Google+ Badge

Thursday, August 13, 2015

Crime Hediondo em Filmes Biograficos




Quatro Meninas: Uma Historia  Real  - 4 Little Girls  é um documentário histórico 1997 Americano sobre o 15 de setembro de 1963 assassinato de quatro meninas.
                                                            garotas assassinadas
 No bombardeio 16th Street Baptist Church, em Birmingham, Alabama, Estados Unidos.
 Foi dirigido por Spike Lee e nomeado para um Oscar por "Melhor Documentário". 
As mortes provocaram indignação nacional, e que verão o Congresso dos EUA aprovou a Lei dos Direitos Civis de 1964, que foi assinado pelo presidente Lyndon B. Johnson.
O filme termina com o julgamento e condenação de Robert Edward Chambliss  em 1977 como o principal responsável pelo atentado.
         Robert E. Chambliss depois de sua prisão por ter bombardeado a igreja.
 O filme também investiga igrejas negras sendo incendiados em Birmingham em 1993, dando a impressão de que, embora o progresso tenha sido feito, existem alguns aspectos que ainda não foram alterados.
Os eventos inspirou a 1964 canção "Birmingham Sunday" por Richard Fariña e Mimi. A canção foi usada na seqüência de abertura do filme, como cantada pela irmã de Mimi, Joan Baez.

Tapes Iceman: Conversas com um Assassino (1992)
Um assassino da máfia  condenado a cumprir uma pena de morte, graficamente descreve sua vida de crime. O filme inclui comentários da esposa.

Richard Leonard Kuklinski apelido de Homem de gelo (11 de abril 1935 - 05 março de 2006) era um matador de aluguel americano que foi condenado por cinco assassinatos. Richard congelava as suas vítimas para mascarar o momento da morte. Richard vivia com sua esposa e filhos no subúrbio de Nova Jersey. Antes de sua prisão, sua família era aparentemente inconsciente da sua vida dupla. 
Confissões de um Assassino da Máfia - Ice Man (2012).Diretor: Ariel Vromen
Richard era um assassino contratado da família criminosa DeCavalcante, uma das cinco famílias da máfia americana. Depois de suas condenações por homicídio, Richard participou de uma série de entrevistas em que ele alegou ter assassinado  mais de 100 a 250 homens (as suas "lembranças" variam) entre 1948 e 1986. Três documentários, duas biografias  foram produzidos sobre Richard  com base em suas entrevistas e os resultados do grupo de trabalho que trouxe ele à justiça. Muitas afirmações foram sustentadas pelo autor Phillip Carlo em mais de 240 horas de entrevistas e dezenas de casos Richard ajudou a polícia de Nova Jersey claro depois de sua prisão.

Os últimos Passos de Um Homem  (1995) é uma co-produção estadunidense e britânica, dirigido por Tim Robbins e com roteiro no livro auto-biográfico de Helen Prejean sobre o seu relacionamento com Sonnier e outros condenados à morte serviu de base para o filme. 
No filme, Susan Sarandon (premiada com o Oscar de melhor atriz pela performance) interpreta Prejean e Sean Penn interpreta Matthew Poncelet, personagem baseado em Sonnier e em Robert Lee Willie, acusado de estuprar e matar Faith Hathaway de 18 anos em 28 de maio de 1980.

 Também foi acusado de estuprar Debbie Cuevas Morris, que tinha apenas 16 anos em 1980. 

Ao receber a carta de um preso condenado à morte pelo assassinato de dois adolescentes, e tomar conhecimento das provas precárias que o levaram à condenação, uma freira católica da Louisiana passa a ser sua guia espiritual e a lutar de corpo e alma para salvá-lo da pena de morte, que será realizada através da injeção letal.
Helen Prejean ( 21 de abril de 1939) é uma freira católica estadunidense, quese tornou uma das principais ativistas contra a pena de morte em seu país. Seus esforços contra a pena de morte se iniciaram em 1981 em Nova Orleans, através das correspondências que trocava com Elmo Patrick Sonnier, sentenciado à cadeira elétrica por assassinato. Ela visitou Elmo na prisão e concordou em ser a guia espiritual dele nos meses que antecederam à sua morte. Concordou também, a pedido do condenado, em presenciar a morte dele. A experiência deu à Hele uma ótica do processo de execução nas cadeias estadunidenses. A partir de então se tornou uma ativista contra a pena de morte e também fundou a organização não-governamental Survive, que fornece acompanhamento psicológico às famílias das vítimas de violência.
Helen, desde então, foi guia espiritual de vários outros prisioneiros condenados à morte e assistiu a várias outras execuções. Foi também presidente da Coalizão Nacional para a Abolição da Pena de Morte (National Chairperson of the National Coalition to Abolish the Death Penalty) de 1993 a 1995.
O segundo livro de Helen, intitulado: A morte de inocentes: uma testemunha ocular de execuções errôneas, de 2004. Nele, ela conta a história de Dobie Gillis Williams e Joseph O'Dell, dos quais foi guia durante suas respectivas execuções. Ela acredita que ambos sejam inocentes. O livro também analisa as recentes decisões da Suprema Corte dos Estados Unidos em permitir o uso da pena de morte e o recorde do governo de George W. Bush no Texas, considerado o governo que mais executou na história do estado em questão.
Em 1998, Helen recebeu o prêmio Pacem in Terris, instituído em 1964 para comemorar a encíclica de mesmo nome assinada no ano anterior pelo papa João XXIII. Apesar de lutar mais ativamente contra a pena de morte, Helen também é contra o aborto e a eutanásia, compartilhando a mesma visão que o Vaticano.



