Tuesday, July 5, 2016

Almas Gêmeas Na Modernidade ( Terceira Parte)

  1.  Eles são  incompreensíveis para as pessoas. 

    40- Simone e Satre

    Os Amantes do Café Flore Diretor: Ilan Duran Cohen
    Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre -  Apaixonados, livre pensadores existencialistas-filósofos e escritores - eles tiveram uma união comprometida, mas notoriamente aberta.
    O impacto de seus escritos sobre o pensamento moderno não podem ser subestimados. Os dois são lembrados pelas vidas que levaram. Eles foram brilhantes, corajosos indivíduos profundamente inovadoras, com paixão, energia, ousadia, humor, e as contradições de seu notável relacionamento, pouco ortodoxo. Uma grande história - e uma grande história é precisamente o que Simone e Sartre mais queriam que suas vidas representassem.
    Jean-Paul Charles Aymard Sartre ( 21 de junho de 1905 —  15 de abril de 1980) foi um filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como representante do existencialismo. Acreditava que os intelectuais têm de desempenhar um papel ativo na sociedade. Era um artista militante, e apoiou causas políticas de esquerda com a sua vida e a sua obra. Ele repeliu as distinções e as funções problemáticas e, por estes motivos, se recusou a receber o Nobel de Literatura de 1964.
    Simone Lucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir, mais conhecida como Simone de Beauvoir ( 9 de janeiro de 1908 —  14 de abril de 1986), foi uma escritora, intelectual, filosofa existencialista, ativista política, feminista e teórica social francesa. Embora não se considerasse uma filosofa, Simone teve uma influência significativa tanto no existencialismo feminista quanto na teoria feminista.

    Eles não precisam de aprovação. Eles se aprovam.  

    41- Jose e Pilar
  2. José e Pilar (2010) é um documentário de Miguel Gonçalves Mendes, acompanha durante dois anos a vida de José Saramago e Pilar del Río.
  3. José de Sousa Saramago ( 16 de novembro de 1922 — 18 de junho de 2010) foi um escritor português, que recebeu o Nobel de Literatura de 1998. E em 1995, o Prêmio Camões. 
  4. O seu livro Ensaio sobre a Cegueira foi adaptado para o cinema, dirigido por Fernando Meirelles. Um conto foi adaptado ao filme Embargo , por Antonio Ferreira.
  5.  Jose era ateísta e iberismo, foi membro do Partido Comunista Português e foi diretor-adjunto do Diário de Notícias. 
     María del Pilar del Río Sánchez (1950) é uma jornalista, escritora e tradutora espanhola. A filha mais velha de um total de quinze irmãos. Em 1986, Maria  conheceu o José Saramago, após ter lido todos os seus livros publicados em espanhol e ter pedido para o conhecer pessoalmente. Em 1988, casaram. Ela foi a tradutora para a língua espanhola de vários romances de José Saramago. A 29 de Junho de 2007 eles constituem a Fundação José Saramago para a defesa e difusão da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos problemas do meio ambiente. Em 2012 a Fundação José Saramago abre as suas portas ao público na Casa dos Bicos em Lisboa, presidida pela sua mulher Pilar del Río.
    42- Darlene, Osias, Zezinho e Ciro


    Eu Tu Eles
    Três anos depois de deixar sua pequena cidade brasileira a se casar, Darlene Maria Marlene da Silva retorna com uma criança, mas sem marido. À procura de apoio, ela encontra adoentado Osias e se casa com ele. Mas logo ela chamou a atenção do primo de Osias Zezinho, e casam-se, também. Finalmente vem misterioso estranho e de boa aparência Ciro, que se torna seu terceiro marido. Tudo dar-lhe os seus próprios filhos, criando uma família incomum, mas amarosa.

    43- Liza e Jose
    Comer Rezar e Amar
    Liz  (Julia Roberts) tinha Tudo o que uma mulher moderna  sonhar em ter - um Marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida - Ainda sim, Como muitas outras pessoas, ela esta perdida, confusa e em busca fazer o que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, 
    Liz sai da zona de conforto, arriscando tudo, embarcando em uma jornada por Três Países que se transforma em uma busca por autoconhecimento. Na Itália, ela Encontra o Verdadeiro prazer da gastronomia. Na Índia, explora a sua espiritualidade com o Poder da Oração. Em Bali, encontra a sua  paz e interior, e inesperadamente, o equilíbrio de hum verdadeiro amor.
    Elizabeth M. Gilbert (18/07/1969) E uma biógrafa, ensaísta, contista, memorialista e romancista norte-americana. As Memórias dela escritas em 2006, "Comer Rezar e Amar" em julho de 2010 estava há 180 Semanas  na Lista dos Mais Vendidos do Nova York Times e deu origem ao filme.
       Ela se casou em 2007 com o brasileiro Jose Nunes.

