul. Seu trabalho foi uma inspiração para muitos no movimento anti-apartheid. Seus temas incluem a luta pela liberdade, perdão e reconciliação com os inimigos. A sua canção "When You Come Back" foi usada em a música tema do ITV para sua cobertura da Copa do Mundo em 2010 .
Painéis laterais

Música Para Mandela é um documentário teatral que enaltece o papel que a música desempenhou na vida de um dos ícones mais importantes do mundo. Da prisão à libertação de Mandela e às celebrações atuais de seu legado, a música para Mandela cresceu a partir da alma do country.


O Prazer Pela Vida: Ritmos Afro Peruano Ritmos, uma fonte de Jazz Latino (2015)
Uma exploração da tradição Afro-peruviana música, e o ritmo e percussão instrumentos que contribuirão para o jazz latino. Lalo Izquierdo performa  e também mostra o contexto. Participação do percussionista Juan Medrano Colito e Huevito Lobation e do cantor e compositor Jorge Luis Jason.


Al Jolson 


A Historia de Jolson
Na virada do século 20, o jovem Asa Yoelson (Scotty Beckett) decide ir contra os desejos de seu pai cantor  e seguir uma carreira no show business. Aos poucos trabalha seu caminho através das fileiras de vaudeville, Asa - agora chamar-se Al Jolson (Larry Parks) - se junta a uma trupe menestrel rosto preto e logo constrói uma reputação como um artista consumado. Mas, como sua carreira cresce em tamanho, assim que faz seu ego, resultando em batalhas em negócios, bem como em sua vida pessoal.
Al Jolson nascido Asa Yoelson ( 26 de maio de 1886 - 23 de outubro de 1950) foi um cantor americano, ator, comediante. No auge de sua carreira, ele foi apelidado de "Maior Artista do Mundo". Bob Dylan uma vez se referiu a ele como "alguém cuja vida eu posso sentir". 

5- Anselmo Ralph

Vontade de Vencer é um documentário autobiográfico luso-angolano realizado por André Banza e escrito por Paula Campos, sobre o cantor Anselmo Ralph.
Anselmo Cordeiro da Mata, conhecido como Anselmo Ralph ( 12 de Março de 1981) é um cantor angolano. Ele emigrou para Nova Iorque para terminar os estudos, se formando em Contabilidade.
O cantor é casado com Madlice Castro desde 2008, com quem tem dois filhos, Alícia e Jason.

6- Billy Joel
Billy Joel: Uma Questão de Verdade - A Ponte Para Rússia
Este documentário é imperdível, mesmo que você não goste das 
músicas do Billy Joel eu recomendo que você assista, se você for fã melhor ainda.  26 anos atrás, Billy Joel levou sua família, sua música e seu show de concerto para a antiga União Soviética. Este documentário de longa-metragem olha para os triunfos e dificuldades encontradas na criação do primeiro encenado totalmente rock 'n' roll show na URSS.  Dirigido por Jim Brown.
William Joseph Martin Joel  conhecido como Billy Joel (9 de Maio de 1949) é um cantor, compositor e pianista norte-americano.
Em 1973 lançou sua primeira música de sucesso, Piano Man.
De acordo com o RIAA, Joel é o sexto artista que mais vendeu nos Estados Unidos com 78,5 milhões de discos.
Billy Joel tem músicas de sucesso entre os anos 1970, 80, e 90; alcançando por 33 vezes o Top 40 nos Estados Unidos, todas as quais ele próprio escreveu. Ganhou o Grammy 6 vezes e teve 23 nomeações. Já vendeu mais de 150 milhões de álbuns pelo mundo fora. 
Em 1992 foi incluído no Songwriters Hall of Fame.
Em 1999 no Rock and Roll Hall of Fame.
Em 2006 no Long Island Music Hall of Fame
Em 2001, Billy Joel recebeu o prêmio Johnny Mercer do Songwriters Hall of Fame.
 Em 2013, Billy Joel recebeu o Prêmio Kennedy, a maior honraria estadunidense por influenciar a Cultura Americana através da arte. 
Com a exceção da canção de 2007 All my Life e Christmas in Fallujah,  Billy Joel parou de escrever e lançar material pop/rock após o álbum de 1993 River of Dreams. No entanto, ele continua a fazer turnês, e toca canções de todas as eras da sua carreira solo em seus shows.
A coletânea "Greatest Hits Volume I & Volume II" é o disco duplo mais vendido de todos os tempos, segundo lista da RIAA.
Billy Joel é um dos artistas mais ricos com uma fortuna estimada de 475-510 milhões de dólares.

