Wednesday, October 30, 2019

Meu Filho! O Maior Tesouro que Recebi da Vida!


Você completou 20 anos. E eu fiquei pensando sobre o impacto que você teve em minha vida.
Eu cresci dizendo que nunca me casaria e nunca teria filhos. Mas porque eu não queria me casar e ter filhos?
Na década de sessenta, no Brasil, os jovens tinham a liberdade de escolher os seus futuros parceiros, e eles casavam por amor.
Ma o casamento  é uma instituição social, e todas instituições tem funções e regras e poder. Na instituição do casamento o homem tinha a função de trabalhar para sustentar a família, e a mulher tinha que fazer o homem feliz e ser uma boa mãe para os seus filhos. Uma das coisas fundamentais para fazer um homem feliz, era ser uma boa cozinheira. A jovem já estava preparada para casar quando ela soubesse cozinhar. Talvez quando eu diga cozinhar, você pense colocar um miojo num microondas e a refeição estará pronta em dois minutos. Naquela época não se tinha água encanada, fogão a gás, ou arroz empacotado. Cozinhar era um trabalho sacrificatório e demorado. Por exemplo para se fazer um simples arroz. A mulher tinha que primeiro bater o arroz no pilão, depois separar o arroz da sua casca, e para lavar o arroz, a mulher tinha que tirar a água do poço. E para cozinhar este arroz a mulher tinha que cortar a lenha, e fazer o fogo no fogão a lenha.
O homem pobre  tinha apenas um poder na sociedade, ele tinha o poder sobre a esposa. Todas mulheres sabiam que  fazer um homem feliz, era ser uma mulher obediente ao homem.
Os meus pais começaram a fazer parte da instituição casamento  no ano de 1960, no sertão do Mato Grosso do Sul.
O meu pai trabalhava na roça e a minha mãe tinha um bebe por ano. Quando minha mãe estava gravida de mim, ela tinha duas filhinhas para cuidar, uma de dois aninhos e outra com um aninho.
Num final de tarde, o meu pai encerrou mais um dia de expediente, como terminava todos os dias, cansado e faminto. Ele caminhou para quase com o corpo cansado sendo arrastado por um pé fatigado e uma mente focalizada na comida. Quando ele se aproximou da casa, era como se ele estivesse se aproximando de um oásis no deserto, ao entrar em casa, ele descobriu que a minha e não  tinha feito o jantar. Todo cansaço e fome se transformaram em raiva, a casa  não parecia mais um oásis no deserto, mas uma verdadeira miragem, naquela vida cruel de trabalhador. Ele perguntou como um sultão raivoso pergunta aos seus escravos: "Cade a Janta?"
A minha e, que já havia descoberto que casamento não era um conto de fada, mas fraldas sujas. Depois de um dia "de cão" com uma barriga enorme para carregar, e duas pequeninas que tinham cus, que deviam ser limpados, fazer o marido feliz, neste momento ela tinha falhado na missão maior do casamento. Ela respondeu se sentido sozinha no mundo, que era porque não-se tinha lenha cortada para colocar no fogão.
Enquanto o meu pai batia a lenha com  a força da raiva, fazendo um barulho estrondoso. Era como se a raiva se manisfestasse em cada batida do martelo.