    1. 44- Burt e Linda 


    2. Amor Louco - Crazy love (2007) é um documentário  americano dirigido por Dan Klores e Fisher Stevens. Que explora a conturbada relação entre Burt Pugach e sua namorada Linda Riss, dez anos mais jovem, que ficou cega e permanentemente marcadas quando bandidos contratados por Burt jogaram soda cáustica em seu rosto. Por este motivo ele  passou 14 anos de prisão.
    3. O filme ganhou o premio de Melhor Documentário: no Independent Spirit Award, na Sociedade de Boston do Prêmio da Crítica de Cinema, e os críticos San Diego Film Society.
    4. Burton N. "Burt" Pugach (nascido em 20 de abril de 1927) é um advogado baseado em Nova York. Esposa Linda Eleanor Riss (23 de fevereiro de 1937 - 22 de janeiro de 2013).
      Primeiro casamento 
      Ele casou com Francine Rifkin em 24 de junho de 1951. Eles tiveram uma filha, Caryn Brenda Pugach, nascida 21 de julho de 1954. Caryn nasceu com deficiência mental e faleceu no dia 07 de abril de 1995.
      Em 1959 Burt começou um infame  namoro com Linda Riss, uma mulher de 21 anos de idade. Ao descobrir que Burt tinha uma esposa e filha, Linda, rompeu seu relacionamento.  Em seguida,ele ameaçou matar ou ferir Linda se ela o deixasse, dizendo: "Se eu não posso ter você, ninguém mais vai ter você, e quando eu acabar com você ninguém mais vai querer que você." Linda relatou a ameaça para o Departamento de Polícia de Nova Iorque sem sucesso.
      Após saber de seu noivado com Larry Schwartz, Burt contratou três assaltantes para atacar Linda. 
    1. Depois que ele foi libertado da prisão em 1974, Burt e Linda retomaram o relacionamento e se casaram logo depois. Em 1976 eles co-escreveram um livro, Uma historia de Amor muito diferente.
      Em 1997 Burt foi mais uma vez acusado de ameaçar uma mulher com quem ele estava tendo um caso. Linda, o defendeu em seu julgamento.

    1. Somente a morte os Separa

    45- Irwin & Fran
    1. Irwin & Fran (2012)
    2. "Professor" Irwin Corey ( 29 de julho de 1914) é um cômico americano, ator e ativista. Ele  nasceu em  Nova Iorque. Depois que seu pai os abandonou, sua mãe foi obrigada a colocar ele e seus cinco irmãos no orfanato hebreu.
    3.  Ele e Fran Corey (1920-2011) foram casados por 70. O casal teve dois filhos, a falecida atriz Margaret Davis, e o pintor Richard Corey. 

    46- Iris e Carl Apfel


    1. Iris Apfel (2015) um documentário sobre a ícone da moda Iris Apfel e seu marido Carl Apfel do lendário documentarista Albert Maysles.
      Iris Apfel nascida Iris barrel (em 29 de agosto de 1921) é uma mulher de negócios americana, designer de interiores e moda icon. Iris é a única filha dos judeus Samuel Barrel, cuja família possuía  negócios de vidro e espelho, e sua esposa nascida na Rússia, Sadye, dona de uma boutique de moda. 
       Carl Apfel, seu marido por 67 anos, morreu no dia 01 de agosto de 2015, apenas três dias antes de seu aniversário de 101 anos de idade.
      Ela estudou história da arte na Universidade de Nova York e na escola de arte da Universidade de Wisconsin. 
      Carreira
      Quando jovem, ela trabalhou para o diário de mulheres  e para o designer de interiores Elinor Johnson. Ela também foi assistente de ilustrador Robert Goodman. 
      Em 1948, ela se casou com Carl Apfel. 
      Em 1950, eles lançaram a empresa têxtil Old Weavers mundo e funcionou até que ele se aposentou em 1992. 

      Não podemos pensar em um sem pensar no outro

    2. 47- Charles  e Bernice  "Ray" 


     O Arquiteto e a Pintora- The Architect & The Painter
    Charles Eames, Jr  e Bernice  "Ray" Eames  foram um casal de designers norte-americanos, autores de contribuições significativas e notáveis para a arquitetura e mobiliário modernos, com uma vasta obra nos campos do design gráfico e industrial, belas artes e cinema. Responsáveis por muitos ícones do design do século XX.
    Charles Eames, Jr ( 17de junho de 1907 – 21 de agosto de 1978) nasceu em Missouri. Charles estudou arquitetura por dois anos. Enquanto estudante, conheceu a sua primeira mulher, Catherine Woermann, com quem casaria em 1929. Um ano mais tarde tiveram uma filha, Lucia.
    Em 1930 deu início ao seu próprio gabinete de arquitetura em St. Louis, em parceria com Charles Gray. Mais tarde, juntar-se-ia um terceiro sócio, Walter Pauley. Em 1938 muda Michigan de modo a prosseguir os estudos de arquitetura na Academia de Arte de Cranbrook, onde mais tarde chegaria a professor e responsável pelo departamento de design industrial. Em 1941, e em parceria com Eero Saarinen, desenhou mobiliário para a competição "Organic Design in Home Furnishings" Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. O trabalho de ambos, premiado, exibia a nova técnica de moldagem de madeira originalmente concebida por Alvar Aalto.
    Em 1941, Charles e Catarina divorciaram-se, tendo casado em seguida com a sua colega de Cranbrook, Ray-Bernice Alexandra Kaiser Eames (15 de Dezembro de 1912 – 21 de Agosto de 1988) nascida em  Califórnia. Depois de viver em várias cidades durante a juventude, em 1933 graduou-se no Colégio, mudando-se em seguida para Nova Iorque, onde estudou pintura expressionista abstrata com Hans Hofmann. Foi uma dos fundadores do grupo Artistas Abstratos Americanos em 1936, tendo exibido obras na sua primeira exposição um ano mais tarde no Riverside Museum em Manhattan. Uma das suas telas está na coleção permanente do Museu Whitney de Arte Americana. Em Setembro de 1940 inicia estudos na Cranbrook Academy. Conhece Charles  durante a preparação de desenhos e maquetes para a competição "Organic Design in Home Furnishings", e casar-se-iam no ano seguinte.O casal mudou-se então para Los Angeles, local onde trabalhariam o resto de suas vida.
    Desde o início da sua atividade, o mobiliário dos Eames era listado apenas pelo nome de Charles Eames. Em 1948 e 1952, os catálogos da Herman Miller apenas mencionam Charles, mas ficou evidente que a mulher Ray, pela magnitude da sua participação e envolvimento, deveria ser considerada nos mesmos termos do marido. Os têxteis eram desenhados sobretudo por Ray, assim como os bancos Time Life.
    Em 1979, o Royal Institute of  British Architects homenageou o trabalho de ambos com a Medalha de Ouro.Charles morreu de ataque cardíaco em 21 de Agosto de 1978 durante uma viagem à sua terra natal. Ray morreria 10 anos mais tarde. Na altura da sua morte, encontravam-se a trabalhar no que seria a sua última produção em série, o Sofá Eames, produzido em 1984. Ray Eames morreu em  dez anos depois do seu marido.                                                                     
    48- Christo and Jeanne Claude