7- Bob Dylan

Eu Não Estou Lá (2007) é um filme musical biográfico dirigido por Todd Haynes. O filme dramatiza a vida e a música de Bob Dylan com uma série de personagens mudando. Marcus Carl Franklin, Richard Gere, Heath Ledger e Ben Whishaw.
 
                          Bob Dylan e a versão de Cate Blanchett 
 Uma explanação no início do filme declara: " Isto foi inspirado pela música e as muitas vidas de Bob Dylan. "; esta é a única menção de Bob no filme além dos créditos das músicas, e a sua única aparição é na filmagens de concertos de 1966, mostrado durante momentos finais do filme.  O título do filme é baseado gravação da fita de 1967  de Bob ; "Não Estou Lá", uma canção que não tinha sido lançado oficialmente até que apareceu no álbum da trilha sonora do filme
Não Olhe Para Trás é um filme documentário estadunidense do gênero show dirigido por D. A. Pennebaker lançado em 1967. Sobre a turnê de Bob pela Inglaterra durante 1965. Participam seus companheiros de viagem, como Donovan, Alan Price e Joan Baez. 
Tales From a Golden Age - Bob Dylan - 1941-1966
Traçando a história de Bob Dylan até sua cidade natal, Hibbing, Minnesota, passando para o início de sua carreira como um jovem cantor folk em Greenwich Village, até o ponto de seu acidente de motocicleta em 1966 e o desaparecimento dos holofotes, este documentário revela um lado de Bob Dylan nunca revelou antes.
Eat the Document is a documentary of Bob Dylan's 1966 tour of the United Kingdom and Ireland with the Hawks. The cover photo was taken on the train line between Belfast and Dublin, near Balbriggan. It was shot under Dylan's direction by D. A. Pennebaker,
Bob Dylan nascido Robert Allen Zimmerman ( 24 de maio de 1941) é um cantor e compositor americano, artista e escritor. Ele tem sido influente na música e na cultura popular por mais de cinco décadas. Grande parte de seus trabalhos mais célebres são dos anos sessenta, quando suas canções narram agitação social. As primeiras canções como "Blowin 'in the Wind" e "The Times They Are a-Changin'" tornaram-se hinos para os direitos civis americanos e movimentos anti-guerra. Deixando a sua base inicial no revival da música popular americana, os seis minutos de Dylan no single "Like a Rolling Stone" alterou a faixa de música popular em 1965. 
65 Revisited é um documentário americano de 2007 dirigido por D. A. Pennebaker. Foi feito a partir de imagens que o diretor filmou para seu filme de 1967, Don' t Look Back. Ambos os filmes mostram Bob Dylan e sua comitiva durante sua turnê de 1965 pelo Reino Unido. O filme mais recente inclui outtakes de seu antecessor e adiciona várias performances de músicas completas.
Hearts of Fire é um drama musical americano de 1987 estrelado por Bob Dylan, Fiona Flanagan (anunciada apenas como "Fiona") e Rupert Everett. O filme foi essencialmente um veículo para Dylan baseado em seu sucesso como músico de rock. Recebeu críticas ruins, um lançamento teatral limitado e mais tarde foi descartado pelo próprio Dylan.
Masked and Anonymous é um drama americano-britânico de 2003 dirigido por Larry Charles. O filme foi escrito por Larry Charles e Bob Dylan, este último sob o pseudônimo de "Sergei Petrov". É estrelado por Dylan ao lado de um elenco cheio de estrelas
No Direction Home: Bob Dylan é um documentário de 2005 de Martin Scorsese que traça a vida de Bob Dylan e seu impacto na música e cultura popular americana do século XX.

O Outro Lado do Espelho: Bob Dylan no Newport Folk Festival é um documentário de 2007 sobre as aparições de Bob Dylan no Newport Folk Festival em três anos sucessivos: 1963, 1964 e 1965, dirigido por Murray Lerner.
Renaldo and Clara is a 1978 American film directed by Bob Dylan and starring Bob Dylan, Sara Dylan and Joan Baez. Written by Dylan and Sam Shepard, the film incorporates three distinct film genres: concert footage, documentary interviews, and dramatic fictional vignettes reflective of Dylan's song lyrics and life.