Longa Distância Revolucionária: Uma Jornada com Mumia Abu-Jamal (2012)
O filme narra a vida e os tempos revolucionários do ex-prisioneiro do corredor da morte Mumia Abu-Jamal.
Mumia Abu-Jamal, pseudônimo de Wesley Cook (24 de abril de 1954) é um ex-integrante do Partido dos Panteras Negras que se tornou jornalista na Filadélfia e ficou popular com o seu programa de rádio "A voz dos sem-voz".
Abu-Jamal foi dado o nome de Mumia em 1968 por seu professor de escola secundária, um queniano que instruiu uma aula sobre culturas africanas em que os alunos tomaram nomes na sala de aula de africanos.  De acordo com Abu-Jamal, 'Mumia' significa "príncipe" e foi o nome de nacionalistas africanos anti-coloniais quenianos que lutaram contra os britânicos antes da independência do Quênia. Ele adotou o sobrenome Abu-Jamal ("pai de Jamal", em árabe), após o nascimento de seu filho Jamal em 18 julho de 1971. O seu primeiro casamento aos 19 anos, com a mãe de Jamal, Biba, foi de curta duração.  A sua filha, Latifah, nasceu logo após o casamento. Abu-Jamal se casou com sua segunda esposa, Marilyn (conhecido como "Peachie") , em 1977.  seu filho, Mazi, nasceu no início de 1978. em 1981, Abu-Jamal estava vivendo com sua terceira e atual esposa, Wadiya.
Mumia  foi condenado a morte por, supostamente, matar um policial que espancava seu irmão, no início dos anos 80. Em 27 de março de 2008, a Corte Federal de Apelações dos EUA anulou essa sentença, convertendo-a em prisão perpétua, além de conceder um novo julgamento a Mumia.
Jornalista e militante negro anti-racista, Mumia foi preso em 9 de Dezembro de 1981, sob a acusação de ter assassinado o oficial de polícia Daniel Faulkner, em Filadélfia. Ao longo de 20 anos de uma incessante batalha judicial, repleta dos apelos por um julgamento justo por parte de personalidades e milhares de manifestantes, e apesar da constatação de inúmeras irregularidades em seu processo, a data de sua execução foi várias vezes marcada e depois suspensa. Por mais que as autoridades tentem tratá-lo como um criminoso comum, Ele é atualmente, o único prisioneiro político dos Estados Unidos condenado à morte, embora não tenha sido o primeiro.
Segundo o relato de várias testemunhas, tudo começou quando Mumia interveio para socorrer seu jovem irmão, que estava sendo brutalmente espancado por Daniel. Havia um outro homem, não identificado, no meio da briga. Houve muita confusão, gritos e disparos. Quando outros policiais chegaram ao local, Jamal estava ferido e Daniel morto. As mesmas testemunhas declararam ter visto o homem não identificado - que não se parecia com Jamal - fugir do local.
Aqui começam as flagrantes irregularidades: nenhuma perseguição ou busca foi feita na hora pela polícia. A arma que foi encontrada com Mumia não poderia ter disparado as balas que mataram o policial. Nenhum exame de balística foi efetuado para saber se a arma de Jamal tinha sido utilizada. E mais: nenhuma das testemunhas que saíram em sua defesa foi arrolada no processo. Uma delas declarou que a polícia o ameaçou de prisão se testemunhasse. Alguns asseguraram que a polícia os havia intimidado para que eles mudassem seu testemunho. Para coroar essa montanha de irregularidades, o juiz que presidiu o processo, Albert Sabo, declarou publicamente sua hostilidade em relação a Jamal, que em sua juventude foi membro do movimento Black Panthers.
Em 1982 Mumia  foi levado a julgamento e condenado à morte. Albert Sabo era já famoso como o “recordista” em número de condenações à morte (seis antigos promotores de Filadélfia declararam, sob juramento, que nenhum réu poderia esperar julgamento imparcial na Corte de Albert). O júri só foi formado após a remoção de onze negros perfeitamente qualificados.O advogado de defesa declarou publicamente que não havia entrevistado nenhuma das testemunhas, e que não estava preparado para o julgamento. Apesar disso, Albert recusou a Mumia o direito de fazer sua própria defesa. Segundo a promotoria, Mumia teria confessado, no hospital, a autoria da morte de Daniel, mas um relatório assinado pelo policial Gary Wakshul (que fez a guarda do réu), e não apresentado ao júri, diz que “o negro nada comentou”. Quando a defesa convocou Gary, a promotoria alegou que ele estava de férias e fora de alcance, e o juiz não aceitou esperar seu regresso; hoje se sabe que ele estava em casa.O médico de Mumia também negou ter ouvido qualquer confissão. As supostas incongruências se acumulam, seriam necessárias várias páginas para as descrever.A promotoria não apresentou nenhuma prova material de suas acusações. Em contrapartida, foi comprovada a prática de intimidação de testemunhas. Verônica Jones, que primeiro depôs contra Jamal e depois mudou a história, declarou que fora obrigada a mentir: policiais haviam ameaçado usar contra ela antigas acusações de mau comportamento que poderiam custar-lhe a guarda dos filhos. Quando Verônica contou isso, foi imediatamente presa.
                                                      George Wallace
Mas o caráter político do julgamento pode ser inferido dado que o FBI (polícia federal) apresentou, como “prova” contra ele, um arquivo de mais de 600 páginas contendo um resumo de suas atividades como militante do movimento negro. 
Em 1968, aos 14 anos, ele foi preso durante o protesto contra o racista George Wallace, então em campanha presidencial. Aos 15 anos, participou do movimento para rebatizar sua escola com o nome Malcolm X e ajudou a criar o comitê do Partido dos Panteras Negras (Black Panther) em Filadélfia. Mais tarde, tornou-se membro da redação central do jornal do movimento. 
Nos anos 70, passou a fazer parte de uma lista do FBI de pessoas que “ameaçam a segurança dos Estados Unidos” (ou seja, um dos que seriam imediatamente presos em casos de “emergência nacional”). 
Jornalista graduado, Mumia tornou-se locutor de rádios locais e de uma rede nacional de emissoras negras. Além de entrevistar gente como Bob Marley e Alex Haley, ficou conhecido como “a voz dos que não têm voz”.
Denunciava a violência policial - em particular, as de natureza racista - e os dramas diários da população pobre. Foi várias vezes ameaçado por policiais e autoridades, como o prefeito Frank Rizzo.
 Em 1994, a rede Rádio Pública Nacional o contratou para fazer comentários sobre a vida na prisão. O programa foi cancelado antes de começar, sob forte pressão do The New York Times, do senador Robert Dole (então, líder da maioria no Senado) e da Ordem Fraternal (que tentou, em 1995, proibir a publicação de seu livro Live from Death Row - Ao Vivo do Corredor da Morte, lançado no Brasil pela Conrad Editora.