  1.  Christo and Jeanne Claude (2004)
  2.  Christo Vladimirov Javacheff ( 13 de junho de 1935) búlgaro e 
  3. Jeanne-Claude Denat (13 de junho de 1935 —  19 de novembro de 2009) francesa, foram um casal de artistas, que viveram juntos por 51 anos.
    O casal ficou conhecido pelas instalações de arte ambiental, entre outros, pelo seu trabalho no Reichstag, o Parlamento alemão, em Berlim e na Pont Neuf.
    Christo começou sua formação profissional como assistente de voo, antes de encontrar seu caminho na arte. Jeanne conheceu Christo em 1958 em Paris, depois de encomendar ao artista um quadro da mãe dela. Em maio de 1960, nasceu o filho do casal, Cyril, e dois anos mais tarde, eles se casaram. Em 1964, a família se mudou para os Estados Unidos.
    Pouco antes dos primeiros encontros, Christo havia "embrulhado" seu primeiro pote de tinta, envolvendo-o com resina e tela de linho. Em seguida, amarrou-o e tratou-o com cola, areia e tinta de automóvel. A partir daí, começou a se dedicar cada vez mais a esta forma de trabalho.
    A partir de 1994, o casal usava oficialmente os dois nomes juntos, com direitos iguais para as suas obras. Patrocinadores e contribuições de fundos públicos foram negados por ambos os artistas, que financiaram sua arte só com a venda dos esboços.

49- Herbet e Dorothy Vogel


Herbert & Dorothy (2008)
Herbert Vogel (16 Agosto, 1922- 22 julho de 2012) e Dorothy Vogel (nascida em 1935), descritos como " proletários colecionadores de arte", eles trabalham como funcionários públicos em Nova York há mais de meio século, enquanto acumulavam o que tem sido considerada uma das mais importantes coleções de arte pós-1960 nos Estados Unidos, na maior parte da arte minimalista e conceitual. Ambos judeus. Herbert e Dorothy se casaram em 1962, um ano depois de se conhecerem. No início de seu casamento, eles tiveram aulas de pintura na Universidade de Nova York, mas depois desistiu de pintura em favor de colecionar. Eles não tiveram filhos, viveram muito frugalmente, e compartilhou seu espaço de vida com peixes, tartarugas e gatos com nomes de famosos pintores. Eles compraram um pedaço de cerâmica de Pablo Picasso para celebrar o noivado. 


  1. Herb & Dorothy 50x 50
    O casal usou a renda de Dorothy para cobrir suas despesas de subsistência e, em vez de comer em restaurantes ou em viagem, eles usaram a renda de Herb, que chegou a US $ 23.000 por ano, para a arte. Eles não compravam para fins de investimento, escolhendo apenas peças que gostavam pessoalmente e poderia levar para casa no metrô ou em um táxi.  Eles compraram diretamente dos artistas, muitas vezes pagando em parcelas. Uma vez que, de acordo com o Washington Post, eles receberam uma colagem do artista ambiental Christo em troca de gato-sitting. Em 1975, eles realizaram a primeira exposição de sua coleção, na Galeria Clocktower na baixa de Manhattan. 
    Eles acumularam uma coleção de mais de 4.782 obras, que expunham, e também armazenavam em armários e debaixo da cama, em seu apartamento de um quarto controlado alugada em Manhattan. A coleção de conceitual arte e arte minimalista,  também inclui um trabalho de pós-minimalista notável.

    Em 1992, o Vogels decidiram transferir toda a coleção para National Gallery of Art, porque eles nao cobram nenhuma admissão, e não vende obras doadas, e eles queriam, que  a sua arte pertencersse ao público.  No final de 2008, eles lançaram a Dorothy e Herbert Coleção Vogel:. Cinquenta Works para Fifty Unidos, juntamente com a Galeria Nacional de Arte, o National Endowment for the Arts, e do Instituto de Museu e Biblioteca Serviços o programa doou 2.500 obras de 50 instituições em 50 estados e foi acompanhada de um livro com o mesmo nome.
  2. Eles são o terceiro Sexo

  3. 50- Breyer P-Orridge


  4.  Lady Jaye Breyer P-Orridge (01 de julho de 1969 - 9 de outubro, 2007) anteriormente Jacqueline Maria Breyer, era uma enfermeira, tecladista e cantor americano com PTV3 (uma versão melhorada de Psychic TV) e Thee Majesty. Ela conheceu Genesis P-Orridge (nascido em 22 de fevereiro de 1950) é um Inglês cantor e compositor, músico, poeta, artista de performance, e ocultista.
  5.  Depois de subir para a notabilidade como o fundador das transmissões Coum colectivo artístico e, em seguida, de frente para a banda industrial Throbbing Gristle, P-Orridge foi membro fundador de Ti Temple ov grupo ocultista Psychick Juventude e fachada da banda experimental Psychic TV. S / ele identifica como terceiro gênero. 
  6. Eles se casaram em 1993 e  comecarm  parte do projeto Pandrogeny a evoluir para um novo gênero como um único ser que chamaram Breyer P-Orridge.