Rolling Thunder Revue: A Bob Dylan Story, de Martin Scorsese (ou Conjuring the Rolling Thunder Re-vue: A Bob Dylan Story, de Martin Scorsese,
.
              O cantor Bob Dylan com a filha Desiree D. Dylan e a ex esposa Carolyn Dennis
As letras de Bob incorporaram diversas influências políticas, sociais, filosóficas e literárias. Ele desafiou convenções de música pop existentes e apelou para a contracultura fluorescente. Inicialmente inspirado pelas performances de Little Richard, e as composições de Woody Guthrie, Robert Johnson e Hank Williams. A sua carreira de gravação, que mede 50 anos, tem explorado as tradições americana canção do folk, blues e country para gospel, rock and roll, e rockabilly para Inglês, escocês e música folclórica irlandesa, abraçando mesmo jazz. Bob realiza com guitarra, teclados e gaita. Apoiado por uma mudança de músicos, ele excursiona constantemente desde o final dos anos 1980 em que foi apelidado o Tour Nunca Termina. As suas realizações como um artista e performer têm sido centrais para a sua carreira, mas sua maior contribuição é considerada sua composição.
Desde 1994, ele publicou seis livros de desenhos e pinturas, e seu trabalho tem sido exibido nas principais galerias de arte. Como músico, ele já vendeu mais de 100 milhões de discos, fazendo dele um dos artistas mais vendidos de todos os tempos; ele recebeu inúmeros prêmios. O júri do Prêmio Pulitzer em 2008 concedeu-lhe uma citação especial por "seu profundo impacto na música popular e na cultura americana, marcada por composições líricas de poder poético extraordinário". Em maio de 2012, Dylan recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade do presidente Barack Obama.
                 

O Tempo Vai Contar - Time will tell (1992) - Diretor Declan Lowney
Entrevistas, ensaios e apresentações de concertos celebrando a vida do cantor  Bob Marley.

Bob Marley e os Wailers: Catch a Fire 1999
Este documentário oferece uma visão única sobre a realização de "Catch a Fire" dos Wailers - um álbum que trouxe reconhecimento internacional a Bob Marley e se tornou um dos álbuns de reggae mais populares do mundo. Apresentando raras entrevistas de arquivo com Bunny Wailer, Peter Tosh e o próprio Marley, bem como performances nunca antes vistas e filmagens das sessões de gravação jamaicanas.

8- Bob Marley

Marley é um documentário biográfico de 2012 dirigido por Kevin Macdonald que documenta a vida de Bob Marley.

Bob Marley: Lutando Pela Herança  
Robert Nesta "Bob" Marley (6 de fevereiro de 1945 - 11 de maio 1981) foi um cantor, compositor, músico e guitarrista que alcançou fama e reconhecimento internacional. Começando em 1963 com o grupo os Wailers, ele forjou uma composição distinta e estilo vocal que viria a entrar em ressonância com o público em todo o mundo. Após os Wailers se desfazer em 1974,  Marley seguiu uma carreira solo que culminou com o lançamento do álbum Exodus, em 1977, o que estabeleceu a sua reputação em todo o mundo e produziu seu status como um dos mais vendidos artistas do mundo de todos os tempos, com vendas de mais de 75 milhões de discos. Ele era um Rastafari comprometido que infundia sua música com um sentido de espiritualidade .

9- Bobby Darin

Além do Mar é um filme biográfico americano 2004 baseado na vida do cantor / ator Bobby Darin. Estrelando no papel principal e usando sua própria voz para cantar para os números musicais, Kevin Spacey co-escreveu, dirigiu e co-produziu o filme, que leva o título da versão do hit Bobby Darin da canção de mesmo nome.
O filme retrata a ascensão de Bobby para o sucesso tanto na música e cinema durante os anos 1950 e 60, bem como o seu casamento com Sandra Dee, interpretado por Kate Bosworth.
Bobby Darin nascido Walden Robert Cassotto (14 de maio de1936 - 20 de dezembro de 1973) foi um cantor, compositor, multi-instrumentista e ator de cinema e televisão norte-americana. Ele se apresentou em uma gama de gêneros musicais, incluindo jazz, pop, rock n roll, arte popular, swing e country.

10- Carlos Varela
O Poeta de Havana - The Poet of Havana (2015)
Entre no mundo do internacional músico cubano Carlos Varela, um dos artistas mais influentes e bem-amado de seu tempo como ele comemora o seu 30º aniversário em performances pungentes. Filmado em Havana, Carlos é acompanhado por estrelas internacionais, seus amigos Jackson Browne, Benicio del Toro, Ivan Lins, Luis Enrique, Juan e Samuel Formel, Diana Fuentes, X Alfonso e Alexander Abreu.
Carlos Victoriano Varela Cerezo conhecido como Carlos Varela (nascido em 11 de abril de 1963) é um cantor e compositor de  Cuba. Na década de 1980, ele se juntou ao movimento musical Nueva Trova, um gênero musical político e poética ligada à Revolução Cubana.

