Google+ Badge

Tuesday, July 5, 2016

Almas Gêmeas Na Modernidade ( Terceira Parte)

  1.  Eles são  incompreensíveis para as pessoas. 

    40- Simone e Satre

    Os Amantes do Café Flore Diretor: Ilan Duran Cohen
    Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre -  Apaixonados, livre pensadores existencialistas-filósofos e escritores - eles tiveram uma união comprometida, mas notoriamente aberta.
    O impacto de seus escritos sobre o pensamento moderno não podem ser subestimados. Os dois são lembrados pelas vidas que levaram. Eles foram brilhantes, corajosos indivíduos profundamente inovadoras, com paixão, energia, ousadia, humor, e as contradições de seu notável relacionamento, pouco ortodoxo. Uma grande história - e uma grande história é precisamente o que Simone e Sartre mais queriam que suas vidas representassem.
    Jean-Paul Charles Aymard Sartre ( 21 de junho de 1905 —  15 de abril de 1980) foi um filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como representante do existencialismo. Acreditava que os intelectuais têm de desempenhar um papel ativo na sociedade. Era um artista militante, e apoiou causas políticas de esquerda com a sua vida e a sua obra. Ele repeliu as distinções e as funções problemáticas e, por estes motivos, se recusou a receber o Nobel de Literatura de 1964.
    Simone Lucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir, mais conhecida como Simone de Beauvoir ( 9 de janeiro de 1908 —  14 de abril de 1986), foi uma escritora, intelectual, filosofa existencialista, ativista política, feminista e teórica social francesa. Embora não se considerasse uma filosofa, Simone teve uma influência significativa tanto no existencialismo feminista quanto na teoria feminista.

    Eles não precisam de aprovação. Eles se aprovam.  

    41- Jose e Pilar
  2. José e Pilar (2010) é um documentário de Miguel Gonçalves Mendes, acompanha durante dois anos a vida de José Saramago e Pilar del Río.
  3. José de Sousa Saramago ( 16 de novembro de 1922 — 18 de junho de 2010) foi um escritor português, que recebeu o Nobel de Literatura de 1998. E em 1995, o Prêmio Camões. 
  4. O seu livro Ensaio sobre a Cegueira foi adaptado para o cinema, dirigido por Fernando Meirelles. Um conto foi adaptado ao filme Embargo , por Antonio Ferreira.
  5.  Jose era ateísta e iberismo, foi membro do Partido Comunista Português e foi diretor-adjunto do Diário de Notícias. 
     María del Pilar del Río Sánchez (1950) é uma jornalista, escritora e tradutora espanhola. A filha mais velha de um total de quinze irmãos. Em 1986, Maria  conheceu o José Saramago, após ter lido todos os seus livros publicados em espanhol e ter pedido para o conhecer pessoalmente. Em 1988, casaram. Ela foi a tradutora para a língua espanhola de vários romances de José Saramago. A 29 de Junho de 2007 eles constituem a Fundação José Saramago para a defesa e difusão da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos problemas do meio ambiente. Em 2012 a Fundação José Saramago abre as suas portas ao público na Casa dos Bicos em Lisboa, presidida pela sua mulher Pilar del Río.
    42- Darlene, Osias, Zezinho e Ciro


    Eu Tu Eles
    Três anos depois de deixar sua pequena cidade brasileira a se casar, Darlene Maria Marlene da Silva retorna com uma criança, mas sem marido. À procura de apoio, ela encontra adoentado Osias e se casa com ele. Mas logo ela chamou a atenção do primo de Osias Zezinho, e casam-se, também. Finalmente vem misterioso estranho e de boa aparência Ciro, que se torna seu terceiro marido. Tudo dar-lhe os seus próprios filhos, criando uma família incomum, mas amarosa.

    43- Liza e Jose
    Comer Rezar e Amar
    Liz  (Julia Roberts) tinha Tudo o que uma mulher moderna  sonhar em ter - um Marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida - Ainda sim, Como muitas outras pessoas, ela esta perdida, confusa e em busca fazer o que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, 
    Liz sai da zona de conforto, arriscando tudo, embarcando em uma jornada por Três Países que se transforma em uma busca por autoconhecimento. Na Itália, ela Encontra o Verdadeiro prazer da gastronomia. Na Índia, explora a sua espiritualidade com o Poder da Oração. Em Bali, encontra a sua  paz e interior, e inesperadamente, o equilíbrio de hum verdadeiro amor.
    Elizabeth M. Gilbert (18/07/1969) E uma biógrafa, ensaísta, contista, memorialista e romancista norte-americana. As Memórias dela escritas em 2006, "Comer Rezar e Amar" em julho de 2010 estava há 180 Semanas  na Lista dos Mais Vendidos do Nova York Times e deu origem ao filme.
       Ela se casou em 2007 com o brasileiro Jose Nunes.