51- Celine Dion and Rene Angelil


Eles Criam e Recriam O mundo que Conhecemos


Charles Eames, Jr  e Bernice  "Ray" Eames  foram um casal de designers norte-americanos, autores de contribuições significativas e notáveis para a arquitetura e mobiliário modernos, com uma vasta obra nos campos do design gráfico e industrial, belas artes e cinema. Responsáveis por muitos ícones do design do século XX
Charles Eames, Jr ( 1907 –1978), estudou arquitetura por dois anos. Enquanto estudante, conheceu a sua primeira mulher, Catherine, com quem casaria em 1929. Um ano mais tarde tiveram uma filha, Lucia. Em 1930 deu início ao seu próprio escritório de arquitetura em St. Louis, em parceria com Charles Gray. Mais tarde, juntar-se-ia um terceiro sócio, Walter Pauley. Em 1938 prossegue os estudos de arquitetura na Academia de Arte de Cranbrook, onde mais tarde chegaria a professor e responsável pelo departamento de design industrial. Em 1941, e em parceria com Eero Saarinen, desenhou mobiliário para a competição "Organic Design in Home Furnishings" Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. O trabalho de ambos, premiado, exibia a nova técnica de moldagem de madeira originalmente concebida por Alvar Aalto, Em 1941, Charles e Catarina divorciaram-se,.
A Filme by Charlers and Ray Eames
eke casa em seguida com a sua colega de Cranbrook, Ray-Bernice Alexandra Kaiser Eames (1912 –1988) nascida em  Califórnia. Depois de viver em várias cidades durante a juventude, em 1933 graduou-se no Colégio, mudando-se em seguida para Nova Iorque. Foi uma dos fundadores do grupo Artistas Abstratos Americanos em 1936, tendo exibido obras na sua primeira exposição um ano mais tarde no Riverside Museum em Manhattan. Uma das suas telas está na coleção permanente do Museu Whitney de Arte Americana. Em Setembro de 1940 inicia estudos na Cranbrook Academy. Conhece Charles  durante a preparação de desenhos e maquetes para a competição "Organic Design in Home Furnishings", e casar-se-iam no ano seguinte. O casal mudou-se então para Los Angeles, local onde trabalhariam o resto de suas vida.
Desde o início da sua atividade, o mobiliário dos Eames era listado apenas pelo nome de Charles Eames. Em 1948 e 1952, os catálogos da Herman Miller apenas mencionam Charles, mas ficou evidente que a mulher Ray, pela magnitude da sua participação e envolvimento, deveria ser considerada nos mesmos termos do marido. Os têxteis eram desenhados sobretudo por Ray, assim como os bancos Time Life.
Em 1979, o Royal Institute of British Architects homenageou o trabalho de ambos com a Medalha de Ouro.
Alguns trabalhos do casal
Arquitetura:  Casa Sweetzer (1930–33) - Casa modelo do St. Louis Post-Dispatch (193?)
Igreja de Santa Maria (1934) - Igreja de Santa Maria (1935)
Casa Dinsmoor (1936) - Casa Dean (193?) - Casa Meyer (1938) - Casa na ponte (Eames-Saarinen) (1945) - Casa Entenza (1949) - Casa Eames (1949)
Filmes: Traveling Boy (1950) -  Blacktop: A Story of the Washing of a School Play Yard (1952) Parade Or Here They Are Coming Down Our Street (1952)- A Communications Primer (1953)
House: After Five Years of Living (1955) -  Day of the Dead (1957)- Toccata for Toy Trains (1957)
Kaleidoscope Jazz Chair (1960) - Powers of Ten - Image of the City (1969) - Banana Leaf (1972)
Designer: Fiberglass Chairs, SX-70 - Eames Lounge Chair
Exposições Textiles and Ornamental Arts of India (1955)
Glimpses of the USA (sete telas para a exposição Americana em Moscovo, Parque Sokoolniki) (1959) - Mathematica (para a IBM, 1961) - Pavilhão da IBM na New York World's Fair de 1964
Nehru: The man and his India (1965) - he World of Franklin and Jefferson (1975), construída para a comissão de comemoração do bicentenário dos Estados Unidos.
Charles Eames morreu de ataque cardíaco em 21 de Agosto de 1978 durante uma viagem à sua terra natal. Ray morreria 10 anos mais tarde. Na altura da sua morte, encontravam-se a trabalhar no que seria a sua última produção em série, o Sofá Eames, produzido em 1984. Ray Eames morreu em Los Angeles em 1988, dez anos depois do seu marido.
Quem disse que eles Ficam Juntos? 