Cidadã Jane - Citizen Jane (2009) o filme foi adaptado do livro de James Dalessandro de mesmo nome sobre os esforços da vida real de uma mulher para rastrear o vigarista que assassinou sua tia. Jane Alexander, uma atrativa e atlética mulher Sao  Francisco, está desfrutando de uma vida confortável com o homem que ela ama, bonito, carismático Tom O'Donnell. 


Bonnie e Clyde (1967) é um filme norte-americano de 1967, produzido e realizado por Warren Beatty e dirigido por Arthur Penn.
É considerado um dos mais importantes filmes da época, responsável pela mudança na linguagem cinematográfica de Hollywood na década seguinte.
Bonnie Elizabeth Parker (01 de outubro de 1910 - 23 de maio de 1934) e
Clyde Chestnut Barrow ou Clyde Champion Barrow  (24 de março de 1909 - 23 de maio de 1934) eram bandidos e ladrões americanos da área de Dallas que viajou pela região central dos Estados com os membros  de suas gangue durante a Grande Depressão.


 Crime em Wonderland Astro Porno John Holmes
Na investigação policial de uma cena de crime brutal, um homem estava no centro de tudo: o estrela pornô lendário John Holmes.
John Curtis Holmes nascido John Curtis Estes  mais conhecido como Johnny Wadd (depois do personagem principal ele retratou em uma série de filmes relacionados) (08 agosto de 1944 - 13 de março de 1988), foi um dos mais atores de cinema prolífico masculinos pornográficas de todos os tempos; ele apareceu em cerca de 2.500 loops de adultos e filmes pornográficos de recursos em 1970 e 1980. John era mais conhecido por seus excepcionalmente grande pênis, que foi fortemente promovido como o mais longo, mais grosso, embora nenhuma medida foi documentada do real comprimento do pênis.
Perto do fim de sua vida, John atingiu notoriedade por seu envolvimento nos assassinatos do país das maravilhas de julho 1981 e, eventualmente, por sua morte por complicações causadas pela AIDS em Março de 1988.
John foi o tema de vários livros, um longo ensaio na revista Rolling Stone, e dois documentários de longa-metragem, e foi a inspiração para dois filmes de Hollywood (Boogie Nights e Wonderland).


Foxcatcher - Uma História que Chocou o Mundo  (2014) é um filme americano, dirigido por Bennett Miller e estrelado por Steve Carrel, Mark Ruffalo e Channing Tatum. Docudrama sobre milionário John Du Pont e sua relação com os irmãos Dave e Mark Schultz que treinam em seu estado. Mark inicialmente idolatra du pont, mas aos poucos percebe as profundezas da loucura de seu benfeitor.
                                        Steve Carell como John Eleuthère du Pont
John du Pont (22 de novembro, 1938- 9 dezembro de 2010) era um filantropo americano e herdeiro da fortuna da família Du Pont, que em 1996 assassinou lutador e vencedor de medalha de ouro olímpico Dave Schultz. Ele era um ornitólogo,  filantropo,  entusiasta dos esportes, e treinador com estilo próprio em luta de corpo a corpo. Em 1972 John fundou e dirigiu o Museu Delaware de História Natural e contribuiu para Villanova University e outras instituições. 
Na década de 1980, ele estabeleceu uma academia de luta livre em sua fazenda foxcatcher  após tornar-se interessado no esporte e os eventos de pentatlo. 
Ele se tornou um proeminente defensor para esportes amadores nos Estados Unidos e um patrocinador para luta americana. Na década de 1990, amigos e conhecidos estavam preocupados sobre seu comportamento errático e paranóico, mas sua riqueza blindado ele. Em 25 de fevereiro de 1997, ele foi condenado por assassinato em terceiro grau em 26 de janeiro de 1996, disparando morte de Dave Schultz, um campeão olímpico de estilo livre de luta, vivia e trabalhava na propriedade de John. Ele foi governado ter sido mentalmente doente, mas não insano e foi condenado à prisão por 13 a 30 anos. Ele morreu na prisão aos 72 anos em 09 de dezembro de 2010. Ele foi o único membro da Forbes 400 americanos mais ricos a ser condenado por assassinato.
www.forbes.com/.../americas-richest-families-walton-rockefeller-d.
                                         Channing Tatum como Mark Schultz 
Mark Philip Schultz (nascido em 26 outubro de 1960) é um olimpíada americano e 2 vezes campeão mundial de estilo livro de luta.
               Mark Ruffalo como Dave Schultz 
David Leslie "Dave" Schultz (6 de junho de 1959 - 26 de janeiro de 1996) foi um olímpico americano e campeão mundial de estilo livre  wrestler, sete vezes Mundial e medalhista olímpico. Ele treinou indivíduos e equipes a nível de faculdade e também privada. 

