Google+ Badge

Thursday, March 31, 2016

As Cartomantes o Dinheiro o Sucesso e Eu

A vida é uma aventura de experiências. Uma experiência por si só não determina quem somos como pessoa, em vez, como a gente escolhe enfrentar essas experiências. 
Eu havia acabado de ter uma reunião com o meu parceiro, a respeito de uma funcionaria que estava causando problemas, e tomamos a decisão de manda-la embora.
Eu sai da reunião e comecei a caminhar para ir despedi-la, o telefone tocou, eu atendo, era uma ligação de longa distância da minha irmã Zezé, que estava de ferias na cidade em que nascemos e havia ido ler a sorte numa senhora cartomante.
- " Eu estou te ligando, porque eu fui ler a sorte, e a cartomante me disse para você não mandar uma funcionaria embora, se você mandar você fechara a sua empresa. Ela me falou com tanta firmeza, que eu não esperei nem chegar em casa, eu parei no primeiro telefone publico."
- " Obrigada Zezeh, isto é uma super coincidência, porque eu ia despedir a Ambrosia agora.
Imediatamente ao desligar o telefone, eu falei para o meu parceiro que não iria demiti-la, e expliquei porque. Ele disse que era para eu escolher : " Ele ou a funcionaria"
Adivinha o que? Eu escolhi!  E mandei a funcionaria embora. A empresa fechou. E olhando para trás. A melhor decisão era dizer a ele.
" Eu disse a você que não irei demiti-la. Então é  você que esta decidindo....." A idade  é maravilhosa, porque ficamos mais sabias. Mas a sabedoria muitas vezes vem com o sentimento de ....Ufa!
Porque quando me ignoro, sou ignorada de qualquer jeito mesmo. O nosso crescimento está previsto principalmente sobre quão bem a Gente lida com as oportunidades e circunstâncias que se apresentam na nossa vida cotidiana. Somos co criadores no desdobramento de nossa jornada.
Eu estava passando por um momento muito difícil em minha vida, nada funcionava, as coisas sumiam, quando as clientes chegavam em meu salão, os secadores palavram de funcionar. Finalmente eu fiz um evento onde eu vendi muito bem, e aquele dinheiro poderia me dar um folego. Assim que o evento terminou eu fui viajar com o meu amigo americano Michael que estava de ferias no Brasil e o meu filho Iuna. Eu guardei todos os cheques em minha casa, onde a baba ficou sozinha. Quando eu voltei os cheques haviam desaparecido. Eu fiquei desesperada.
A baba era uma moça maravilhosa, ela me disse que não os havia pego.  
 A minha amiga Clotilde me indicou uma cartomante na zona leste de São Paulo. Eu fui até la.  A senhora não jogava carta, ela tinha um caderno em branco, onde ela ia lendo tudo que estava escrito.
Ela me garantiu que a baba não havia pego os cheques. Que havia sete espíritos que estavam me seguindo, eles me acompanhava em todos os lugares. E que os espíritos disseram que eu ficar na rua, comendo pão e água.
Esses espíritos tinham sido enviados por esta mulher chamada Judite; ex amante e atual companheira, do pai do meu filho. 
 Eu fiquei impressionada, porque ela falou, exatamente como o pai do meu filho falava. Ela falou o que a Judite falava, mas eu não podia comprovar, pois nunca havia conversado com ela. 
Então eu perguntei a ela o que eu deveria fazer para resolver o problema. Ela disse que ela poderia resolver por oitocentos reais. Eu fui embora impressionada, porem em casa, eu comecei a pensar:  "Thillai você é uma boba de ficar acreditando nesta estoria de espirito". Eu mudei de ideia, e mandei a garota embora. 
Em 2003 eu tinha um stand, financiado por a minha irma, no Fórum social Mundial em Porto Alegre, para vender minhas bonecas.  Eu fiquei hospedada  na casa de uma senhora chamada "tia Laura". 
No primeiro dia do evento, eu voltei com um bolo de dinheiro, das vendas do dia. Após  o banho eu o bolo de dinheiro dentro de minha calcinha. Como tinha varias pessoas hospedadas na casa. Eu iria dormir no sofá da sala. Era janeiro e estava muito calor, tinha cinco mulheres sentadas na mesa da sala, eu deitei no sofá e comecei a assistir um filme. De repente eu comecei a sentir um frio muito grande, eu olhei para as mulheres, pensando- "porque elas estão com a janela aberta, elas não estavam sentido o frio?" De repente o dinheiro desapareceu, eu coloquei a mão e nada.
Elas me perguntaram se aconteceu alguma coisa, pois o meu rosto estava branco. Eu não contava nada das coisas sobrenaturais que estavam acontecendo em minha vida, com medo de que as pessoas poderiam pensar que eu estava ficando louca.
Mas ali naquela situação, eu resolvi contar.:
- " Olha eu tomei banho, coloquei o dinheiro aqui dentro de minha calcinha e ele desapareceu." e elas responderam
- "Oh não! você esta enganada, você provavelmente esqueceu no banheiro." E elas foram procurar no banheiro, detalhe a porta do banheiro dava para a sala e eu tinha sido a ultima a usar o banheiro.
O dinheiro nunca mais apareceu.
Finalmente eu perdi tudo que tinha, com todos os meus pertences cabendo dentro de uma pequena mala. O meu filho foi morar com o pai e eu fiquei morando de favor e diferentes casas, de pessoas que davam um sofá para eu dormir. O oitocentos reais que resolvi não investir, se tornou nada, perto de toda a perda que tive.  Um dia como brincadeira de mal, todos os cheques reapareceram. Eu abri a porta de meu guarda roupa e eles cairão do nada. Eu não pude compensa-los, porque já haviam passado a data que era possível por lei deposita-los. Você pode dizer que eles sempre estiveram la. Não! Porque eu havia mudado de meu apartamento, por não conseguir pagar o aluguel. E quando eu mudei, o guarda roupa tinha sido desmontado. 

A minha irmã Zezé foi consultar um Vidente nos Estados Unidos. Ele disse para minha irmã que uma mulher (Judite) havia feito um trabalho para eu perder tudo e ficar louca e terminar em um hospício. Que era para minha irmã me trazer para os Estados Unidos o mais rápido possível. Eu disse a minha irmã que eu acreditava, pois quando a senhorinha me disse que eu ia perder tudo, parecia totalmente impossível. Eu tinha clientes que comigo ha 14 anos, ela jamais deixariam de ser minhas clientes. Mas eu as perdi também.O importante é a intenção (o objetivo real) por trás da ação. Nenhuma ação de qualquer planeta ou em qualquer das fases do sol, da lua, ou a qualquer dos corpos celestes ultrapassar a regra da força de vontade individual da gente. O poder de escolher para si mesmo.
Desta vez eu segui o conselho do cartomante.
Quando eu cheguei aqui a primeira coisa que fiz foi ir jogar o taro com o mesmo vidente. Ele previu quatro coisas, três previsões já aconteceram, agora somente falta uma previsão, uma coisa que quero muito que se realize.A consciência se manifesta como forte influência sobre inconsciente sobre a personalidade de um indivíduo, caráter, estimulo, desejos e hábitos  faz com que o indivíduo humano, diferente de todas as outras criaturas na terra.
 Agora esta fazendo 10 anos que ele fez a previsão dele. Eu espero poder contar tudo que ele disse numa próxima historia quando acontecer a quarta previsão. 
Cartomante- Elis Regina