  1. A Massai Branca - Die weiße Massai, (2005) dirigido por Hermine Huntgeburth, é um filme sobre uma mulher chamada Carola (Nina Hoss) que se  apaixonou pelo Maasai Lemalian (Jacky Ido). O filme é baseado em um romance autobiográfico de mesmo nome da escritora alemã Corinne Hofmann.
    Carola, uma mulher alemã residente na Suíça, está de férias com o namorado no Quênia. Ela se apaixona pelo Guerreiro Maasai Lemalian, que está vestido com a roupa de sua área. No aeroporto a caminho de casa, ela decide ficar.  Lemalian havia retornado à sua aldeia. Carola viaja para a área, e permanece na casa de outra mulher europeia. Lemalian ouve sobre sua estada e vem ao seu encontro. Eventualmente, eles começam a viver juntos.
    Ela viaja para a Suíça para vender sua loja lá, prometendo Lemalian que ela ira voltar para ele. Ela faz, e eles se casam e têm uma filha. Carola compra um carro e começa uma loja. Eles perdem dinheiro na loja, porque Lemalian dá muito crédito para os amigos e vizinhos, e porque eles têm de pagar propinas para o mini-chefe. Lemalian argumenta que isso não é problema, porque ela tem mais dinheiro na Suíça.
    O mini-chefe exige que Carola contrata seu sobrinho adolescente como assistente de loja. Ela tem que aceitar isso, embora ela não precisa dele e ele não trabalhar duro. Depois de algum tempo, quando ele está apenas a beber cerveja e não trabalha, ela dispensa ele. Mais tarde, ele retorna e a ataca. Um juiz local determina que ela tem que pagar duas cabras para demiti-lo, mas a família do rapaz tem de pagar-lhe cinco cabras para compensar o ataque.
    Carola fica frustrada pela circuncisão feminina praticad na aldeia. Ela quer pará-lo, mas é uma longa tradição que não é facilmente alterado.
    Quando Carola ajuda uma mulher grávida em trabalho de parto com um nascimento de culatra, Lemalian se recusa a ajudar porque a mulher é supostamente enfeitiçado.
    O Lemalian não quer que  Carola seja amigável com outros homens, mesmo se ela está apenas servindo um cliente de uma forma amigável. Ele é muito ciumento e desconfia que Carola tem um namorado. Ele ainda quer matar um homem que suspeita.
    Carola quer voltar para a Suíça com sua filha, afirmando que ela precisa de uma semana de férias. Depois de alguma hesitação, Lemalian assina um formulário dando Carola consentimento de levar a menina do Quênia, embora ele suspeita que ela não vai voltar.
    Dois indivíduos que acreditam que sua visão de mundo é superior e, portanto, correta (assim Carola condena a circuncisão feminina, porque ela não se encaixa sua perspectiva cultural enquanto Lemalian não consegue entender como ela poderia falar com homens sem ser infiel a ele), e é a sua incapacidade de compreender o outro que traz seu sofrimento, separação e divórcio.


The Bengali Night é um filme semi-autobiográfico de 1988 baseado no romance romeno Mircea Eliade de 1933, Bengal Nights, dirigido por Nicolas Klotz.É um relato ficcional da história de amor entre Eliade (Huhu Grant), que visitava a Índia na época, e o jovem Maitreyi Devi (1914-1990) era um poeta e romancista bengali-indiano. Ela era a filha, uma estudiosa do sânscrito e filósofo Surendranath Dasgupta (1887 –1952) e protegida do poeta Rabindranath Tagore.Allan (Hugh Grant) é um engenheiro que trabalha na década de 1930 em Calcutá. Ele é convidado a ficar com a família de seu chefe, Narendra Sen (Soumitra Chatterjee), que inclui sua esposa, Indira (Shabana Azmi) e sua filha Gayatri (Supriya Pathak). Gayatri e Allan se envolvem romanticamente levando à tragédia. 




Bridge to the Sun é um filme de 1961, dirigido por Etienne Périer. Baseia-se na autobiografia: Ponte para o Sun por Gwen Terasaki, que detalhou eventos de sua vida e casamento.  Uma mulher americana do Tennessee que casa com o secretario do embaixador japonês, Terry.
Eles começam a namorar, apesar de Terry ocasionalmente ter acessos de sentimento anti-ocidental, e rapidamente se apaixonar. Depois de pedir-lhe para casar com ele, ela concorda, para grande desgosto da tia Peggy (que foi criada no Jim Crow do Sul), que vê a relação como não natural, especialmente quando existem "bons rapazes limpos" disponíveis. O embaixador japonês convida igualmente Gwen e tenta dissuadi-la de aceitar, alegando que isso prejudicaria a carreira de Terry, dando-lhe um viés americano, e afirma que, apesar de os dois países são amigáveis, qualquer coisa pode acontecer entre países estrangeiros. Ele parece sugerir uma possível agressão no futuro, mesmo que seja apenas 1935 e os japoneses ainda não retomaram os conflitos com a China, mantendo os países da Gwen e Terry em uma paz inquieta. Eles finalmente se casam, apesar dos obstáculos. Eles viajam para o Japão por navio.