11- Buddy Holly

História de Buddy Holly - The Buddy Holly Story (1978)
A história da vida e da carreira do cantor de rock, a partir de sua meteórica ascensão ao estrelato, ao seu casamento e morte prematura.
                                    Buddy Holly interpretado por Gary Busey
Charles Hardin Holley conhecido como Buddy Holley (07 de setembro de 1936 - 3 de fevereiro de 1959), conhecido como Buddy Holly, era um músico americano e cantor-compositor que foi uma figura central em meados dos anos 1950 rock and roll. Ele nasceu em Texas, de uma família musical durante a Grande Depressão. Ele aprendeu a tocar guitarra e cantar ao lado de seus irmãos. o seu estilo foi influenciado pela música country e  blues , ele começou tocando com seus amigos da escola secundária. 
Ele fez sua primeira aparição na televisão local, em 1952, e no ano seguinte ele formou o grupo "Buddy e Bob" com seu amigo Bob. Em 1955, após a abertura do show de Elvis Presley, ele decidiu perseguir uma carreira na música.  O estilo de sua banda mudou de country & western inteiramente para o rock e roll. Em outubro daquele ano, quando ele abriu para Bill Haley & seus Cometas, ele foi descoberto por um olheiro Eddie, que o ajudou a ganhar um contrato com a Decca Records.

12- Cazuza
Cazuza - O Tempo Não Pará é um filme brasileiro de 2004,  dirigido por Sandra Werneck e Walter Carvalho.
Agenor de Miranda Araújo Neto, conhecido como Cazuza ( 4 de abril de 1958 - 7 de julho de 1990) foi um cantor, compositor, poeta e escritor brasileiro. Conhecido como vocalista e letrista da banda Barão Vermelho. A sua Parceria com Roberto Frejat foi criticamente aclamada; com composições famosas Junto ao Barão Vermelho estão:"Todo Amor Que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e "Bilhetinho Azul".
Cazuza é considerado um dos maiores compositores da música brasileira. Dentre seus sucessos musicais em Carreira solo, destacam-se: "Exagerado", "Codinome Beija-Flor", "Ideologia", "Brasil", "Faz Parte Do Meu Show", "O Tempo de: Não Pará" e "O Nosso Amor a Gente Inventa ". Cazuza também ficou conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico, Tendo declarado em Entrevistas que era bissexual. Em 1989 declarou ser soropositivo (termo usado para descrever a presença do vírus HIV, causador da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida - AIDS - sem sangue) e sucumbiu à doença em 1990, no Rio de Janeiro.
Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu uma Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou  Cazuza na 34ª posição.


                                                             Cazuza e a versão de Daniel de Oliveira 

.


Marieta Severo representou Lucinha 
Araújo  (mãe de Cazuza) que nasceu no dia 2 de agosto de 1936.
João Araújo ( 2 de julho de 1935 -  30 de novembro de 2013) pai de Cazuza foi um empresário e produtor musical brasileiro. Ele começou  na música aos 14 anos,  trabalhando na Copacabana Discos. Em seguida ele foi para Odeon (EMI Hoje) e depois seguiu para à Philips (hoje Universal), se tornando Diretor Artístico e lá montou um elenco histórico, contratando artistas como Gal Costa, Caetano Veloso e Jorge Ben Jor. Ele fundou a Gravadora das Organizações Globo, a  Som Livre 1969.
Ao Longo da Carreira na Indústria Fonográfica, foi o Responsável por lançar artistas como Xuxa, Ca Djavan, Gilberto Gil, Novos Baianos, Lulu Santos e Nara Leão. Em novembro de 2007, conquistou o Grammy de "Contribuição à Música" (Life Achievement), na categoria Produtor.
no qual ele disse: - "Foi impossível não me lembrar do Cazuza. Ele teria feito alguma gozação, teria achado tudo ridículo, mas depois ia aplaudir e gostar de ver o pai ganhar esse Prêmio.
Cazuza teve tempo  de ver o reconhecimento do seu trabalho fora do Brasil ".