A minha e tapou o ouvido, chorando arrependida de ter se casado, arrependida de ter tidos filhos.  Naquele momento, ali na barriga de minha mãe, eu tomei a decisão que iria influenciar o meu futuro. Eu jamais me casaria e jamais teria filhos.
A sua avó sempre dizia; que nós somente iriamos valoriza-la, quando nós nos tornássemos e também. Isso somente reforçava o meu pensamento de que ser mãe era algo sacrifícioso.
Mas felizmente, a nossa vida não é feita apenas de planos, mas de uma conjunção de fatores.
E há vinte anos atrás você nasceu, e ao você nascer, eu me tornei e.
Você  me conquistou, já na primeira vez, que te peguei no meus braços. naquele momento, eu descobri o que era o amor incondicional.
Ao nos tornamos e, não nos tornarmos tudo que deveríamos ser, como por exemplo ser segura ou confidente.
Vamos começar pelo seu nome. Eu gostaria de lhe dar o nome de Rainer, mas a minha insegurança, não me permitiu, lhe dar o nome que eu gostaria. Eu tinha pensamentos do tipo: " O que os outros irão dizer, se eu der um nome alemão para o meu filho."
Então o seu pai escolheu o seu primeiro nome, e eu o segundo nome. o que acabou se tornando interessante; a representação dos seus antepassados: Iuna (antepassados nativos) Akil (antepassados africanos) e sousa (antepassados portugueses), faltou a representação judaica,
E o souza que era com Z se tornou Sousa com S. Mostrando que o seu espirito tinha um carma com dinheiro, mas que nasceu com a determinação de ser um doador para humanidade.
Apos o seu nascimento, eu comecei a me identificar com as mães mundiais.
Quando eu vi nos jornais, que alguém havia cometido algo negativo, ou que alguém havia feito sucesso, o primeiro pensamento que vinha a minha mente, era sobre como a mãe estava se sentindo.
Na psicologia as es são as culpadas da miséria dos filhos. Mas a psicologia não da atenção para casos como do Trevo Noah. Que disse ter se tornado um sucesso graças a e.
Que e eu sou? Eu não sei e acho que ser mãe, apesar de ter um arquétipo, não tem definição, no fundo ser e e ser inexplicável...
Eu me perguntava, porque não se tinha escola para futuros pais. Agora eu sei porque. Porque não se pode ensinar , o que não é  ensinável.
Ser e e uma experiencia unica, sem roteiro a ser seguido. Quando planejamos, parece que a vida começa a rir de nossa inocência.
Ao fazer a sua numerologia, eu descobri que você tinha o desafio do numero 1
Eu acreditei que a numerologia estava equivocada, isso não faria parte do seu destino, já que você morava comigo e não com o seu pai. Como você sabe, a numerologia estava correta e eu enganada.
Na distancia rezei com a determinação que voce se tornaria um líder da Paz Mundial.
Agora que você esta na Soka, eu me sinto muito feliz. Porque a Soka foi criada por Daisaku Ikeda, que mesmo sem saber de minha existência, me guiou em momentos que eu não sabia que direção seguir, em um desses momentos, eu estava desesperada com o coração acelerado, pois não sabia como pagaria o hotel que eu estava hospedada em Campina Grande ou como retornaria para São Paulo. Eu li uma mensagem dele que dizia. ."Não importa os problemas o importante é  ser Feliz. Eu relaxei,  decidindo dormir em paz.
No outro dia tudo se transformou como magica. E aquelas mudanças do dia seguinte contribuíram para você estar na Califórnia agora.
O que será que os próximos 20 anos reserva para voce?
Eu não sei
mas nesta data que você completa seus primeiros anos neste palco do planeta Terra. A minha mensagem é :
 Você deve planejar o seu futuro, mas  surpresas, não planejadas acontecerão, mas independente dos resultados, gloriosos ou sem glorias. Escolha ser Feliz.
Escolha amigos que lhe direcionarão no caminho correto, e que suportam o seu brilho.
Anos atras quando eu li o presidente Daisaku  dizer que não existia missão mais nobre do que ser líder do kossen Rufu. Eu fiz uma lista de coisas mais importantes em minha mente, com o passar dos anos a lista foi diminuindo, diminuindo , diminuindo...
Seja um grande líder do kossen rufu. Eu tenho certeza que todas as es do mundo somente desejam uma coisa. Que os seus filhos sejam Felizes.
Alem de desejar que você seja a pessoa mais feliz do mundo, eu desejo que você abra a porta para outros também, descobrirem o caminho da felicidade. Quando a sua jornada neste palco da vida terminar. Você tenha o orgulho de ter sido um líder da Felicidade no planeta Terra.
Eu estou excitada pelos próximos 20 anos.
Eu  me sinto grata por você ter me escolhido para ser sua e.
Você é o maior presente, o maior tesouro que a vida me deu.
Eu te amo! Você provou para a minha criança e jovem interior que eu estava enganada.
Ter filhos é a melhor coisa do mundo.

No comments:

Post a Comment