Quase imediatamente após o desembarque e chegando em Tóquio, Terry começa a tratar Gwen muito diferente, esperando que ela se comporte de acordo com as crenças do sexo masculino do Japão contemporâneo, tais como ser silenciosa entre os homens, e praticamente dobrando-se para todos os caprichos de Terry e seus parentes do sexo masculino. Eles continuamente lutar e fazer-se, principalmente por causa da franqueza de Gwen entre os homens e cumprimento rigoroso de Terry com os costumes locais.
 Depois de ter uma discussão na noite, por causa de um ditado geral que Terry deve estar orgulhoso que ele pode ter um filho para morrer para o Imperador, e Gwen falando sobre o comentário de mau gosto, eles fazem as pazes e ela revela que ela ficou tão ofendida com o comentário, porque ela está grávida. A filha é chamada de Mako.
Em novembro de 1941, Terry foi transferido para a Embaixada dos Estados Unidos. Eles têm o jantar de Ação de Graças em Washington com a tia Peggy, como a guerra embroils o mundo em torno deles e os Estados Unidos são um dos poucos poderes do mundo ainda em paz. Terry fala no telefone com seu amigo Haro. Ele menciona que Mako, agora cerca de 5 anos de idade, tem uma doença aparente, envolvendo muitos anticorpos em seu sangue. Ele também menciona uma possível futura invasão de Tailândia pelo Exército Imperial Japonês.
Sentindo que ele pode ser a última chance para a paz entre a América e o Império do Japão, Terry tenta passar por cima das cabeças dos seus superiores e manda um telegrama diretamente ao presidente Roosevelt, alertando-o para tentar preservar a paz. O esforço de Terry é em vão como 07 de dezembro vem e a guerra é declarada logo após o ataque japonês.
Terry chama Gwen depois de ouvir do ataque e diz a ela para deixar Washington e ir para o Tennessee com Mako, mas o FBI entra e forçá-la a desligar o telefone. Ela decide acompanhar Terry de volta para o Japão, como ele deverá ser deportado em uma troca Embaixador, e há quase um motim enquanto ela sai com as outras famílias japonesas, por causa do fervor anti-japones varrendo a nação, na sequência da ataque a Pearl Harbor, nas Filipinas e outras colônias e bases de europeus e americanos realizada no Pacífico e Ásia.
No Japão, um nacionalista semelhante, o ódio anti-americano, é mostrada entre os cidadãos. Terry, no entanto, é menos entusiasmado com a guerra, e tenta ser um mediador para a paz, que é perigoso devido ao sentimento e polícia secreta. Gwen é brevemente abordada por um grupo de soldados, que tentar forçá-la a caminhar sobre uma bandeira americana. Ela se recusa e um ataque aéreo começa, causando pânico nas ruas como as bombas começam a destruir a área. Ela vê uma criança chorando e lembrando da sua filha, corre para a escola  para resgatar Mako, que diz que as crianças havia batido nela e chamou-a um americano.
Mais tarde, Terry revela que ele está sob suspeita de ser desleal, porque ele tem uma esposa americana, não pertencendo a qualquer clubes patrióticos, e fala contra a guerra. Soldados entrar e revistar a casa, e enquanto eles não prendê-lo, é claro que ele e sua família vão ter um tempo difícil, contanto que ficar em Tóquio. Eles concordam em ficar na casa vazia de um amigo fora da cidade.
Quando eles saem de Tóquio, se deparam com a prima de Terry, Ishi, que tem sido uma das poucas pessoas que tem sido gentil com Gwen. Agora, um soldado, ele informa-lhes que ele é o capitão em um esquadrão Kamikaze, e em breve "morrer por um descendente do deus-sol". Ao tomar um trem, Gwen vê capturado soldados americanos, possivelmente, em uma marcha da morte. Eles chegam em sua nova casa e encontrar a jovem que vive lá. Terry revela que ele vai voltar para Tóquio, e não lhe disse mais cedo porque ela não teria ido para ficar sem ele. Ele se oferece para organizar sua passagem de volta para a América, mas ela se recusa, querendo estar perto de seu marido.
Enquanto a guerra continua, escassez de alimentos e danos generalizados deixar claro que as coisas estão indo contra o Japão. Como o passar dos anos, Terry visita cada vez menos, e Mako não cresce sabendo qualquer outra existência além de um de guerra perpétua. Terry retorna depois de meses e eles desfrutar de uma noite de sono juntos. Eles despertam para uma visita de um policial militar, que está à procura de Terry. Enquanto a guerra continua a se voltar contra eles, eles começam a suspeitar de infidelidade de qualquer crítica ao governo. Gwen consegue convencê-los que ela não tenha visto Terry, e eles saem. Terry revela que ele trouxe um rádio e um canal de notícias americano anuncia o fim da batalha de Iwo Jima, que será utilizado como base para la Eles despertam para uma visita de um policial militar, que está à procura de Terry. Enquanto a guerra continua a se voltar contra eles, eles começam a suspeitar de infidelidade de qualquer crítica ao governo. Gwen consegue convencê-los que ela não tenha visto Terry, e eles saem. Terry revela que ele trouxe um rádio e um canal de notícias americano anuncia o fim da batalha de Iwo Jima, que será usado como base para lançar bombardeiros contra o Japão continental. Mais tarde, a rendição da Alemanha Nazi, principal aliado do Japão, também é anunciado, e é claro que a invasão do Japão está chegando.
Terry e Gwen ter uma luta uma noite porque ele deu o último dos seus alimentos. Gwen vai para a aldeia para obter seu cabelo feito para agradar seu marido e em seu caminho para casa, ela permite Mako a desempenhar na aldeia, mas, em seguida, um esquadrão de bombardeiros e caças americanos atacar. O casal se apressar para encontrá-la, e em meio a devastação da aldeia, eles encontram Mako, vivo e ileso. Seu amigo próximo, no entanto, foi atingido e morreu instantaneamente. No enterro, Gwen comenta reação cansado de Mako, não mostrando lágrimas ou emoção para seu amigo, por causa de costumes japoneses, bem como crescer durante uma guerra.
Uma noite, Gwen visita o velho amigo de Terry Hara, que tem algum poder dentro do partido, pedindo-lhe para manter seu marido seguro. Ele apresenta a Tokyo Rose, um locutor de propaganda de rádio que tenta prejudicar o moral dos exércitos inimigos ouvindo-a transmissões. Eles concordam em ajudar Terry, mas apenas se Gwen faz um discurso anti-americano no rádio, reconhecendo o valor de propaganda de um americano real denunciando seu país. Gwen se recusa, e descobre que Ishi foi fatalmente ferido e está no hospital. Ela visita, e percebendo que ele está morrendo pergunta por que ele enviou sua esposa afastado no momento. Ele revela que é tradição que ele não quer que seus entes queridos para vê-lo morrer. Ela retorna para casa a tempo de ver Terry, que tinha sido escondido nas montanhas para evitar a prisão, o retorno.
No dia seguinte, toda a aldeia chega a sua casa, sendo o único com um rádio, para o endereço de rádio do Imperador. O Imperador nunca falou em público antes, então eles percebem que ele deve ter grandes novidades, possivelmente render. Como a vila ouve a voz do Imperador, pela primeira vez, o discurso começa:
"Estamos plenamente conscientes das mais internas sentimentos de todos vós, porém, resolveram abrir o caminho para a paz para todas as gerações futuras. Suportando a insuportável, e sofrer o que é insuportável, deixa toda a nação se unir como uma família, de geração em geração, e cultivar os caminhos da retidão e nobreza de espírito. "Com o fim da guerra, Terry pede Gwen para voltar para sua casa de Johnson City, Tennessee, para colocar Mako em uma escola americana, enquanto ela é jovem e pode perder seus preconceitos contra os Estados Unidos, "tornar-se uma ponte entre as duas nações". Naquela época Gwen veementemente se recusa a deixá-lo. Mais tarde, ela encontra Terry, que tem sido sobrecarregado, desnutridos e doentes durante muitos meses, de pé sobre seus pais sepulturas. Ela se lembra de um discurso que certa vez lhe deu sobre visitar as sepulturas dos antepassados em tempos de casamento, nascimento e morte. Ela também recorda a conversa com Ishi no hospital antes de sua morte, quando ele disse que não queria que sua esposa para vê-lo morrer. Ela fala com o médico do Terry e descobre que ele tem no máximo, meses de vida, e estava tentando enviar a sua família longe porque, como seu primo, ele não quer que eles  veja o morrer.
Dias mais tarde, depois de Gwen concorda com seu último desejo de sair para a América, Terry vê-la e Mako off na doca. Eles se beijam e abraçam pela última vez, e Gwen tranquiliza-o que eles estarão esperando por ele em breve, sabendo que ela nunca vai vê-lo novamente. Ela mantém a compostura até que ele está fora de vista, então se rompe e começa a chorar.
Enquanto o navio se afasta, Terry caminha pelo cais, mantendo o ritmo com ele até que ele possa ir mais longe. O filme termina com Gwen e Terry amorosamente encontrando o olhar um do outro por um tempo final.
A Grande Esperança Branca - The Great White Hope (1970) é um filme norte-americano, do gênero drama, dirigido por Martin Ritt e estrelado por James Earl Jones e Jane Alexander.James recebeu uma indicação ao Oscar. Ele recebeu o Golden Globe de Melhor Revelação Masculina. Jane Alexander, também foi indicada ao Oscar -- a primeira das quatro que receberia ao longo da carreira.
 O filme trata do racismo, com nomes trocados, aborda a vida e os problemas de Jack Johnson, o primeiro negro a conquistar o título dos pesos-pesados. Porém, apesar de ambientado no mundo do pugilismo, o que se vê não é um filme de boxe nem de doutrinação social, mas um estudo de personagens. O filme mostra a sede de sangue dos fãs, as maquinações dos promotores de lutas e dos jornalistas, e dá a entender que os preconceitos não ficaram totalmente no passado.
James Earl Jones e Jane Alexander repetem os papeis que interpretaram na peça homônima, de Howard Sackler (também autor do roteiro), apresentada na Broadway 546 vezes entre outubro de 1968 e janeiro de 1970, grande sucesso.
John Arthur "Jack" Johnson apelidado de Galveston gigante (1878 -1946)  era um pugilista americano, que, no auge da era Jim Crow-tornou-se o primeiro campeão mundial dos pesos pesados de boxe (1908- 1915). John foi confrontado com muita controvérsia quando ele foi acusado de violar a Lei Mann em 1912, embora não houvesse uma óbvia falta de provas e a acusação foi baseada em grande parte racialmente. O primeiro filho, de Henry e Tina "Tiny" Johnson, dois ex-escravos que trabalhavam como zelador e uma lavadora de louça para sustentar seus filhos e colocá-los na escola. Seu pai Henry serviu como um teamster civil de 38 Colored infantaria da União, e foi um modelo para seu filho. Como Jack disse uma vez, seu pai era "o mais perfeito espécime físico que ele já tinha visto", embora seu pai foi de apenas 5 pés 5 pol (1,65 m) e tinha a perna direita atrofiada pelo seu serviço na guerra.

