Google+ Badge

Wednesday, August 5, 2015

Mulheres e Homens na Hora das Compras

Os homens gostam de números e letras. AS mulheres de cores.

Os homens são de leroy Merlin e as mulheres do Boticário. 
Em caso de compras é impossível para mim pensar como mulher e agir como homem.
O meu marido não gosta muito de comprar, e quando ele compra é com a intenção de resolver um problema. Ele anda bem mais rápido do que eu nos corredores das lojas. Ele não fica olhando o que não deseja e o que não pretende compra.
Muitas vezes a gente esta numa Loja sem acharmos o que precisamos ou precisando de mais informação a respeito do produto, eu procuro algum funcionário para dar a informação, pois sei que se depender do meu marido ele ira embora sem comprar, por simplesmente não ter encontrado o produto. 
Eu adoro ir fazer shopping, para mim é um prazer, mas sei que o meu marido não sente prazer nenhum em ir as compras. Eu nunca entendo porque meu o marido sempre esta ansioso para sair da loja.
Quando o meu marido vai comprar roupas para ele geralmente ele vai na mesma loja, escolhe e prova rapidinho e compra. Ele somente não compra se a roupa não servir para ele.
O máximo de peças de roupas que se pode entrar no vestuário são oito peças, então eu entro com oito peças, mas o meu carinho continua cheio de roupas. Depois de provar as 8 peças, eu saio e pego outras peças para provar. Eu acredito que esse e um erro gravíssimo das lojas, a funcionaria na entrada do provador,  dizendo com quantas peças de roupas podemos entrar no provador, porque eles não colocam o limite de 15 peças de roupas? Depois é só contar. Tem vezes que não escolho mais roupas por causa deste inconveniente. Mas ao contrario do meu marido eu somente compro se eu realmente gostar, tem vezes que eu provo varias roupas e acabo comprando somente uma peça.
O meu marido adora ser o provedor da família. Muitas vezes ele decide que estou precisando de roupas novas, então saímos para as compras.
Normalmente eu provo as roupas, e quando vejo que uma ficou boa, eu saio para que ele veja, e ele sempre diz que ficou bom, e que eu devo comprar. Quando saímos da loja com as compras  é o momento que o vejo feliz, ou melhor satisfeito. 
Eu adoro comprar roupas bonitas, e produtos que deixem a minha casa mais charmosa.
Mas ele não age da mesma maneira, quanto as compras  são para decoração ou utensílios para casa, toda vez ele diz, que não precisamos daquilo, e que podemos comprar dali um tempo. Em dezembro sera depois dos feriados, sempre tem uma desculpa. Mas seria interessante se as lojas tivessem um espaço para entreter os maridos, enquanto as mulheres compram. As lojas que fizessem isso venderiam muito mais, eu penso que eles não sabe como ficamos ansiosas quando vamos a compras com os maridos ligeirinhos.
Então em muitas compras, eu prefiro ir com as minhas amigas, a gente anda relaxadamente, comparamos os produtos e os valores, conversamos com as vendedoras. A gente conversa, trocamos opinião Vamos em diferentes lojas. 
A gente muitas vezes gasta o dia todo, e a gente pausa para ir em um restaurante. Nós fomos a um restaurante  em Nova York que tudo no cafe deste dos moveis, os pimenteiros e saleiros era para vender. O único detalhe é que quando saio com as minhas amigas eu gasto mais.
Quando vamos no supermercado, eu compro o que preciso e sei que irei consumir, mesmo que seja uma novidade. O Bill compra sempre coisas que já temos em casa, ou algo que é novidade, mas que ele nunca usara ou comera. Bom é sempre ele que paga, mas quem tem que aturar a falta de espaço nos armários, por causa disto sou eu.
O Bill gosta de comprar coisas como equipamento, churrasqueira. Ele comprou um barco ha alguns anos atras e até hoje nunca foi usado. 
Eu adoro sair para compras, mesmo quando não preciso comprar nada, isto isto me da um sentimento gostoso de liberdade e prazer.