João Araújo foi representado Reginaldo Faria

13- Chet Baker
Born to Be Blue  (2015) é um filme "semi-factual, semi-ficcional" sobre a vida do trompetista e cantor de jazz norte-americano Chet Baker, dirigido, produzido e escrito por Robert Budreau.
Chet Baker, Jr. (1929 –1988) foi dotado de uma extrema criatividade, inaugurando um modo de cantar no qual a voz era quase sussurrada. Por causa do seu envolvimento com drogas, especialmente com a heroína (durante as suas crises de abstinência, que eram monitoradas por médicos, usava metadona). Chet foi preso muitas vezes, é dito que chegou a ser espancado por não ter pago uma dívida contraída com a compra de drogas. Este episódio teria-lhe rendido a perda de vários dentes.
Em 1985, Chet Baker esteve no Brasil para duas apresentações na primeira edição do Free Jazz Festival. A banda era formada pelo pianista brasileiro Rique Pantoja (com quem ele já havia gravado um disco no início dos anos 1980 — Chet Baker & The Boto Brazilian Quartet), pelo baixista Sizão Machado, pelo baterista americano Bob Wyatt e pelo flautista Nicola Stilo. Depois do espetáculo em 
São Paulo, já no seu quarto, no Maksoud Plaza, Chet surrupiou a maleta do médico que o acompanhava e tomou doses cavalares das drogas que lhe estavam a ser administradas para controlar as crises de abstinência. Chet teve uma overdose e quase morreu. Naquele mesmo ano, em Roma, o trompetista iniciou, com Rique Pantoja, as gravações de Rique Pantoja & Chet Baker (WEA, Musiquim), que terminariam em São Paulo, no ano de 1987. O LP foi um sucesso de crítica.
Chet Baker morreu aos 58 anos, em Amsterdã, na madrugada de 13 de maio de 1988, ele caiu da janela do Hotel Prins Hendrik. Até hoje, há controvérsias sobre as circunstâncias de sua morte — acidente ou suicídio.

14- Chico Alves ou Chico Viola
Chico Viola Não Morreu é um filme argentino de 1955 dirigido por Román Viñoly Barreto.
Francisco de Morais Alves (19 de agosto de 1898 - 27 de setembro de 1952), foi um cantor brasileiro. A qualidade do seu trabalho rendeu-lhe em 1933, pelo radiodifusor César Ladeira, a alcunha de "Rei da Voz".  Gravou mais de 500 discos de 78 rpm, entre eles a primeira gravação elétrica feita no Brasil. Executou canções compostas por músicos como Cartola, Heitor dos Prazeres e Ismael Silva; e várias canções ficaram famosas em sua voz, como "Ai! que saudade da Amélia",  ou a primeira gravação do samba "Aquarela do Brasil" de Ary Barroso.  Chico Alves morreu em um acidente de carro na Rodovia Presidente Dutra, próximo a Pindamonhangaba.

15- Chuck Berry

Chuck Berry Hail! Sauda! Rock 'n' Roll (1987)
Este documentário aborda o concerto no Fox Theatre, em  Missouri, para comemorar o sexagésimo aniversário de Chuck Berry, e também discute sua vida e carreira.
Charles Edward Anderson "Chuck" Berry (nascido em 18 de outubro de 1926) é um guitarrista americano, cantor e compositor, e um dos pioneiros do rock e roll. Com canções como "Maybellene" (1955), "Roll Over Beethoven" (1956), e "Johnny B. Goode" (1958), o seu ritmo e blues refinado e desenvolvido para o maior elementos que fizeram do rock e roll com letras distintivo, com foco na vida adolescente e do consumismo e utilizando solos de guitarra e carisma que seria uma grande influência no subsequente música rock.
16- Cole Porter
 
A Adorável Vida e Amores de Cole Porter, na encenação de uma produção musical baseada em sua história de vida, o compositor Cole (Kevin Kline) começa a refletir sobre sua vida e carreira. Como ele troca as notas com o diretor do jogo, Gabe (Jonathan Pryce), ele relembra sua ascensão meteórica na Broadway durante os meados de 1920 e seu primeiro encontro com a esposa e musa Linda Thomas. Ele também relembra suas muitas relações extraconjugal, flertes homossexuais, e a profunda depressão e isolamento de seus anos finais.
                                         Retrato de Cole Porter criança
Cole Albert Porter (9 de junho de 1891 - 15 de outubro de 1964) foi um compositor nascido em uma família rica em Indiana, ele desafiou os desejos de seu avô dominador e tomou a música como profissão. Classicamente treinado, ele foi atraído para o teatro musical. Depois de um início lento, ele começou a alcançar o sucesso na década de 1920, e na década de 1930, ele foi um dos principais compositores para o palco musical da Broadway. Ao contrário de muitos compositores da Broadway de sucesso, ele escreveu as letras, assim como a música, para suas canções.
Depois de um grave acidente de equitação em 1937, ele ficou inabilitado e em constante dor, mas continuou a trabalhar. Os seus shows do início dos anos 1940 não continha os hits duradouros de seu melhor trabalho da década de 1920 e 30s, mas em 1948 ele fez um retorno triunfal com seu maior sucesso musical, Beije-me, Kate. Ele ganhou o primeiro prêmio Tony de Melhor Musical.