Jack participou de cinco anos de escola e era conhecido como um garoto brilhante, falante, e energético. Assim como todos os seus irmãos, Jack era esperado que trabalhar para manter a família vai, enquanto ele estava crescendo . Ele ajudou varrer as salas de aula para facilitar o trabalho de seu pai, e ele trabalhou para o leiteiro local antes da escola, cuidava dos cavalos, enquanto o homem de leite fazia as entregas. Para este trabalho ele recebeu 10 centavos e um par de meias vermelhas, que seu chefe tinha uma oferta aparentemente infinita de, todos os sábados.
Embora Jack cresceu no Sul, ele disse que a segregação não foi um problema na cidade um pouco isolado de Galveston, como todos os que vivem em 12º Ward de Galveston era pobre e passou pelas mesmas lutas. Jack lembra crescendo com um " gang "de meninos brancos, nos quais ele nunca se sentiram vítimas ou excluídos. Lembrando sua infância, ele disse, "Como eu cresci, os meninos brancos eram meus amigos. Eu comia com eles, tocamos com eles e dormia em suas casas. As mães me davam biscoitos, e eu comi em suas mesas. ninguém nunca me ensinou que os homens brancos eram superiores a mim.  Jack carregou esta mentalidade de sua carreira no boxe, como ele não seria intimidado para lutar contra qualquer homem, não importa sua raça.
 aos doze anos de idade, ele foi confrontado por um rapaz que o atingiu no maxilar. ao fugir da briga Johnson lembra que sua avó Gilmore,  lhe disse: "Arthur, se você não chicotear Willie, vou chicoteá-lo". Depois de vencer a luta, Johnson desenvolveu uma nova mentalidade, e tenacidade para levar com ele através de sua vida.
Jack lembra que Davi Pearson como um homem muito mais "crescido e temperado", que acusou Jack de entregá-lo à polícia sobre um jogo de dados. Quando ambos foram liberados da prisão, eles se encontraram nas docas, e foram criados para lutar no meio de uma grande multidão. Depois de bater o muito maior do homem, mais velho Johnson começou a pensar que ele poderia fazer uma carreira fora de suas habilidades como lutador.  Jack logo teve a sua oportunidade lutando em uma liga de verão de encontro a um homem chamado John "Must Have It" Lee . Porque a luta prémio era ilegal no Texas a luta foi arrombada, e mudou-se para a praia onde Johnson venceu sua primeira luta, e um prêmio de um dólar e cinquenta centavos.  Embora esta luta era apenas um pequeno degrau na carreira de Johnson, ele voltou para casa confiante em sua carreira como lutador, e começou sua jornada em direção a uma carreira histórica no esporteInício da carreira de boxe
Jack fez sua estréia como um pugilista profissional em 1 de Novembro de 1898, em Galveston, Texas, quando ele nocauteou Charley Brooks na segunda rodada de um ataque 15-redonda para o que foi anunciado como "The Texas State título dos médios".
Em 25 de Fevereiro de 1901, Jack lutou com Joe Choynski em Galveston. Joe, um peso pesado popular e experiente, iknokou Johnson na terceira rodada. Premio de luta era ilegal no Texas na época e ambos foram presos. A fiança foi fixada em US $ 5.000, que não podia pagar. O xerife permitida ambos os lutadores para ir para casa à noite, desde que eles concordaram em treinar na cela de prisão. Grandes multidões se reuniram para assistir as sessões. Após 23 dias de prisão, a fiança foi reduzida para um nível acessível e um grande júri recusou a indiciar um ou outro homem. No entanto, Jack declarou mais tarde que ele aprendeu suas habilidades de boxe durante esse tempo de prisão. Os dois permaneceriam amigos.