A Arma de Lizzie Borden - The Legend of Lizzie Borden (1975) Direção Paul Wendkos. Elizabeth Montgomery como Lizzie
O filme ganhou dois prêmios Emmy dos cinco em que foi indicado.
O filme também foi indicado para o Globo de Ouro como melhor filme.
Lizzie Andrew Borden (19 de Julho de 1860 — 1 de Junho de 1927) foi uma estadunidense da Nova Inglaterra e uma figura central no caso que rodeia o duplo homicídio a machadadas brutais de seu pai e de sua madrasta num dia de calor sufocante, em 4 de Agosto de 1892, em Fall River, Massachussets. Borden foi absolvida quando levada a julgamento, mas ninguém mais foi condenado, e ela tornou-se uma figura no folclore americano. As matanças, o julgamento e o impacto da cobertura dos jornais sobre Lizzie Borden se tornaram uma causa célebre; e o evento tem permanecido firme na cultura pop americana e na criminologia como um dos mais famosos incidentes da Era Victoriana. Disputas sobre a identidade do assassino continuam até hoje.

Em 1955, foi feita uma curta-metragem americana chamada "The Older Sister" que mostra as irmãs um ano depois após os assassinatos. A curta-metragem foi apresentada pelo lendário Alfred Hitchcock.



Sangrenta Mama (1970)é um filme americano dirigido por Roger Corman e estrelado por Shelley Winters no papel-título. Foi baseado na história real de Ma Barker, que é retratada como uma mãe corrupta que estimula e organiza a criminalidade de seus filhos; na realidade, o envolvimento de Ma Barker na criminalidade foi relativamente limitado. O filme apresenta uma rápida aparição do jovem Robert De Niro como Lloyd Barker.
Arizona Donnie Barker  (08 de outubro de 1873 - 16 de janeiro de 1935) mais conhecida como Ma Barker, e às vezes como Kate Barker, A sua família a chamava de Arrie.
 Em 1892 ela se casou com George Barker. O casal teve quatro filhos:
 Herman (1893-1927), Lloyd (1897-1949), Arthur (1899-1939) e Fred (1901-1935).
Os seus filhos se tornaram criminosos, chefiados por ela durante a "era o inimigo público", quando as façanhas de gangues de criminosos no Meio-Oeste norte-americano surpreendeu o povo americano e a imprensa.
Ela viajou com seus filhos durante suas carreiras criminosas. Depois que Barker  foi morta durante um tiroteio com o FBI, ela ganhou a reputação de uma matriarca do crime  que controlava e organizava os crimes de seus filhos.
 J. Edgar Hoover descreveu-a como "o cérebro criminoso mais cruel, perigoso e engenhoso da última década".
Ma Barker tem sido apresentada como uma mãe monstruosa em filmes, músicas e literatura. No entanto, aqueles que a conheciam insistiam que ela não teve nenhum papel criminoso e "não podia planejar café da manhã".



Bloody Mama Musica


Sid e Nancy o Amor Mata
   John Simon Ritchie-Beverly  nome artístico Sid Vicious (10 de Maio de 1957 — 2 de Fevereiro de 1979) foi um músico inglês, conhecido por tratar-se de um ícone da cultura punk, tocava baixo na banda Sex Pistols. Ele foi baterista do Siouxsie & The Banshees, e vocalista da banda The Flowers of Romance.
Em novembro de 1977, Sid conheceu 
Nancy Laura Spungen (27 de fevereiro de 1958 – 12 de outubro de 1978) era uma drogada que tentava a vida como prostituta em Nova Iorque e acabou com fama de groupie, por correr atrás de vários astros do rock. Ninguém gostava dela, então ela arriscou a sorte na Inglaterra e foi parar no apartamento da amiga Linda, o mesmo de Sid e Johnny, bem na epóca que Sid entrou nos Sex Pistols.
Nancy já era viciada em heroína, enquanto Sid ainda era virgem. Começaram a namorar, e ele pediu a Nancy que lhe desse heroína, afirmando que já sabia usar. Passou o dia inteiro a vomitar.Nancy dividia um colchão com Sid no apartamento.Ela relata que tirou sua virgindade e o encantou. Sid se uniu a ela e aos seus amigos e se viciaram juntos em heroína (ele já tinha a filosofia de vida de viver intensamente e morrer jovem). Ele usava maconha e anfetaminas apenas para se divertir.Os amigos de Sid tentaram ajudá-lo a sair da situação. Eles achavam que afastá-lo de Nancy seria a solução. Malcon, sem sucesso, tentou sequestrá-la, mas apenas conseguiu mantê-la fora da turnê americana. De qualquer forma, Sid bebia e falava de Nancy o tempo todo durante a turnê, o que comprova que era sua vontade estar com Nancy.
Após o termino da banda, Sid foi morar com Nancy em Nova Iorque, no hotel Chelsea. Nancy tornou-se sua manager em 1978. Chegou um momento em que Sid estava convencido de que ele era a alma da banda e que poderia muito bem seguir em carreira solo. Até fez uma versão da música My Way (de Paul Anka), mas não foi muito longe. A carreira solo de Sid fracassou completamente e todo o dinheiro que conseguia era destinado ao vício em heroína.
Sid e a namorada brigavam muito e, em 12 ou 13 de outubro, varia conforme a fonte, ele encontrou a namorada morta no banheiro com uma facada no abdômen, no quarto  onde moravam. Uma das histórias diz que Sid estava drogado e a matou. Outra versão envolve dinheiro desaparecido durante o assassinato e conta que Nancy foi assassinada por um traficante que vivia no apartamento. A terceira versão da história diz que Nancy, drogada, se matou. Ela não esperava nada da vida e eles tinham um pacto de suicídio. Sid foi preso acusado de assassinar a mulher. Arrasado, tentou se matar várias vezes na cadeia e, enquanto esteve lá, Sid escreveu poesias e músicas para Nancy.
Juntando 30 mil dólares, a gravadora pagou a fiança e Sid foi libertado. Dizem que ele era um bom compositor e que as letras escritas na prisão nunca foram gravadas.
Após ser liberado, Sid começa a namorar Michelle Robinson e, mesmo estando com ela, se envolve com a namorada do irmão de Patti Smith, Todd Smith. A história acaba em briga e Sid agride Todd com uma garrafa de cerveja em seu rosto. Sid retorna a cadeia e mais uma vez sob fiança, sai de lá após 55 dias com liberdade condicional.
Todos acreditavam na desintoxicação de Sid, mas após a festa em homenagem a sua libertação na casa de sua mãe ele se trancou no banheiro e injetou uma dose a mais de heroína. Depois foi achado morto, deitado de costas na cama do apartamento de Michelle Robinson, na manhã de 2 de fevereiro de 1979, aos 21 anos, de overdose de heroína. Acredita-se que Sid havia roubado a droga da própria mãe (que tem registro de prisão por posse de drogas). Uma das últimas pessoas que estiveram com ele naquela noite foi Jerry Only o baixista do Misfits.
Após a morte, sua mãe encontrou na sua jaqueta uma carta suicida que dizia:
(Nós tinhamos um pacto de morte, e eu tenho que manter minha parte no trato. Por favor, me enterre próximo a minha querida com minha jaqueta de couro, jeans e botas de motoqueiro. Adeus.)
Pelo fato de Nancy ser judia e ter sido enterrada em cemitério israelita, Ele não foi autorizado a ser enterrado junto a Nancy. Ele foi cremado e conta-se que sua mãe perdeu parte de suas cinzas no aeroporto de Heathrow e depositou o resto no túmulo de Nancy, contrariando as autoridades judaicas.