17- David Bowie

David Bowie: Cinco Anos
 Um documentário íntimo que abrange os cinco anos chave na carreira musical de David Bowie, com uma riqueza de imagens inéditas e traça a evolução contínua da estrela por meio de vários papéis, tornando-o um ícone do nosso tempo. Este retrato explora a regeneração dele em Berlim, e seus numerosos triunfos críticos, e apresenta entrevistas com todos os seus colaboradores mais próximos.
David Robert Jones, conhecido como David Bowie (8 de janeiro de 1947 —  10 de janeiro de 2016) foi um cantor, compositor, ator e produtor musical inglês. Por vezes referido como "Camaleão do Rock" pela capacidade de sempre renovar sua imagem, foi uma importante figura na música popular por cinco décadas e é considerado um dos músicos populares mais inovadores e ainda influentes de todos os tempos, sobretudo por seu trabalho nas décadas de 1970 e 1980, além de ser distinguido por um vocal característico e pela profundidade intelectual de sua obra.
Embora desde cedo tenha realizado o álbum David Bowie e diversas canções, ele só chamou a atenção do público em 1969, quando a canção "Space Oddity" alcançou o quinto lugar na UK. Após um período de três anos de experimentação, que incluem a realização de dois significativos e influentes álbuns, The Man Who Sold the World (1970) e Hunky Dory (1971), ele retorna em 1972 durante a era glam rock com um alter ego extravagante e andrógino chamado Ziggy Stardust, sustentado pelo sucesso de "Starman" e do aclamado álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars. Seu impacto na época foi um dos maiores cultos já criados na cultura popular. Em 1973, o disco Aladdin Sane levou Ziggy aos EUA. A vida curta da persona revelaria apenas uma das muitas facetas de uma carreira marcada pela reinvenção contínua, pela inovação musical e pela apresentação visual.
Em 1974, o álbum Diamond Dogs previa, com seu som e sua temática caótica, a revolução punk que surgiria anos depois. 
Em 1975, David  finalmente conseguiu seu primeiro grande sucesso em território americano com a canção "Fame", em co-autoria com John Lennon, do álbum Young Americans. O som constitui uma mudança radical no estilo que, inicialmente, alienou muitos de seus devotos no Reino Unido. Nessa etapa, a carreira musical de David Bowie se renovou e seguiu novos rumos. 
Em 1976 após a criação de uma nova persona, Thin White Duke, apresentada no aclamado Station to Station, que traz um David Bowie interessado em misticismo, Cabala e Nazismo.
Em 1977 ele confundiu as expectativas de seu público americano e de sua gravadora com a produção do minimalista Low — a primeira das três colaborações com Brian Eno durante os próximos dois anos. A chamada "Trilogia de Berlim" (com "Heroes" e Lodger) trouxe álbuns introspectivos que lograram o topo nas paradas britânicas e que ganharam admiração crítica duradoura.
Em 1980 a canção "Ashes to Ashes" do álbum Scary Monsters (and Super Creeps) alcançou o primeiro lugar no Reino Unido e lançou bases para um novo movimento chamado New Romanticism. 
Em 1981 junto à banda Queen, escreveu e cantou a canção "Under Pressure".
Em 1983 atingiu novo pico comercial com o álbum Let 's Dance, que rendeu sucessos com a canção homônima e o fez cativar nova audiência. 
Ao longo dos anos 1990 e 2000, David Bowie continuou a experimentar novos estilos musicais, incluindo os gêneros industrial, drum and bass, e adult contemporary. Seu último álbum de inéditas foi por muito tempo Reality, uma mistura de melancolia e humor, suportado pela A Reality Tour de 2003–2004. Após um período de quase dez anos em hiato, divulga The Next Day em 2013 e recebe boas avaliações da crítica e público. Após comemorar cinquenta anos de carreira com a coletânea Nothing Has Changed em 2014, o cantor produziu seu último trabalho ainda vivo, o álbum Blackstar (2016).
 Em 2002, ficou em 29º lugar na lista popular 100 Greatest Britons e já vendeu mais de 136 milhões de álbuns ao longo de sua carreira. Foi premiado no Reino Unido com 9 certificações de álbum de platina, 11 de ouro e 8 de prata, e, nos Estados Unidos, 5 de platina e 7 de ouro. Em 2004, a Rolling Stone colocou-o na 39ª posição em sua lista dos "100 Maiores Artistas do Rock de Todos os Tempos" e em 23º lugar na lista dos "Melhores Cantores de Todos os Tempos".