Born to Be Blue  2015 é um filme drama dirigido, produzido e escrito por Robert Budreau. Descrito como "semi-factual, semi-ficcional".
Chesney Henry "Chet" Baker, Jr. (23 de dezembro de 1929 –  13 de maio de 1988) foi um trompetista e cantor de jazz norte-americano.l. Chet Baker sempre foi influenciado pelo seu pai, guitarrista, de quem herdou a paixão pela música e de quem ganhou, aos 10 anos de idade, um trombone. Amante do Jazz, não tardou em conquistar o sucesso, sendo apontado como um dos melhores trompetistas do género logo com o seu primeiro album.
Ainda bem jovem, passou a integrar grupos de renome da música americana da época. Porem Chet só conheceu o sucesso depois do convite de Charlie Parker (Bird), em 1951, para uma série de apresentações na Costa Oeste dos Estados Unidos. Em 1952 entrou para a banda de Gerry Mulligan, alcançando grande notoriedade com a primeira versão de My Funny Valentine. Entretanto, devido aos problemas de Gerry com as drogas, o quarteto acabou por ter uma vida curta, sustentando-se por menos de um ano. Mas o talento de Chet logo o transformaria num ídolo, por toda a América e pela Europa.
Avesso às partituras, Chet não deixou, entretanto, de integrar as big bands americanas. Era dotado de uma extrema criatividade, inaugurando um modo de cantar no qual a voz era quase sussurrada.
Contudo, o seu glorioso trajeto na música não lhe rendeu uma vida segura, afastada de problemas; por causa do seu envolvimento com drogas, especialmente com a heroína (durante as suas crises de abstinência, que eram monitoradas por médicos, usava metadona). Chet foi preso muitas vezes, é dito que chegou a ser espancado por não ter pagado uma dívida contraída com a compra de drogas. Este episódio teria-lhe rendido a perda de vários dentes.
Em 1985, Chet Baker esteve no Brasil para duas apresentações na primeira edição do Free Jazz Festival. A banda era formada pelo pianista brasileiro Rique Pantoja (com quem ele já havia gravado um disco no início dos anos 1980 — Chet Baker & The Boto Brasilian Quartet), pelo baixista Sizão Machado, pelo baterista americano Bob Wyatt e pelo flautista Nicola Stilo. Depois do espetáculo em Sao apulo, já no seu quarto, no Maksoud Plaza, Chet surripiou a maleta do médico que o acompanhava e tomou doses cavalares das drogas que lhe estavam a ser administradas para controlar as crises de abstinência. Chet teve uma overdose e quase morreu. Naquele mesmo ano, em Roma, o trompetista iniciou, com Rique Pantoja, as gravações de Rique Pantoja & Chet Baker (WEA, Musiquim), que terminariam em São Paulo, no ano de 1987. O LP foi um sucesso de crítica.
Chet Baker morreu aos 58 anos, em Amsterdão, na madrugada de 13 de maio de 1988, ele caiu da janela do Hotel Prins Hendrik. Até hoje, há controvérsias sobre as circunstâncias de sua morte — acidente ou suicídio.

  1. Em Homenagem ao casal  Jose e Rola
http://www.happyfamilyinlove.com/2015/06/como-encontrar-alma-gemea.html



No comments:

Post a Comment