Wednesday, April 17, 2019

A Estrada Budista da Esperança

O meu nome é Thillai Hana
Da terra da arara azul
Guarani e Africana
Do Mato Grosso do Sul

Depois de tantos trabalhos
Empregada, fabricas
Sem precisar de atalhos
Percorri minha jornada
Abri meu próprio negocio
Arrumei um tremendo socio
Entramos nessa parada

Politizada por Karl Marx
Abandonei o ópio do povo: A religião
Dona de empresa pioneira no mercado
Entrevistada por Mera Teixeira,
Sai no Jornal Estadão e na televisão
Abundancia, depressão, vida de cão,
" Deus se voce existe me ajuda!"

Em simultaneidade noutra parte da cidade.
Uma jovem orava para levar a felicidade
Ela pausa para ir fazer suas necessidades;
No labvatorio, uma revista aberta, a minha foto.
Ela foi me visitar
Nam Myo ho Rengue Kyo me ensinou!
uau! apos indormidas noites. Dormi!

Ela me convidou para uma reunião
Reunião terminada, eu com meu filho no colo e outra convidada saimos conversando:
" Que absurdo ele disse que tudo que estou vivendo é culpa minha. " Ela falou e não voltou
Se Criei, tenho Poder. Pensei e voltei
Logo de cara os beneficios brotaram.
Sem dinheiro, consegui visto de turismo e negocios e fiz um curso de 7 mil dolares nos Estados Unidos.
A apatia saiu, dando lugar ao desejo de viver e buscar melhorias.
Voce parece uma barta tonta, ele te xinga na ferente de todo mundo e voce fica quieta." Minha secretaria falou.  E eu fiquei feliz, pois percebi que havia mudado meu estado de vida. Ele era (é) o pai do meu filho.
Eu rezava para nossa felicidade, ele afastava.
" Se Nam Myo Ho Rengue Kyo funciona, a gente tem que dar certo." Eu afirmava.
" Thillai não é para sua felicidade."
- Logico que é para minha felicidade. Se a gente ficar junto, eu serei a pessoa mais feliz do mundo."
Em 200 recebi o Gonhonzon.
Em 2001 objetivei participar em abril num congresso em Nova iorque. E rezei todos os dias. No dia 28 de marco, muita brava, fechei o oratorio. Isto não funciona, enhum dinheiro, nada. No dia 1 de abril desembarqui La. todavia o meu objetivo tinha sido errado o congresso tinha sido em marco.
Em 2003 paguei um stand num evento em Parnaiba programado para 60 mil pessoas. Viajei com duas caixas de fogoes, lotadas de bonecas. havia menos de 60 pessoas. na vespera de terminar o evento, eu não havia vendido uma boneca. A noite com o coracao disparado. Eu li O Brasil Seiko, onde o Presidente Daisaku Ikeda dizia: " O importante é sermos felizes apesar dos problemas. Resolvi relaxar e dormir
Na manha seguinte minha sorte virou. A TV local vez uma reportagem sobre as bonecas. O povo da cidade veio compra-las. Recebi a ligacao de um amigo Americano, que estava em Recife, com seu amigo Eric, eles iam para um congresso na Chapada Diamantina. Ele pagou minhas passagens aereas para eu ir com eles.
Eu gostaria de dizer que a partir de entao  a minha vida se transformou em um paraiso, mas não  foi o que aconteceu.
Perdi o que ainda restava, Perdi tudop.
Um amigo que alugava " um espaco" para guardar as guinharias dele, me deixou ir morar no espaco, que nao tinha fogão, TV, internet, telefone, radio e os vizinhos traficantes.
" Na vida, ha momentos que parecem que estamos dentro de um tunel. Porem, ao atrave-lo, podemos ver novamente uma raravilhosa paisagem. O que não podemos fazer é parar no meio. Daisaku Ikeda.
Hoje eu moro nos Estados Unidos, ha 12 anos me casei com o Eric, que se tornou mebro. O meu filho tambem se tornou budista e esta na Soka University. Agora eu tenho todo tempo e me tornei uma auto ditadica,  cheia de criatividade.
" Existe uma unica estrada e somente uma, e essa é a estrada que eu amo. Eu a escolhi. Quando trilho nessa estrada as esperanças brotam, e o sorriso se abre em meu rosto. Dessa estrada jamais fugirei. Daisaku Ikeda.