18- Eddy Duchin

A Historia de Eddy Duchin
Há líderes de grande banda - e então há Eddy Duchin (Tyrone Power), que torna-se uma sensação da noite. Ele se casa com a socialite Marjorie Oelrichs, com quem ele tem uma relação  apaixonada, amorosa e trágica (ela morre ao dar à luz ). Depois de uma carreira musical aclamada interrompida pela II Guerra Mundial, o único desafio para ele se torna reconectar com seu filho que ele aliena de sua vida.
Edwin Frank "Eddy" Duchin (01 de abril de 1909 - 9 de fevereiro, 1951) foi um pianista e líder de banda popular americana dos anos 1930 e 1940, famoso por  sua personalidade envolvente e estilo elegante de tocar piano no palco, e sua luta contra a leucemia. 
Leucemia representa assassinar brutalmente a inspiração. "Qual é a utilidade?" 
 Que foi justamente o que acontece com ele após a morte da esposa. Uma pessoa para se curar da leucemia deve começar a acreditar: "Eu me movo além de limitações passadas para a liberdade do momento presente (agora). É seguro ser eu."
Ele não mudou o modo de pensar e morreu.
O próximo cantor morreu de ataque de coração (tristeza)

19- Elvis Presley

É este o Elvis (1981) é um filme documentário dirigido por Andrew Solt e Malcolm Leo. Ele combinou imagens de arquivo com reconstituições e narração pelo cantor pop Ral Donner, imitando  a voz de Elvis Presley
 .
Elvis em Turnê  (1972) é um documentário musical ganhador do prêmio Globo de Ouro  lançado pela MGM. 
Elvis Presley (1979)
 O filme começa com seus primeiros anos em Mississípi e Tenessi criado por seus pais, Gladys  e Vernon .
     Elvis Presley representado por Kurt Russell
 Eventualmente, Elvis faz uma parceria com o "Coronel" Tom Parker  que leva à liberação de sua primeira canção, "Heartbreak Hotel". Elvis se casa com a bela Priscila  e se torna um ator também.

Elvis Meets Nixon (1997) é um filme dirigido por Allan Arkush. É um embelezamento da história verdadeira do encontro de Elvis com o presidente Richard Nixon em 21 de dezembro de 1970.
Elvis e a Rainha da Beleza (1981)  nesta história verdadeira sobre caso de amor do rei com Linda Thompson , uma jovem participante de concurso de beleza que foi sua companheira, namorada nos quatro dos últimos cinco anos de sua vida. A história começa com o primeiro encontro e traça seus anos juntos quando Linda tenta manter Elvis fora das drogas nos últimos anos de sua carreira. 
Proteger o Rei (2007) é um filme estrelado por Peter Dobson como Elvis Presley. Ele conta a história de David Stanley (Matt Barr), o meio-irmão e guarda-costas de Elvis.
Elvis Aaron Presley  (8 de janeiro 1935 - 16 de agosto de 1977) foi um cantor e ator americano. Considerado como um dos ícones culturais mais significativos do século 20, ele é muitas vezes referido como "o Rei do Rock e Roll", ou simplesmente, "o Rei".

20- Fats Domino

Fats Domino e o Nascimento do Rock - Fats Domino and the Birth of Rock 'n' Roll' 
O perfil de Fats Domino um musico fundamental no nascimento do rock n 'roll durante os anos 1950 e início dos anos 60, ele marcou 63 hits pop e 59 hits R&B, incluindo clássicos como "Isso não é uma vergonha", "Blueberry Hill".

21- Frankie Lymon

Porque os Tolos se Apaixonam
Em 1956, Frankie Lymon e os The Teenagers conseguiram um hit doo-wop com "Why Do Fools Fall in Love?" A fama virou-se para a tragédia com o vocalista Frankie se tornando viciado, eventualmente morrendo. Mas não deixou apenas seus fãs desprovidos - ele também deixou para trás três mulheres, e cada uma acredita que ela deveria receber os direitos  musicais de sua música: A cantora Zola Taylor (Halle Berry), a prostituta Elizabeth Waters (Vivica A. Fox) e a professora  Emira Águia (Lela Rochon).
Franklin Joseph "Frankie" Lymon (30 de setembro de 1942 - 27 de fevereiro de 1968) foi um cantor e compositor de rock, ritmos e blues.
O grupo  era composto por cinco meninos  adolescentes. A formação original dos adolescentes, um grupo integrado, incluía três membros afro-americanos, Frankie, Jimmy Merchant e Sherman Garnes, e dois membros porto-riquenhos, Hermann Santiago e Joe Negroni.  Depois que Franklin seguiu sua carreira solo em meados de 1957,  a sua carreira e a dos adolescentes caiu em declínio. Ele foi encontrado morto com a idade de 25 no banheiro de sua avó por uma overdose de heroína.

22- Frank Sinatra
A Noite  Nós a Chamamos de Dia (2003) é um filme australiano dirigido por Paul Goldman estrelado por Dennis Hopper como Frank Sinatra. Na turnê de 1974 de Sinatra na Austrália. Quando a cantor chamou uma repórter local de "prostituta", cada sindicato do país boicota o show, até que ele emitisse um pedido de desculpas.
Sinatra: All or Nothing at All é um documentário americano (2015). Diretor Alex Gibney
Francis Albert "Frank" Sinatra ( 12 de dezembro de 1915 - 14 de maio de 1998) foi um americano cantor, ator, diretor e produtor. Começando sua carreira musical na era do swing como um cantor menino, Sinatra encontrou o sucesso como artista solo desde o início e meados de 1940 depois de ter sido assinado pela Columbia.