A História de Amber Hagerman, que tinha 9 anos quando foi sequestrada ao passear com a sua bicicleta, e assassinada em Texas , em 1996.
O que levou a mãe a lutar por um sistema que alerta a nação de crianças raptadas, hoje chamado Amber Alert .Diretor: Keoni Waxman; roteirista: Richard Leder
Um Alerta AMBER ou um Rapto Emergência Criança (código SAME: CAE) é um sistema de alerta de rapto de crianças.


Hollywoodland (2006) é um filme americano dirigido por Allen Coulter. A história apresenta um relato romanceado das circunstâncias que envolvem a morte do ator George Reeves (interpretado por Ben Affleck), a estrela da série de televisão dos anos 1950" Adventures of Superman". Adrien Brody co-estrela como um personagem fictício, Louis Simo, um detetive particular investigando Toni Mannix (Diane Lane), que estava envolvido em um longo relacionamento amoroso com Reeves e era a esposa de direito comum da MGM executivo de estúdio Eddie Mannix (Bob Hoskins ).
George Reeves keefes (05 de janeiro de 1914 - 16 de junho de 1959) foi um ator americano. Ele é mais conhecido por seu papel como o Superman no programa de televisão As aventuras do Super- Homem dos anos 1950. 
A sua morte aos 45 anos de uma arma de fogo continua a ser um tema polarizador; a constatação oficial foi suicídio, mas alguns acreditam que ele foi assassinado ou vítima de um tiro acidental.
                                          Toni com George
Toni Mannix (19 de fevereiro de 1906 - 02 de setembro de 1983) foi uma atriz e dançarina no início talkies. Ela tornou-se notório por uma relação extraconjugal com o ator George Reeves durante seu casamento com o chefe do estúdio MGM Eddie Mannix.

Joseph Edgar Allen John Mannix conhecido como Eddie Mannis (25 de fevereiro de 1891 - 30 de agosto, 1963), era um executivo de estúdio de cinema americano e produtor. Ele é lembrado por seu trabalho de proteção das estrelas de Hollywood e do trabalho como um "fixer", em que ele foi capaz de esconder aspectos de suas vidas particulares, muitas vezes coloridas para manter sua imagem de tela limpa.  Entre suas contribuições mais duradouras para Hollywood era um livro manteve que lista os custos e receitas de todos os filmes da MGM produzido entre 1924 e 1948, uma referência importante para os historiadores de cinema.



Cidade de Deus (2002) é um filme de drama brasileiro dirigido por Fernando Meirelles e codirigido por Kátia Lund. Foi adaptado por Bráulio Mantovani a partir do livro de mesmo nome escrito por Paulo Lins.
Paulo Lins ( 11 de junho de 1958) é um escritor brasileiro que ganhou fama com a publicação, em 1997, do livro Cidade de Deus, sobre a vida nas favelas do Rio de Janeiro.
Morador da favela carioca Cidade de Deus, começou como poeta nos anos 1980 como integrante do grupo Cooperativa de Poetas, por onde publicou seu primeiro livro de poesia: Sobre o sol (UFRJ, 1986). Graduado no curso de Letras, foi contemplado – em 1995 – com a Bolsa Vitae de Literatura.
Após, fez roteiros para alguns episódios de Cidade dos Homens, da TV Globo, e o roteiro do filme Quase dois irmãos, de 2004, de Lúcia Murat, que recebeu o prêmio de melhor roteiro da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), em 2005.
Mais recentemente, Paulo Lins trabalhou com René Sampaio, no roteiro de mais um longa-metragem, adaptação cinematográfica da letra da canção de Renato Russo, Faroeste Caboclo.
Após catorze anos de trabalho intermitente, em 2012 Paulo Lins lançou seu segundo romance, Desde que o Samba é Samba, que recria ficcionalmente a invenção do samba por músicos do bairro carioca da Estácio na década de 1920
Sua obra tem atraído interesse acadêmico na forma de vários artigos, dissertações e até mesmo teses.
 O filme retrata o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus entre o final da década de 1960 e o início da década de 1980.
O filme é estrelado por Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele, Douglas Silva, Alice Braga e Seu Jorge. A grande maioria dos atores era, na verdade, moradores de favelas como Vidigal e Cidade de Deus.
Recebeu quatro indicações ao Oscar.