    1. 44- Burt e Linda 


    2. Amor Louco - Crazy love (2007) é um documentário  americano dirigido por Dan Klores e Fisher Stevens. Que explora a conturbada relação entre Burt Pugach e sua namorada Linda Riss, dez anos mais jovem, que ficou cega e permanentemente marcadas quando bandidos contratados por Burt jogaram soda cáustica em seu rosto. Por este motivo ele  passou 14 anos de prisão.
    3. O filme ganhou o premio de Melhor Documentário: no Independent Spirit Award, na Sociedade de Boston do Prêmio da Crítica de Cinema, e os críticos San Diego Film Society.
    4. Burton N. "Burt" Pugach (nascido em 20 de abril de 1927) é um advogado baseado em Nova York. Esposa Linda Eleanor Riss (23 de fevereiro de 1937 - 22 de janeiro de 2013).
      Primeiro casamento 
      Ele casou com Francine Rifkin em 24 de junho de 1951. Eles tiveram uma filha, Caryn Brenda Pugach, nascida 21 de julho de 1954. Caryn nasceu com deficiência mental e faleceu no dia 07 de abril de 1995.
      Em 1959 Burt começou um infame  namoro com Linda Riss, uma mulher de 21 anos de idade. Ao descobrir que Burt tinha uma esposa e filha, Linda, rompeu seu relacionamento.  Em seguida,ele ameaçou matar ou ferir Linda se ela o deixasse, dizendo: "Se eu não posso ter você, ninguém mais vai ter você, e quando eu acabar com você ninguém mais vai querer que você." Linda relatou a ameaça para o Departamento de Polícia de Nova Iorque sem sucesso.
      Após saber de seu noivado com Larry Schwartz, Burt contratou três assaltantes para atacar Linda. 
    1. Depois que ele foi libertado da prisão em 1974, Burt e Linda retomaram o relacionamento e se casaram logo depois. Em 1976 eles co-escreveram um livro, Uma historia de Amor muito diferente.
      Em 1997 Burt foi mais uma vez acusado de ameaçar uma mulher com quem ele estava tendo um caso. Linda, o defendeu em seu julgamento.

    1. Somente a morte os Separa

    45- Irwin & Fran
    1. Irwin & Fran (2012)
    2. "Professor" Irwin Corey ( 29 de julho de 1914) é um cômico americano, ator e ativista. Ele  nasceu em  Nova Iorque. Depois que seu pai os abandonou, sua mãe foi obrigada a colocar ele e seus cinco irmãos no orfanato hebreu.
    3.  Ele e Fran Corey (1920-2011) foram casados por 70. O casal teve dois filhos, a falecida atriz Margaret Davis, e o pintor Richard Corey. 

    46- Iris e Carl Apfel


    1. Iris Apfel (2015) um documentário sobre a ícone da moda Iris Apfel e seu marido Carl Apfel do lendário documentarista Albert Maysles.
      Iris Apfel nascida Iris barrel (em 29 de agosto de 1921) é uma mulher de negócios americana, designer de interiores e moda icon. Iris é a única filha dos judeus Samuel Barrel, cuja família possuía  negócios de vidro e espelho, e sua esposa nascida na Rússia, Sadye, dona de uma boutique de moda. 
       Carl Apfel, seu marido por 67 anos, morreu no dia 01 de agosto de 2015, apenas três dias antes de seu aniversário de 101 anos de idade.
      Ela estudou história da arte na Universidade de Nova York e na escola de arte da Universidade de Wisconsin. 
      Carreira
      Quando jovem, ela trabalhou para o diário de mulheres  e para o designer de interiores Elinor Johnson. Ela também foi assistente de ilustrador Robert Goodman. 
      Em 1948, ela se casou com Carl Apfel. 
      Em 1950, eles lançaram a empresa têxtil Old Weavers mundo e funcionou até que ele se aposentou em 1992. 