23- Frank Sinatra Jr.

Sequestrando Sinatra é um filme de 2003 dirigido por Ron Underwood. É estrelado por David Arquette e William H. Macy.
O filme conta a história do sequestro idiossincrático de Frank Sinatra, Jr. por Barry Keenan.

Frank Sinatra Jr. - Francis Wayne Sinatra (10 de janeiro de 1944 - 16 de março de 2016), foi um cantor, compositor e maestro americano.

Ele era filho do cantor e ator Frank Sinatra e sua primeira esposa, Nancy Barbato Sinatra, o irmão mais novo da cantora e atriz Nancy Sinatra, e o irmão mais velho da produtora de televisão Tina Sinatra.

Francis Wayne Sinatra nasceu na casa de um dos cantores mais populares do mundo, Frank Sinatra. O Sinatra mais jovem não era tecnicamente um "júnior" (o nome do meio de seu pai era Albert), mas mesmo assim foi conhecido como Frank Jr. ao longo de sua vida. Quase não via o pai, que estava constantemente viajando, atuando ou trabalhando no cinema. No entanto, Sinatra Jr. lembrou-se de querer se tornar um pianista e compositor desde os primeiros dias.


Sequestro

Sinatra foi sequestrado aos 19 anos em 8 de dezembro de 1963, no Harrah 's Lake Tahoe (Sala 417). Ele foi libertado dois dias depois que seu pai pagou o resgate de $240.000 exigido pelos sequestradores (equivalente a $2.000.000 em 2019). Barry Keenan, Johnny Irwin e Joe Amsler logo foram capturados, processados ​​por sequestro, condenados e sentenciados a longas penas de prisão, das quais cumpriram apenas pequenas porções. Mastermind Keenan foi posteriormente considerado legalmente insano no momento do crime e, portanto, não era legalmente responsável por suas ações.

Os sequestradores exigiam que toda a comunicação fosse feita por telefone público. Durante essas conversas, Frank Sr. ficou preocupado por não ter moedas suficientes, o que o levou a carregar dez moedas com ele o tempo todo pelo resto de sua vida; ele foi até enterrado com 10 moedas no bolso.

No momento do sequestro, Frank Sr. e o Rat Pack estavam filmando Robin e os 7 Capuzes. O estresse do sequestro, além do assassinato do amigo íntimo de Sinatra, John F. Kennedy, poucas semanas antes do sequestro, fez com que Sinatra considerasse seriamente o fechamento completo da produção, embora o filme tenha sido concluído.

Barry Keenan (nascido em 1940) é um empresário americano, mais conhecido como o cérebro por trás do sequestro de Frank Sinatra Jr. em 1963 


Aos 21 anos, Keenan já era um sucesso no mundo dos negócios, além de ser o mais jovem membro da Bolsa de Valores de Los Angeles. Após um acidente de carro, Keenan ficou sem um tostão e viciado em analgésicos, e acabou planejando o esquema de sequestro por resgate e recrutou outros para ajudar. Keenan, junto com Johnny Irwin e Joe Amsler, conspiraram para sequestrar Frank Sinatra, Jr. Keenan tinha um problema psiquiátrico em que ouvia vozes e sentia que seu plano era abençoado por Deus; já que pretendia pagar o dinheiro de volta, ele não achou que o sequestro fosse imoral. Depois de prender com sucesso Sinatra Jr. do Harrah 's Lodge em South Lake Tahoe, Keenan fez contato com Frank Sinatra, Sr. para fazer arranjos de resgate. Sinatra inicialmente ofereceu um milhão de dólares, mas Keenan exigiu significativamente menos, US $240.000. Apesar da natureza do crime, Keenan sentiu que estava aproximando a família Sinatra e ajudando os Sinatras de outras maneiras intangíveis.

Sinatra pagou o resgate e os três homens libertaram seu filho. Em poucos dias, todos os três conspiradores foram presos pelo FBI. Keenan foi condenado à prisão perpétua mais setenta e cinco anos de prisão por seus crimes, mas cumpriu apenas quatro anos e meio antes de ser libertado, porque foi determinado que ele era legalmente louco no momento do crime. Após sua libertação, Keenan obteve sucesso como incorporadora imobiliária.


Artistas da Musica em Filmes Biográficos (G-K)http://www.happyfamilyinlove.com/2015/09/artistas-da-musica-em-filmes_3.html


No comments:

Post a Comment