Melvin Purvis, G Man (1974)
Dale Robertson como um chefe do FBI que rastreia Machine Gun Kelly em 1933.


Melvin Purvis Horace II apelido de "Little Mel" (24 de outubro de 1903 - 29 de fevereiro de 1960) era um agente da lei americana e Federal Bureau de Investigação (FBI).  Ele é conhecido por liderar as perseguições que acompanhavam esses bandidos como Baby Face Nelson, Pretty Boy Floyd, e John Dillinger.
Lester Joseph Gillis conhecido sob o pseudônimo de George Nelson conhecido como Baby Face Nelson, um nome dado a ele devido a sua aparência jovem e pequena estatura e referido por associados criminosos como Jimmy (06 de dezembro de 1908  - 27 de novembro de 1934),  era um ladrão de banco americano na década de 1930. George entrou em uma parceria com John Dillinger, ajudando-o a fugir da prisão, e mais tarde foi rotulada juntamente com os membros da gangue restantes como o inimigo  público número um. Nelson foi o responsável pelo assassinato de várias pessoas e matou mais agentes do FBI em trabalho do que qualquer outra pessoa. George foi baleado por agentes do FBI e morreu depois de um tiroteio frequentemente denominado A batalha de Barrington .
Charles Arthur "Pretty Boy" Floyd (03 de fevereiro de 1904 - 22 de outubro de 1934) era um ladrão de banco americano. Ele operou no Centro-Oeste e Oeste Sul Unidos Central, e suas façanhas criminais ganhou ampla cobertura da imprensa na década de 1930. Como a maioria dos outros bandidos proeminentes da época, ele foi morto por policiais. Ele continuou a ser uma figura familiar na cultura popular americana, às vezes visto como notório, mas em outras vezes vistos como uma figura trágica, em parte, uma vítima dos tempos difíceis da Grande Depressão nos Estados Unidos.
John Herbert Dillinger ( 22 de junho de 1903 - 22 de julho de 1934) era um gângster americano famoso na época da Depressão dos Estados Unidos, que operava com um grupo de homens conhecidos por alguns como o Dillinger Gangue do Terror ou que foram, entre outras atividades, acusado de roubar 24 bancos e quatro esquadras de polícia. Ele escapou da prisão duas vezes. Ele também foi acusado de, mas nunca condenado do assassinato de um  policial que atirou nele em seu colete à prova de bala durante um tiroteio, levando-o a retornar fogo. Esta foi a unica acusação de homicídio de Dillinger.
No auge dos fora da lei da época da Depressão (1933-1934) ele  foi o mais notório de todos, destacando-se ainda entre os criminosos mais violentos, como Baby Face Nelson, Pretty Boy Floyd e Bonnie e Clyde, como evidenciado pelo fato de que décadas mais tarde, o primeiro livro importante sobre 1930 gângsteres foi intitulado The Dillinger Dias. Ele cortejou publicidade, intitulando-se como uma figura de Robin Hood, e os meios de comunicação de seu tempo correu contas exageradas de suas bravatas e colorido personalidade, fazendo com que o governo para exigir ação federal, e J. Edgar Hoover desenvolveu um mais sofisticado Federal Bureau ode Investigação como uma arma contra o crime organizado, usando Dillinger e sua gangue como sua plataforma de campanha.
Depois de fugir da polícia em quatro estados por quase um ano, Dillinger foi ferido e voltou para a casa de seu pai para se recuperar. Ele voltou para Chicago em Julho de 1934 e encontrou seu fim nas mãos de policiais e agentes federais que foram informados de seu paradeiro por Ana Cumpănaş (a dona do bordel onde Dillinger procuraram refúgio na época).
Bernie- Quase um Anjo (2011)
Texas agente funerário Bernie tornar-se um suspeito do assassinato da viúva injuriado Marjorie Nugent após a sua amizade azeda e seu corpo é descoberto em um freezer. Mas a coisa tomar um rumo estranho quando a comunidade comícios em defesa de Bernie.