      Não podemos pensar em um sem pensar no outro

    2. 47- Charles  e Bernice  "Ray" 


     O Arquiteto e a Pintora- The Architect & The Painter
    Charles Eames, Jr  e Bernice  "Ray" Eames  foram um casal de designers norte-americanos, autores de contribuições significativas e notáveis para a arquitetura e mobiliário modernos, com uma vasta obra nos campos do design gráfico e industrial, belas artes e cinema. Responsáveis por muitos ícones do design do século XX.
    Charles Eames, Jr ( 17de junho de 1907 – 21 de agosto de 1978) nasceu em Missouri. Charles estudou arquitetura por dois anos. Enquanto estudante, conheceu a sua primeira mulher, Catherine Woermann, com quem casaria em 1929. Um ano mais tarde tiveram uma filha, Lucia.
    Em 1930 deu início ao seu próprio gabinete de arquitetura em St. Louis, em parceria com Charles Gray. Mais tarde, juntar-se-ia um terceiro sócio, Walter Pauley. Em 1938 muda Michigan de modo a prosseguir os estudos de arquitetura na Academia de Arte de Cranbrook, onde mais tarde chegaria a professor e responsável pelo departamento de design industrial. Em 1941, e em parceria com Eero Saarinen, desenhou mobiliário para a competição "Organic Design in Home Furnishings" Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. O trabalho de ambos, premiado, exibia a nova técnica de moldagem de madeira originalmente concebida por Alvar Aalto.
    Em 1941, Charles e Catarina divorciaram-se, tendo casado em seguida com a sua colega de Cranbrook, Ray-Bernice Alexandra Kaiser Eames (15 de Dezembro de 1912 – 21 de Agosto de 1988) nascida em  Califórnia. Depois de viver em várias cidades durante a juventude, em 1933 graduou-se no Colégio, mudando-se em seguida para Nova Iorque, onde estudou pintura expressionista abstrata com Hans Hofmann. Foi uma dos fundadores do grupo Artistas Abstratos Americanos em 1936, tendo exibido obras na sua primeira exposição um ano mais tarde no Riverside Museum em Manhattan. Uma das suas telas está na coleção permanente do Museu Whitney de Arte Americana. Em Setembro de 1940 inicia estudos na Cranbrook Academy. Conhece Charles  durante a preparação de desenhos e maquetes para a competição "Organic Design in Home Furnishings", e casar-se-iam no ano seguinte.O casal mudou-se então para Los Angeles, local onde trabalhariam o resto de suas vida.
    Desde o início da sua atividade, o mobiliário dos Eames era listado apenas pelo nome de Charles Eames. Em 1948 e 1952, os catálogos da Herman Miller apenas mencionam Charles, mas ficou evidente que a mulher Ray, pela magnitude da sua participação e envolvimento, deveria ser considerada nos mesmos termos do marido. Os têxteis eram desenhados sobretudo por Ray, assim como os bancos Time Life.
    Em 1979, o Royal Institute of  British Architects homenageou o trabalho de ambos com a Medalha de Ouro.Charles morreu de ataque cardíaco em 21 de Agosto de 1978 durante uma viagem à sua terra natal. Ray morreria 10 anos mais tarde. Na altura da sua morte, encontravam-se a trabalhar no que seria a sua última produção em série, o Sofá Eames, produzido em 1984. Ray Eames morreu em  dez anos depois do seu marido.                                                                     
    48- Christo and Jeanne Claude

  1.  Christo and Jeanne Claude (2004)
  2.  Christo Vladimirov Javacheff ( 13 de junho de 1935) búlgaro e 
  3. Jeanne-Claude Denat (13 de junho de 1935 —  19 de novembro de 2009) francesa, foram um casal de artistas, que viveram juntos por 51 anos.
    O casal ficou conhecido pelas instalações de arte ambiental, entre outros, pelo seu trabalho no Reichstag, o Parlamento alemão, em Berlim e na Pont Neuf.
    Christo começou sua formação profissional como assistente de voo, antes de encontrar seu caminho na arte. Jeanne conheceu Christo em 1958 em Paris, depois de encomendar ao artista um quadro da mãe dela. Em maio de 1960, nasceu o filho do casal, Cyril, e dois anos mais tarde, eles se casaram. Em 1964, a família se mudou para os Estados Unidos.
    Pouco antes dos primeiros encontros, Christo havia "embrulhado" seu primeiro pote de tinta, envolvendo-o com resina e tela de linho. Em seguida, amarrou-o e tratou-o com cola, areia e tinta de automóvel. A partir daí, começou a se dedicar cada vez mais a esta forma de trabalho.
    A partir de 1994, o casal usava oficialmente os dois nomes juntos, com direitos iguais para as suas obras. Patrocinadores e contribuições de fundos públicos foram negados por ambos os artistas, que financiaram sua arte só com a venda dos esboços.