Meninos Não Choram - Boys Don't Cry é um filme norte-americano de 1999, um drama dirigido por Kimberly Peirce e com roteiro baseado na história real de Brandon Teena.
Brandon Teena (12 de dezembro de 1972 —  31 de dezembro de 1993), foi um jovem transexual norte-americano, que foi espancado, violado e assassinado numa cidade do interior dos EUA. O sexo atribuído a Brandon ao nascimento foi o feminino, mas ele identificava-se, apresentava-se e vivia como um homem. O seu assassinato foi um dos mais notórios crimes de ódio dos E.U.A na década.
Nascido em Lincoln, Brandon começou a se identificar do sexo masculino na escola. A sua mãe não aceitava sua identidade masculina e continuou se referindo a ele como "filha". Em 1993, depois de alguns problemas legais, Brandon mudou-se para Falls City, onde ele se identificou apenas como um homem. Brandon fez amizade com vários moradores locais. 
Depois de se mudar para a casa de Lisa Lambert, Brandon começou a namorar uma das amigas de Lisa, Lana Tisdel. Ele também fez amizade com dois ex-presidiários John Lotter e Marvin Thomas "Tom" Nissen. Tom era casado e tinha dois filhos. Lana e John tinham sido amigos desde a infância e tinha namorado anos antes. Outro homem, Phillip também se tornou amigo de Brandon. Em 15 de dezembro de 1993, Brandon foi preso por esboço de cheques. Lana pagou a sua fiança e viu que Brandon estava na ala feminina da prisão, quando soube que Brandon tinha genitais femininos. Quando foi questionado, Brandon disse que pretendia fazer uma operação para mudança de sexo.
Durante uma festa de Natal, Tom  e John agarraram Brandon e o obrigaram a remover as calças, mostrando a Lana que Brandon tinha genitais femininos.  
Em seguida, os dois atacaram a Brandon, e o obrigaram a entrar em um carro. Eles dirigiram para uma área dentro de uma fábrica de embalagens de carne, oespancaram e o estupraram. Em seguida, voltaram para a casa de Tom. Brandon escapou da casa de Tom escalando a janela e foi até a casa de Lana. Ele estava convencido a denunciá-los a polícia, apesar de Tom e John o terem ameaçado de morte. A polícia não acusou ninguém, devido a uma alegada falta de provas.
Tom e John  partiram para a casa de Lisa Lambert a procura de Brandon. 
Eles atiraram e mataram  e Phillip Devine e Brandon. 
Tom testemunhou contra John e foi condenado à prisão perpétua. John Lotter foi condenado a pena de morte e atualmente seu caso se encontra em revisão. Alguns anos mais tarde, Lana  teve uma filha e retornou a Falls City para criá-la.


Mate os Seus Queridos - Kill Your Darlings 92013) é um filme de drama biográfico americano escrito por Austin Bunn e dirigido por John Krokidas. 
A história é sobre os tempos de faculdade de alguns dos primeiros membros da Geração Beat (Lucien Carr, suas interações, e do assassinato em Riverside Park
David Kammerer Eames ( 02 de setembro, 1911- 14 de agosto, 1944 Manhattan)
A morte de David foi um dos marcos históricos mais terríveis da história da Geração Beat. Ele foi esfaqueado até a morte com uma faca de escoteiro por seu amigo Lucien Carr. Depois de esfaqueá-lo duas vezes, Lucien eliminou o corpo ponderando-lo para baixo com pedras e empurrando-o para o rio Hudson. No dia seguinte, ele  jogou a faca em um esgoto e enterrou os óculos de David em Morning side Park. De acordo com Lucien, David tinha feito avanços sexuais indesejados em relação a ele. O relacionamento entre os dois havia começado cinco anos antes, em St. Louis quando David levou um grupo de escoteiros na natureza semanal caminhadas. Ele ficou encantado com a jovem escoteiro Lucien. 
                           Jack Kerouac e Lucien Carr em 1944, Columbia College Campus
                                                                   Jornalista Lucien Carr em sua mesa
Lucien Carr Nascido 01 de março de 1925 Morreu 28 de janeiro de 2005 mais tarde, ele trabalhou por muitos anos como editor da United Press International. Lucien foi acusado de assassinato em segundo grau. A história foi seguido de perto pela imprensa, envolvendo um estudante dotado de uma família proeminente, premier universidade de Nova York, e o cheiro escandaloso da homossexualidade.  A cobertura do jornal abraçou a história de Lucien de um homossexual obcecado predando um homem mais jovem heterossexual atraente, que finalmente atacou em auto-defesa.  O Daily News chamado de matar um "assassinato de honra". Lucien foi condenado a uma pena de um a 20 anos de prisão; ele serviu dois anos  e foi liberado.
                                      Jack-Kerouac e Allen-Ginsberg 
Jack Kerouac (nascido Jean-Louis Lebris de Kerouac; 12 de março de 1922 - 21 de outubro de 1969) foi um romancista e poeta americano.
Jack é reconhecido por seu método de prosa espontânea. Tematicamente, sua obra abrange temas como a espiritualidade católica, jazz, promiscuidade, Budismo, drogas, pobreza e viagens. Ele se tornou uma celebridade no subsolo e, com outras batidas, um progenitor do movimento hippie, embora ele permaneceu antagônico em direção a algum dos seus elementos politicamente radicais. 
Em 1969, aos 47 anos de idade, Jack morreu de hemorragia interna devido ao abuso de álcool a longo prazo. Desde sua morte, o prestígio literário dele tem crescido, e vários trabalhos inéditos foram publicados. Todos os seus livros são impressos hoje, incluindo  Cidade do México Blues,  O mar é meu irmão.
 William Seward Burroughs II conhecido por seu pseudônimo William Lee; 05 de fevereiro de 1914 - 2 de agosto de 1997) foi um escritor americano, contista, ensaísta, pintor, e falador performer palavra. Uma figura principal da Geração Beat e um grande autor pós-moderno, ele é considerado "um dos artistas mais politicamente incisivas, culturalmente influentes e inovadores do século 20". Sua influência é considerada por ter afetado uma gama da cultura popular, bem como literatura. William escreveu dezoito romances e novelas, seis coletâneas de contos e quatro coletâneas de ensaios. Cinco livros foram publicados de suas entrevistas e correspondências. Ele também colaborou em projetos e gravações com vários artistas e músicos, e fez muitas aparições em filmes.
Ele nasceu em uma família rica em Missouri, neto do inventor e fundador da Burroughs Corporation. William começou a escrever ensaios e revistas no início da adolescência. Ele saiu de casa em 1932 para estudar na Universidade de Harvard, estudou Inglês e antropologia como uma pós-graduação, e mais tarde frequentou a escola de medicina em Viena. Depois de ser recusado pelo Escritório de Serviços Estratégicos e da Marinha dos EUA em 1942 para servir na II Guerra Mundial, ele pegou o vício de drogas que o afetou para o resto de sua vida, enquanto trabalhava em vários empregos. 
Irwin Allen Ginsberg (03 de junho de 1926 - 5 de abril, 1997) era um poeta americano e uma das principais figuras, tanto da Geração Beat dos anos 1950 e da contracultura que em breve viria a seguir. Ele se opôs vigorosamente o militarismo, o materialismo econômico e repressão sexual e era conhecido como incorporando diversos aspectos dessa contracultura, como suas opiniões sobre drogas, hostilidade à burocracia e abertura para as religiões orientais. Allen é mais conhecido por seu poema épico "Uivo ", no qual ele denunciou o que ele via como as forças destrutivas do capitalismo e de conformidade nos Estados Unidos. 
Howl é um filme experimental americano de 2010, que explora tanto a estréia Six Gallery e o julgamento 1957 obscenidade do poema do poeta americano do século 20 Allen. O filme é escrito e dirigido por Rob Epstein e Jeffrey Friedman.
 Em 1956, o poema "Uivo" foi apreendido pela polícia de São Francisco e Alfândega dos EUA.  Em 1957, o poema atraiu ampla publicidade quando se tornou objecto de um julgamento por obscenidade, como retratado sexo heterossexual e homossexual em um momento em que as leis contra a sodomia homossexual foi feito um crime em todos os estados dos Estados Unidos. "Uivo" refletiu a própria homossexualidade de Allen e seus relacionamentos com um número de homens, incluindo Peter Orlovsky, seu parceiro ao longo da vida. 
 O juiz Clayton W. Chifre decidiu que "Uivo" não era obsceno, acrescentando: "Haveria alguma liberdade de imprensa ou da fala se deve reduzir seu vocabulário para insípida eufemismos inócuos? "
Allen era um budista praticante que estudou disciplinas religiosas orientais extensivamente. Ele viveu modestamente,e a compra de sua roupa eram em lojas de segunda mão.


O Escândalo do Século - The Girl in the Red Velvet Swing (1955) é um filme de drama estadunidense, dirigido por Richard Fleischer. O roteiro dramatiza um caso real,  do assassinato do renomado arquiteto Stanford White devido ao seu envolvimento com a modelo e artista de vaudeville Evelyn Nesbit em 1906 (citada na narração inicial como tendo dado entrevistas para a história mostrada). Farley Granger, que interpreta o assassino Harry Kendall Thaw, em 1948 já fizera o mesmo em outra dramatização para cinema, no filme Rope sobre o caso Leopold e Loeb. O assassinato do arquiteto voltaria a ser encenado no filme Ragtime
Florence Evelyn Nesbit conhecida como Evelyn Nesbit( 25 de dezembro de 1884 – 17 de janeiro de 1967) foi uma famosa cantora de coro e modelo para artistas.
No início do século XX, a figura e a face de Evelyn Nesbit estavam em todos os lugares, aparecendo em jornais de grande circulação, propagandas de revista, souvenirs e calendários, fazendo dela uma celebridade cultural. Sua carreira começou na adolescência, na Filadélfia, e continuou em Nova Iorque, onde posou para artistas respeitados da época, como James Carroll Beckwith, Frederick S. Church, e, notavelmente, Charles Dana Gibson, que a idealizou como uma "Gibson Girl". Ela teve a distinção de ser uma das primeiros "modelos vivas" em uma era em que a fotografia de moda como meio de publicidade estava só começando sua ascensão.
Como artista de palco, ela atraiu a atenção do arquiteto e socialite nova-iorquino Stanford White, que inicialmente ganhou a confiança da família dela e então abusou sexualmente de Evelyn enquanto ela estava inconsciente. Ela conquistou notoriedade mundial quando seu marido, o milionário Harry Kendall Thaw, assassinou White no topo do antigo Madison Square Garden na noite de 25 de junho de 1906, causando o que a imprensa viria a chamar de "Julgamento do Século".
Stanford White (09 de novembro de 1853 - 25 de junho, 1906) foi um arquiteto americano e sócio da firma de arquitetura McKim, Mead & White, pioneira entre as empresas de Beaux-Arts. Ele projetou uma longa série de casas para os edifícios ricos, e numerosos públicos, institucionais e religiosas. Seus princípios de design encarna o "American Renaissance".
Harry Kendall Thaw (12 de fevereiro de 1871 - 22 de fevereiro de 1947) era filho do barão William Thaw. Herdeiro de uma mina de carvao e ferrovia e de uma  fortuna multimilionária. Harry Thaw tinha uma história de instabilidade mental grave e levou uma vida devassa. Atormentado por doença mental desde a infância, ele gastou dinheiro ricamente para financiar sua festa obsessivo, dependência de drogas, e a gratificação de seus apetites sexuais.


O Projeto Laramie - The Laramie Project (2002) Drama em que mostra como a pequena cidade Laramie nos Estados Unidos  reagiu à morte do estudante universitário gay Matthew Shepard 1998. Escrito e dirigido por Moisés Kaufman. Baseado na peça do mesmo nome.

 Ela Fez Eles Fazerem - She Made Them Do It (2012) É um telefilme canadense. Foi dirigido por Grant Harvey, uma estudante, é enviada para a prisão depois que seus dois companheiros de quarto foram assassinados pelo namorado Rick. Ela afirma sua inocência. Após um de seus apelos é negado, ela escapa com a ajuda da Guarda Prisional Scott Spitler e seu amigo Jamie Long . The Marshall Harlan Sean, sem sucesso persegue-a e tem que contar com a ajuda de programa de TV da América Most Wanted. Depois de Sarah é capturado por agentes da polícia local, ele pega-la e leva-la de volta para a prisão.