49- Herbet e Dorothy Vogel


Herbert & Dorothy (2008)
Herbert Vogel (16 Agosto, 1922- 22 julho de 2012) e Dorothy Vogel (nascida em 1935), descritos como " proletários colecionadores de arte", eles trabalham como funcionários públicos em Nova York há mais de meio século, enquanto acumulavam o que tem sido considerada uma das mais importantes coleções de arte pós-1960 nos Estados Unidos, na maior parte da arte minimalista e conceitual. Ambos judeus. Herbert e Dorothy se casaram em 1962, um ano depois de se conhecerem. No início de seu casamento, eles tiveram aulas de pintura na Universidade de Nova York, mas depois desistiu de pintura em favor de colecionar. Eles não tiveram filhos, viveram muito frugalmente, e compartilhou seu espaço de vida com peixes, tartarugas e gatos com nomes de famosos pintores. Eles compraram um pedaço de cerâmica de Pablo Picasso para celebrar o noivado. 


  1. Herb & Dorothy 50x 50
    O casal usou a renda de Dorothy para cobrir suas despesas de subsistência e, em vez de comer em restaurantes ou em viagem, eles usaram a renda de Herb, que chegou a US $ 23.000 por ano, para a arte. Eles não compravam para fins de investimento, escolhendo apenas peças que gostavam pessoalmente e poderia levar para casa no metrô ou em um táxi.  Eles compraram diretamente dos artistas, muitas vezes pagando em parcelas. Uma vez que, de acordo com o Washington Post, eles receberam uma colagem do artista ambiental Christo em troca de gato-sitting. Em 1975, eles realizaram a primeira exposição de sua coleção, na Galeria Clocktower na baixa de Manhattan. 
    Eles acumularam uma coleção de mais de 4.782 obras, que expunham, e também armazenavam em armários e debaixo da cama, em seu apartamento de um quarto controlado alugada em Manhattan. A coleção de conceitual arte e arte minimalista,  também inclui um trabalho de pós-minimalista notável.

    Em 1992, o Vogels decidiram transferir toda a coleção para National Gallery of Art, porque eles nao cobram nenhuma admissão, e não vende obras doadas, e eles queriam, que  a sua arte pertencersse ao público.  No final de 2008, eles lançaram a Dorothy e Herbert Coleção Vogel:. Cinquenta Works para Fifty Unidos, juntamente com a Galeria Nacional de Arte, o National Endowment for the Arts, e do Instituto de Museu e Biblioteca Serviços o programa doou 2.500 obras de 50 instituições em 50 estados e foi acompanhada de um livro com o mesmo nome.
  2. Eles são o terceiro Sexo

  3. 50- Breyer P-Orridge


  4.  Lady Jaye Breyer P-Orridge (01 de julho de 1969 - 9 de outubro, 2007) anteriormente Jacqueline Maria Breyer, era uma enfermeira, tecladista e cantor americano com PTV3 (uma versão melhorada de Psychic TV) e Thee Majesty. Ela conheceu Genesis P-Orridge (nascido em 22 de fevereiro de 1950) é um Inglês cantor e compositor, músico, poeta, artista de performance, e ocultista.
  5.  Depois de subir para a notabilidade como o fundador das transmissões Coum colectivo artístico e, em seguida, de frente para a banda industrial Throbbing Gristle, P-Orridge foi membro fundador de Ti Temple ov grupo ocultista Psychick Juventude e fachada da banda experimental Psychic TV. S / ele identifica como terceiro gênero. 
  6. Eles se casaram em 1993 e  comecarm  parte do projeto Pandrogeny a evoluir para um novo gênero como um único ser que chamaram Breyer P-Orridge.

51- Celine Dion and Rene Angelil



  1. Em Homenagem ao casal  Jose e Rola
http://www.happyfamilyinlove.com/2015/06/como-encontrar-alma-gemea.html